Monthly Archives: outubro, 2017

A mulher responsável pela criação da “ideologia de gênero” virá para o Brasil palestrar no Sesc Pompeia, na zona oeste da cidade de São Paulo, entre os dias 7 e 9 de novembro. O evento em questão é o seminário internacional “Os Fins da Democracia / The Ends Of Democracy”. Judith Butler, que é doutora em Filosofia pela Universidade Yale e professora de Retórica e Literatura Comparada da UC Berkeley, foi a convidada para abertura e encerramento.

Judith acredita que “as ações apropriadas para homens e mulheres foram transmitidas para produzir uma atmosfera social que mantém e legitima a existência aparentemente natural de dois gêneros”. É o que ela afirma em seu livro “Performative Acts and Gender Constitution, publicado em 1988.

Apesar da construção ideológica se desenvolver nesta obra, seu livro mais conhecido no Brasil é “Problemas de Gênero – Feminismo e a Subversão da Identidade”, de 1990. Na obra, Judith faz uso de autores como Freud, Simone de Beauvoir, Jacques Lacan e Michel Foucault. Sua tentativa é afirmar que o gênero, o sexo e a sexualidade seriam “construídos culturalmente” segundo o que a sociedade permite que seja visto como coerente e natural, em uma “ordem compulsória”.

Por isso, a autora afirma que é preciso “desconstruir as ligações entre sexo e gênero”, deixando a biologia de lado, para que os gêneros sejam “flexíveis e de flutuação livre”. Tais afirmações se tornaram a base da teoria queer, também conhecida como “ideologia de gênero”.

Muitos internautas que souberam de sua vinda estão assinando uma petição que pede o cancelamento de suas palestras no Sesc Pompeia. A nota diz: “Judith Butler não é bem-vinda ao Brasil! Nossa nação negou a ideologia de gênero no Plano Nacional de Educação e nos Planos Municipais de Educação de quase todos os municípios”.

E ainda complementa: “Não queremos uma ideologia que mascara um objetivo político marxista. Seus livros querem nos fazer crer que a identidade é variável e fruto da cultura. A ciência e, acima de tudo, a realidade nos mostram o contrário. Sua presença em nosso país num simpósio comunista, pago com o dinheiro de uma fundação internacional, não é desejada pela esmagadora maioria da população nacional. Zelamos pelas nossas crianças e pelo futuro do nosso Brasil”, finaliza com o uso da hashtag “#ForaBrutler”.

Até o fechamento dessa matéria, a petição, que almeja alcançar pelo menos 200 mil assinaturas já conseguiu mais de 140 mil.

Organizado pelo Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo (USP), em colaboração com a Universidade da Califórnia em Berkeley (UC Berkeley) – principal sede do pensamento da Escola de Frankfurt na atualidade – o seminário é o segundo encontro do ciclo de conferências do “Convênio Internacional de Programas de Teoria Crítica”. A vinda de todos os palestrantes internacionais é financiada pela fundação americana Andrew W. Mellon Foundation.

Fonte: http://folhagospel.com

O Disney Channel vai apresentar seu primeiro personagem gay fixo em uma série para crianças e adolescentes. Na segunda temporada de Andi Mack, que estreia nesta sexta (27) nos Estados Unidos, Cyrus (Joshua Rush) vai perceber que tem sentimentos românticos por Jonah (Asher Angel), paquera da personagem título (vivida por Peyton Elizabeth Lee), criando um triângulo amoroso entre os personagens.

A criadora da série, Terri Minsky, diz ter feito consultas a especialistas em desenvolvimento infantil. Organizações LGBT também assistiram ao primeiro episódio da temporada.

Em nota oficial enviada para a imprensa, o canal diz que “Andi Mack conta a história de adolescentes descobrindo quem eles são. Terri, o elenco e todos os envolvidos na série tomam muito cuidado para se certificar de que o conteúdo é apropriado para todos os públicos e que mandará uma mensagem poderosa sobre inclusão e respeito para a humanidade”.

O canal Disney Channel está se distanciando, cada vez mais, da família tradicional. Em 2014, um casal lésbico participou de um episódio da série Boa Sorte, Charlie! (2010-2014), como as mães de uma amiguinha de escola da personagem principal. Já no início deste ano, a animação Star Contra as Forças do Mal mostrou dois homens e duas mulheres se beijando rapidamente na plateia de um show musical. A série A Casa da Raven, que tem pré-estreia no Brasil neste domingo (29), mostra duas mães divorciadas criando seus filhos.

“Nunca os nossos filhos estiveram tão expostos a tanto lixo”, diz Cristina Mel

Fonte: http://folhagospel.com/

Ela foi considerada a “cereja do bolo” de todas as canções de cura emocional de sua carreira. É assim que Fernanda Brum define Cura-me, um dos grandes sucessos de sua autoria. A música recebeu uma nova versão e contou com a participação de Bruna Karla. A dupla dividiu o vocal pelo Projeto Grandes Encontros.

– Essa canção nasceu de um final de semana que eu passei com meu marido. Eu não conseguia ser completa no meu casamento e na minha família, porque eu tinha muitas questões pendentes para resolver, principalmente, com meus pais. Então, fui para o banheiro e comecei a cantar e a falar com Deus sobre tudo que eu estava vivendo. Eu decidi zerar todas essas pendências e pedi perdão a eles – contou Fernanda Brum.

Sobre a “caixa de lembranças” mencionada na letra da música, a cantora revelou que ela existe em sua casa.

– Quando eu estava criando a canção era como se um mosaico de fotos se formasse em minha mente. Eu comecei a entender que a minha família tinha que ser restaurada por completo. Desde o relacionamento com meus pais até o meu casamento. Eu fiz esse mosaico. Ele existe na minha casa. Eu recortei fotos da minha infância e fiz a caixa de lembranças que eu tenho guardada até hoje.

Cura-Me foi lançada em 2008, no álbum homônimo à canção. O CD é o nono de sua carreira e recebeu indicação como Melhor Álbum Cristão em Língua Portuguesa, no Grammy Latino. Também chegou a ganhar Disco de Platina por mais de 200 mil cópias vendidas.

– Todo esse CD foi dedicado à cura emocional. É um trabalho muito forte e intenso. Como eu tenho essa característica de falar das coisas que vivo, talvez essa seja a “cereja do bolo”, a “estrela” de todas as canções que já escrevi sobre cura emocional e cura interior – revelou a cantora.

Fonte: http://folhagospel.com/

O governador Flávio Dino entregou nesta sexta-feira (27) uma série de obras e medidas à comunidade acadêmica e de funcionários da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Em solenidade realizada no Campus Paulo VI, em São Luís, o governador inaugurou o Laboratório Multidisciplinar de Pós-Graduação da universidade e da Vila de Conteiners Prof. Demerval Dias Ramos, com laboratórios de pesquisa para estudantes e professores.

Ele também assinou os editais do programa de assistência estudantil da universidade, que inclui benefícios como auxílio moradia, auxílio creche, auxílio alimentação e bolsa permanência, e a Medida Provisória que concede a Gratificação Funcional aos Servidores Técnico-Administrativos da UEMA.

Ainda durante a solenidade, o governador assinou as ordens de serviço para a construção dos prédios dos cursos de Engenharia da Computação, Matemática e Física, bem como da construção do pórtico de acesso à Cidade Universitária.

Flávio Dino foi também homenageado pela Universidade, com a entrega da medalha Gomes de Sousa. A homenagem é concedida a pessoas consideradas merecedoras de reconhecimento por realizações no campo da educação, cultura, artes, ciências e tecnologia. A medalha, que é a homenagem máxima concedida pela universidade, foi entregue pelo reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa.

“A UEMA é uma das locomotivas do desenvolvimento inclusivo do Maranhão. Temos procurado agir de forma coerente com esse pensamento, e é por isso que as mudanças que estamos implementando aqui hoje tem um sentido histórico e visam garantir que essa universidade cresça”, afirmou o governador Flávio Dino sobre as ações implementadas e anunciadas para a universidade.

R$ 25 milhões de investimentos

De acordo com o reitor da Uema, as ações inauguradas e anunciadas nesta sexta-feira representam, somadas, um investimento de cerca de R$ 25 milhões, em recursos próprios do governo estadual direcionados ao Campus Paulo VI, de São Luís.

 

Outros R$ 27 milhões devem ser investidos em obras nos campi do interior do estado. Para o reitor, as ações afirmativas reforçam, na prática, a mudança de perspectiva vivida pela UEMA, ampliando as condições da universidade de formar profissionais de excelência, ampliar os espaços de pesquisa e levar desenvolvimento para a comunidade em geral sob a forma de projetos de extensão.

“Hoje estamos vendo a mudança real e concreta. A partir de um conjunto de providências, é possível implementar mesmo num ambiente de profunda crise. Atendemos a demandas antigas de professores e estudantes com ações que reforçam o compromisso desta universidade de formar profissionais de excelência, ampliar os espaços de pesquisa e entregar conhecimento para a comunidade em geral sob a forma de projetos de extensão”, disse Gustavo Pereira.

Ações

O governador Flávio Dino visitou e inaugurou oficialmente a Vila de Contêineres Prof. Demerval Dias Ramos, em homenagem póstuma ao acadêmico da universidade. O espaço é composto por 23 laboratórios instalados em contêineres, todos climatizados, equipados com ponto de lógica e de água, além de banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência, além de vigilância.

“Este espaço vai abrigar projetos de pesquisa de professores e estudantes da universidade, laboratórios e empresas juniores, atendendo a uma demanda antiga de professores e estudantes”, explicou a prefeita do campus Paulo VI, Fabíola Aguiar.

O prédio de Laboratórios Multiusuários em Pesquisa das Pós Graduação (LAMP) também foi entregue oficialmente à comunidade acadêmica durante a manhã. São dois pavimentos e 21 salas. O espaço abrigará laboratórios de biologia molecular, reprodução animal, microbiologia, imunofarmacologia e microbiologia de alimentos, entre outras especificidades. Alguns laboratórios, como o de mesoscopia e de cultivo celular, vão funcionar pela primeira vez na UEMA com a inauguração do Lamp.

Outra medida pioneira foi a assinatura dos editais que instituem políticas de auxílio para os estudantes em situação de vulnerabilidade social. De acordo com o reitor Gustavo Pereira da Costa, 82% dos estudantes da UEMA são egressos de instituições públicas de ensino, o que reforça a necessidade por políticas públicas capazes de combater a evasão escolar e a retenção.

Medidas aprovadas

Os professores e servidores da UEMA aprovaram as ações anunciadas. Para Maria Inez Pimentel, servidora há 35 anos, a universidade hoje é um espaço muito melhor. “Nunca tudo esteve tão bem como agora, e a gratificação que foi anunciada pelo governador é algo que esperávamos há vários anos. Os professores e técnicos, se sentindo mais valorizados, com certeza vão ter ainda mais empenho”, avaliou a servidora.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Estadual do Maranhão (Sintuema), Miguel Santos, também avaliou como positiva a concessão da gratificação. “É muito importante para todos os servidores, especialmente para os administrativos, porque vai suavizar as perdas sofridas ao longo dos anos”, disse ele. Segundo Miguel, os servidores esperavam pela gratificação desde 1994, ano em que foi instituído o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos servidores da Uema.

Também estavam presentes à solenidade o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles; o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto; o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira; o presidente da Comissão Central de Central  de Licitação do Maranhão, Odair José Neres Santos; a deputada estadual Ana do Gás; o presidente da Associação dos Professores da Uema (Apruema), Manoel Salgado; o presidente do Sintuema, Miguel Santos; além de pró-reitores, professores e servidores da Uema.

 
Fonte:  http://www.ma.gov.br

Milhares de pessoas compareceram à Praça da Catedral, em Montes Claros, para cantar parabéns, homenagear e ver de perto o ex-presidente Lula

Um aniversário especial. Assim pode ser definido o aniversário de 72 anos do ex-presidente Luiz InácioLula da Silva, comemorado nesta sexta-feira (17), em Montes Claros, Minas Gerais.

A união do ex-presidente com o povo para o aniversário aconteceu durante a caravana Lula pelo Brasil, etapa mineira. Milhares de pessoas compareceram à Praça da Catedral, na cidade de Minas Gerais, para cantar “parabéns”, ver de perto, abraçar, entregar presentes, receber com carinho e homenagear Lula.

Ao falar para o povo, Lula relembrou sua história e trajetória até a chegada à Presidência da República, em 2003. “Eu perdi as eleições para governador de São Paulo, perdi para o Collor, perdi para o FHC e cada vez que eu voltava pra casa eu ficava pensando: eu criei um partido para representar os trabalhadores, gostaria de ser presidente para provar que é possível, eu acho que a gente pode melhorar a vida do pobre. Eu nunca fiquei co raiva porque eu compreendia que não era simples um trabalhador comum querer ser presidente da República”, disse.

O ex-presidente confessou ter sentido “medo” quando ganhou as eleições. “Confesso que eu nunca fiquei com tanto medo na vida como no dia que foi feita a apuração. Eu fiquei pensando: será que a gente vai dar conta? Eu sabia como que o povo trabalhador vivia, as coisas que eles desejavam. Eles não desejavam muita coisa. A gente só deseja ser tratado com respeito e dignidade. Hoje, eu tenho certeza que foi a energia que Deus depositou na alma de vocês que fez com que eu tivesse força para resistir”.

Durante sua fala ao povo, Lula lembrou, várias vezes, diálogos com Dona Marisa, falecida em fevereiro deste ano. Ele também citou a mãe, com quem disse ter aprendido a respeitar as pessoas e a ser respeitado. “Para vencer na vida, você não tem nunca que se achar melhor do que ninguém, mas você também não pode se achar inferior a ninguém”.

Os desmontes promovidos na educação, na vida do trabalhador, nas leis trabalhistas e na Previdência Social pelo atual governo golpista foram alvo de duras críticas do ex-presidente. “Nós temos que dizer em alto e bom som: Temer e deputados, se o Brasil não está arrecadando o suficiente para pagar os aposentados, a culpa é que Temer gastou 30 bilhões de reais comprando deputados para ficar”.

Sobre a perseguição jurídica e midiática que vem sofrendo, o ex-presidente citou casos de políticos que são investigados e que têm provas robustas contra eles. “Veja que absurdo. Eles já pegaram dinheiro de muita gente. Pegaram mala cheia de dinheiro no Geddel, no Cabral. Eles quebraram os meus digilos, invadiram minha casa, abriram televisão, levantaram colchão. Sabe o que eles acharam na minha casa? Vergonha que sobra”.

“Eu quero dizer que não estou acima da lei nem da justiça. Se eles estão acostumados a lidar com políticos ladrões, covardes, que enfiam o rabo entre as pernas…. eles vão ter que enfrentar um cidadão que não é corrupto e não tem medo deles”.

E voltou a cobrar um pedido de desculpas por tudo que vem sofrendo. “Eles deveriam ter coragem e pedir desculpa. Aqui (em Minas Gerais) acharam um helicóptero de cocaína que desapareceu. Todo mundo sabia o que era. Sabia de quem era o pó que tava lá dentro”, afirmou.

Os veículos de comunicação também receberam um recado do ex-presidente. “O Lula é uma síntese daquilo que são milhões e milhões de brasileiros. Se enfrentar o Lula é dificil, enfrentar os milhões de Lulas que já tem nesse país é impossível”.

Lula e a mudança no Brasil

Ao lado do companheiro Lula, a presidenta eleita Dilma Rousseff também relembrou feitos promovidos pelos governos do PT na Presidência da República e condenou os atuais desmontes.

“Eu sei que esse processo de impeachment que eu tive foi um golpe. Está cada vez mais claro que foi um golpe dos corruptos e daqueles que não querem que os homens e as mulheres desse país sejam livres, que não querem que os homens e as mulheres desse país tenham acesso às riquezas desse imenso e rico país em que nós vivemos”.

“O que está acontecendo agora é que eles querem que esse país seja só de uma minoria. Não seja da imensa maioria de sua população. O golpe não é um ato só. Começa com meu impeachment, prossegue quando eles aprovam aquela lei que limita o crescimento dos gastos em educação e saúde. Continua quando fazem as leis da chamada antireforma trabalhista, que transforma o regime de trabalho em escravidão”.

“A sina de lula é liderar essa nação. Não adianta querer impedir o Lula de chegar, existem milhões de Lulas que estarão lutando por ele nas ruas do Brasil”, disse Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Gleisi Hoffmann destacou a importância da caravana Lula pelo Brasil e ressaltou a relevância dos atos para a reconstrução do Brasil.

“Eu sei que esse processo de impeachment que eu tive foi um golpe. Está cada vez mais claro que foi um golpe dos corruptos e daqueles que não querem que os homens e as mulheres desse país sejam livres, que não querem que os homens e as mulheres desse país tenham acesso às riquezas desse imenso e rico país em que nós vivemos”.

“O que está acontecendo agora é que eles querem que esse país seja só de uma minoria. Não seja da imensa maioria de sua população. O golpe não é um ato só. Começa com meu impeachment, prossegue quando eles aprovam aquela lei que limita o crescimento dos gastos em educação e saúde. Continua quando fazem as leis da chamada antireforma trabalhista, que transforma o regime de trabalho em escravidão”.

“A sina de lula é liderar essa nação. Não adianta querer impedir o Lula de chegar, existem milhões de Lulas que estarão lutando por ele nas ruas do Brasil”, disse Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Gleisi Hoffmann destacou a importância da caravana Lula pelo Brasil e ressaltou a relevância dos atos para a reconstrução do Brasil.

Fonte: PT Nacional

O médico José Francisco, emitiu nota na manhã desta sexta-feira (27), para cumprimentar com felicitações todos os servidores públicos, reconheceu também o trabalho que cada um desempenha, destacou também a importância da categoria para o bom andamento da administração pública quanto federal, estadual e municipal. Frisou que a categoria merece reconhecimento pela dedicação e comprometimento.

O dia do Servidor Público é comemorado no dia 28 de Outubro, mas está sendo comemorado neste dia 27.

NOTA DE JOSÉ FRANCISCO

Saúdo a todos os servidores públicos em especial aos que fazem parte da Prefeitura Municipal de Codó, e de todas as prefeituras do nosso estado e do Brasil. O Servidor público é antes de tudo um servidor do povo. Em suas atividades cotidianas, muitas vezes anônimas, dedicam-se em prol da coletividade servindo de forma honesta, eficiente, ética e transparente.

Esta é uma data especial em homenagem a uma das profissões mais nobres. Vocês e todos que trabalham pelo bem comum e pelo interesse coletivo merecem nosso respeito.

Parabéns à todos os Servidores Públicos!

Grande Abraço,

Atenciosamente,
Dr. José Francisco

Fonte: Assessoria

Na noite desta quarta feira (25), o Prefeito de Codó, Francisco Nagib, postou em grupos de WhstsApp, uma fotografia registrando sua participação em um jogo realizado no ginásio Deolindo Rodrigues. Nos chamou atenção ao dizer em ter sofrido quase um infarto. O que está acontecendo com este jovem? Tão jovem e já pensa em infarto, foi isso que disse também uma internauta que foi candidata nas últimas eleições. O prefeito Nagib deve está perdendo a noção e o controle, querendo ganhar popularidade com suas conversas, tentando mostrar o que não é.

As internautas em seus comentários citaram nomes de 2 (duas) secretarias, devem trabalhar nos órgãos. Dificilmente se vê um abençoado elogiando o gestor, os únicos que vivem fazendo elogios ao prefeito são funcionários da prefeitura. Nada contra o prefeito, até porque somos cientes das ações importantes que vem sendo realizadas em seu governo. O que está queimando o homem é a sua falta de popularidade, falta de prestígio com os mais humildes.

“Hoje o ginásio ficou uma alegria só. Pois o nosso Prefeito Francisco Nagib estava lá. Participou, jogou… Isso é muito bom, pois mostra a simplicidade do nosso Prefeito pelo incentivo. Mostra a sua simplicidade e isso é Mais Avanço e Mais Conquista.”,disse uma internauta que conforme comentário e elogios feito ao prefeito, a mesma deve trabalhar na prefeitura. Logo em seguida, Nagib responde: “Foi maravilhoso jogar, mas te confesso, senti quase um infarto. 10 meses sem jogar, com 5 minutos eu estava na água com açúcar.”

Será mesmo que Nagib desde que assumiu a prefeitura durante esses 10 meses, não praticou nenhum esporte? Está se sacrificando mesmo pelo povo de Codó?

Outra internauta que usou o nome da Secretaria de Agricultura, responde: “Vamos que vamos Prefeito, você é muito jovem pra falar em infarto, Tire um tempinho pra saúde, praticando esporte. A agricultura está junto e misturado com você.”

Os demais participantes do grupo Codó Notícias demonstraram insatisfação com a atual gestão, reivindicando sobre segurança pública no município.
O Povo tem o prefeito que merece, já conheciam a fama do gestor. O dinheiro nunca falta para os caprichos.

Filho primogênito das 21 mulheres de seu pai, Binora era o mais velho entre 65 irmãos e irmãs. “Foi meu destino seguir meu pai, que era um feiticeiro. Eu acreditei em muitas mentiras”, disse ao projeto Jesus ​​Film.

 Quando Binora decidiu seguir a Cristo, ele sabia que enfrentaria a rejeiição de sua família. “Eu fiz uma coisa que é imperdoável para meu pai. Ele certamente vai me matar”, ele pensou, na época.

Por causa de sua nova fé, Binora viveu mais de 20 anos separado de sua família. Mas com o passar do tempo, Deus despertou em seu coração o desejo de retornar e compartilhar o Evangelho com seus parentes.

 “Agora vai ser diferente. Vou contar tudo a eles”, Binora decidiu. “A feitiçaria traz a morte. Meu povo precisa de vida. Mesmo que eu morra, tenho que dizer que eles devem conhecer Jesus”.

Mesmo colocando sua vida em risco, Binora voltou para sua aldeia a fim de compartilhar o conteúdo do filme “Jesus”. O longa não estava disponível em sua língua nativa, então ele mesmo fez a tradução da história de Cristo para seu povo.

Binora faz a tradução simultânea do filme para a língua de seu povo. (Foto: Jesus Film Project)

Binora mostrou o filme sete vezes e o resultado de sua iniciativa foi surpreendente. O pai de Binora, o feiticeiro, se rendeu a Jesus, assim como muitos outros que viviam no povoado.

Como resultado das exibições do longa, 30 igrejas foram plantadas na aldeia e hoje existem mais de 7 mil discípulos na região.

Mesmo com todo o impacto da mensagem, nenhuma das pessoas conseguiu assistir o filme ​em sua própria língua. “Eles querem o filme e querem treinamento. Imagine como a igreja poderia se multiplicar. Imagine o que Deus poderia fazer”, diz Binora. Com informações guiame.

Fonte: gospelgeral

Em um país afundado em denúncias de corrupção, alguns deputados federais parecem ter outras preocupações. Se todos os projetos que mexem no calendário oficial forem aprovados, o Brasil pode ganhar cinco feriados nacionais e perder um.

 Quando ainda era deputado, Newton Cardoso (PMDB/MG) criou um projeto de lei que não consideraria mais a proclamação da República, em 15 de novembro, como feriado. Ele justifica que a República foi instituída sem participação popular.

Por outro lado, existem quatro projetos de lei tramitando na Câmara que propõem novos feriados nacionais além dos 11 feriados já estabelecidos.

 

O Dia de Adoração a Deus (segundo sábado de março) foi proposto pelo deputado Missionário José Olimpio (DEM/SP), eleito com o apoio da Igreja Mundial do Poder de Deus. Em 2012, ele sugeriu a criação da nova data comemorativa.

Na justificativa, ele argumenta: “Este feriado é proposto, para que as pessoas tenham um dia destinado à adoração a Deus; reflexão de seus atos; rever conceitos; celebrar a paz, o amor e o respeito ao próximo”.

Outro feriado de cunho religioso é o Dia de São João, proposta do deputado Valmir Assunção (PT/BA), com a justificava de importância cultural e econômica.

Os demais são:

O feriado pelo Dia Internacional da Mulher, proposta do deputado Hélio Leite (DEM/PA).

O feriado pelo Dia Nacional da Consciência Negra, proposto pelos ex-deputados Renato Simões (PT/SP), Janete Pietá (PT/SP), Luiz Alberto (PT/BA) e pelos atuais deputados Vicentinho (PT/SP) e Valmir Assunção (PT/BA).

O feriado para o Dia de se Declarar Amor ao Brasil (dia 6 de setembro), proposto pelo Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros, mas não “encampado” por nenhum parlamentar até o momento. Com informações Gazeta do Povo via gospelprime.

Fonte: gospelgeral.com.br

1 2 3 4
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com