Daily Archives: 02/05/2017

 

  A  Acessibilidade é a capacidade do ambiente construído oferecendo conforto, autonomia e segurança  para pessoas com deficiências, é primordial que os órgãos públicos e privados, tenham como prioridade, evitando assim eventos adversos como quedas e outros inconvenientes, tanto como para seus acompanhantes.

  Em relação a estrutura física, temos leis e normas, que asseguram os direitos das pessoas com deficiência e segundo o Decreto Federal 5.296 de 2004, desde 03/12/2008 todas as edificações de uso público e uso coletivo deveriam estar acessíveis.

  Na Secretaria Municipal de Saúde de Codó, apesar de ser um prédio antigo, que funcionava o antigo fórum, de 2 (dois) andares, um prédio já bem velhinho e um pouco “abafado” não dispõe de acessibilidade no segundo andar para as pessoas com deficiência. No prédio superior funciona os seguintes departamentos; Atenção domiciliar, Recursos Humanos, Programa Saúde na Escola, Saúde da Mulher e Núcleo de Apoio da Saúde da Família. O prédio vive com mau cheiro, devido as fezes de pombos.

  Para esclarecimentos, entramos em contato com a Secretária Municipal de Saúde, Aurilivia Barros, no dia 01 de Maio  onde a mesma disse o seguinte “Boa noite Leonardo, com relação às obras dos prédios públicos estão relacionadas e subordinadas à Secretaria de Obras, secretaria do Seu Roberto, de desenvolvimento urbano e infraestrutura, mas com relação a uma atitude imediata para atendimento a população, o que nós fizemos foi manter todos os serviços que são no piso inferior da secretaria, então os serviços que são do piso superior, são serviços internos, né? Até o momento não tivemos nenhum problema não. Mas, a Secretaria de Obras já está trabalhando pra poder resolver essa questão da acessibilidade não só da secretaria de saúde, mas de todos os prédios públicos, ta bom? Boa Noite.”, concluiu.


Buracos e lama em uma das avenidas do Bairro Trizidela motivam a interdição da via.

Uma das principais vias de acesso da Vila Camilo, na Avenida Presidente Figueiredo, que foi interditada pelos moradores com galhos de árvores, pés de mamão, e paus. O grande numero de buracos e lama motivaram a interdição do tráfego por parte dos moradores, como forma de protesto.

A principal reclamação são as péssimas condições da avenida, que prejudicam os moradores, cheia de buracos e muita lama, reclamam os moradores.

As fortes chuvas prejudicam ainda mais a avenida, está difícil de transitar.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com