Blog do Leonardo Alves - Compromissão com o Leitor!

Igreja do Evangelho Quadrangular comemora seus 36 anos em Codó


A Igreja do Evangelho Quadrangular de Codó, fundada há 36 (trinta e seis) anos, comemorou mais um aniversário na cidade. As festividades da igreja começaram nos dias 12,13 e 14, com início ás 19 horas, com a presença do Pastor Cristiano, Pastor Ismael e Pastor Nonato da Cidade de São Luís. No sábado foi realizado uma marcha profética pelas ruas da cidade. No domingo também em comemoração ao dia das mães prestou suas homenagens às mães presentes, com entrega de lembranças. Na execução do Hino da igreja, a Senhora Lucia foi convidada para hastear a bandeira em reconhecimento a sua dedicação a frente da igreja durante esses 36 anos. A igreja contou com a presença do Vereador e Pastor Max Tony, onde parabenizou a igreja e ressaltou a sua história na cidade, a importância das igrejas e disse que se sente feliz em vê as igrejas crescendo no município.

De Novo: Administrador de grupo de WhatsApp da Prefeitura de Codó fala em criar Associação da População Codoense


Na manhã desta quinta feira, no grupo “Codó e o povo falando”, com muitas discussões polêmicas, o mesmo usuário que disse que vai comprar cimento para tapar buraco na sua rua para não incomodar o prefeito Francisco Nagib, postou no grupo um informativo solicitando apoio dos demais membros do grupo para criar uma Associação que segundo ele, irá associar a todos cobrando uma taxa para os associados, que os objetivos da entidade será fiscalizar as escolas com autorização da Câmara de Vereadores e pretende ir à São Luís para falar com o Deputado Estadual César Pires e que vai levar projetos para Câmara, outros participantes disseram que as ações de associação o povo já vem fazendo, e outros órgãos como os vereadores, ministério público, OAB e etc, disse que associação deve ser organizada.

O administrador do grupo de WhatsApp da prefeitura “Diálogo, Governo e o povo”, aproveitou para criticar as associações de bairros de Codó.

Vejo diariamente muitas pessoas que entram no grupo da prefeitura reclamando que são removidos simplesmente pelo fato de fazer suas reclamações a  atual gestão. Cadê a liberdade de expressão?

Agora, vem algumas perguntas para este cidadão. É justo uma pessoa ser excluída de um grupo pelo fato de reclamar sobre o governo? Será se este cidadão é o certo para tomar a frente de una associação que carregará o nome de toda população codoense?