Monthly Archives: abril, 2018

Homenagem do Vereador Pedro Santos aos 122 anos de Emancipação Politica de Codó

Desejo um Feliz Aniversário a nossa querida Codó! Manifesto aqui primeiramente o orgulho que sinto de ser filho desta terra, a qual por nada trocaria, onde contribuo com o meu trabalho para fazer desta cidade um lugar ainda melhor para se viver.
Sinto imensurável orgulho de nossa cidade, de suas belezas, cultura e tradições incomparáveis. Codó é, acima de tudo, um lugar de gente de bem, acolhedora, amiga.
Todavia, sei que neste 16 de abril o que era para ser alegria, infelizmente, virou tristeza, indignação e incertezas. É dessa forma que uma grande parcela da população codoense avalia os 122 anos de emancipação política de nosso município. Temos muito mais que não comemorar do que parabenizar.
Hoje é um dia de lamentar o não funcionamento da UPA, aredução no quadro de funcionários, o fechamento de empresas locais, a sobrecarga e péssimas condições de trabalho da nossa guarda municipal, as Filas e demora na triagem e atendimento no Hospital Municipal, o fim dos Carnavais de renome, Reveillon, São João e outras festividades, o desprezo ao Esporte que em tempos passados já foi destaque Estadual, a falta de incentivo a Arte e a Cultura, por não conseguir atrair Indústrias, (se bem que concorrência é uma coisa que nosso gestor detesta), a TERCEIRIZAÇÃO milionária do Serviço Público, a Pintura dos meios-fios com CAL, a reforma milionária da praça que ninguém ver, o tapa buraco nas ruas que ninguém circula, a perseguição e intimidação aos servidores públicos.
No entanto, tenho a convicção de que uma cidade é sempre mais importante do que quem a governa. Uma cidade é sempre maior do que projetos pessoais e políticos de qualquer um. Por isso, desejo que cada um e cada uma dos cidadãos e cidadãs codoense seja um ponto de apoio nesta construção diária de uma nova Codó, com valores sólidos, que ajude preparar as crianças e jovens, neste processo contínuo de luta contra a tirania que agora se estabelece. Como diria o grande poeta Português Fernando Pessoa, “não importa se a estação do ano muda, se o século vira, se o milénio é outro, se a idade aumenta… deve-se sempre conservar a vontade de viver, pois não se chega a parte alguma sem ela.”
Afinal, aniversariar é isso. É um momento especial de renovação para sua alma e seu espírito, porque Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano.
Portanto, parabenizo nossa gente guerreira que tem vontade de vencer! Gente que com seu trabalho diário constrói o desenvolvimento dessa cidade. Não existem fronteiras ou limites para alcançarmos nossos objetivos.
Eu, enquanto seu vereador, sigo disposto a servir ao lado daqueles que acalentam sonhos e desejam construir, com muita garra, um futuro melhor para nós e para as gerações de nossos filhos.

Pedro Santos

Na noite da ultima quarta feira (11), estudantes da Univesidade Federal do Maranhão – campus de Codó, reuniram- se no auditório do campus para reivindicar por melhorias.

Os estudantes pautam visibilidade das instituições superiores locais que incentivem auxílios, melhorias e manutenção com acompanhamento da reitoria e pós reitorias, mais opções de cursos e pós graduações, mais professores e alimentação.

São estudantes que vem de outros estados, que dependem da universidade. Os universitários se mobilizam para que os problemas possam ser solucionados. Cansados e insatisfeitos com diversas problemáticas que o afligem, buscam melhorias.

Nesta segunda feira (16), ás 08:00 da manhã, será realizado um grande manifesto na praça do antigo cinema.

Três novos programas serão lançados na Rádio Assembleia online, na próxima semana. Um deles chama-se “InspirAção”, que irá ao ar nas terças-feiras, das 17h às 18h, apresentado por Ameliane Araújo. Voltado para entrevistas, destacará projetos de cunho social e iniciativas que fazem a diferença na vida das pessoas, além de histórias de superação.

Outro será “Seus Direitos”, comandado por Ismael Gama e veiculado nas quartas-feiras, no mesmo horário. A proposta é abordar assuntos relacionados aos direitos e deveres do cidadão.

O terceiro programa é “A voz do Parlamento”, que será conduzido por Josélia Fonseca, nas quintas-feiras, das 17h às 18h, levando aos ouvintes as notícias do parlamento, política, o que acontece na cidade e tudo o que foi destaque ao longo da semana.

O diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa, Edwin Jinkings, anunciou que outros três programas ainda serão lançados nas próximas semanas. “Todos os programas foram pensados a partir de um planejamento estratégico visando levar a melhor informação aos ouvintes. A ampliação da grade demonstra o empenho da diretoria em dinamizar o trabalho de divulgação das ações do parlamento no rádio e diversificar o conteúdo ofertado ao cidadão”. 

 Segundo a diretora-adjunta de Comunicação, Sílvia Tereza, a Rádio Assembleia online tem interesse em destacar a cultura maranhense, a produção cinematográfica local, a nossa música, entre outros elementos, seguindo uma linha democrática e em sintonia com todo o projeto do Complexo de Comunicação”.

A Rádio Assembleia online pode ser acessada no endereço www.radioalema.com e, também, pelo www.facebook.com/radioassembleiama.

Fonte:  http://www.al.ma.leg.br

Hoje queremos desejar feliz aniversário para nossa leitora Rafaela Oliveira, uma pessoa maravilhosa, uma grande mulher, guerreira cheia de vida e energia.

Desejamos que esta data se repita por muitos anos e se acenda no seu coração, a luz da alegria e ela brilhe a vida toda. Que DEUS te abençoe com paz, saúde e alegria.

A chuva que atinge grande parte dos municípios maranhense foi tema do discurso proferido, quinta-feira (12), na tribuna da Assembleia Legislativa, pelo deputado Fábio Braga (SD). “Nos últimos dias, milhares de maranhenses de várias cidades perderam suas moradias”, lamentou.
De acordo com o deputado, mais de 150 municípios estão em estado de alerta por conta das enchentes. Entre elas, Vargem Grande, Nina Rodrigues, Itapecuru, Maracaçumé, Marajá do Sena, Tuntum, Bacabal, Trizidela e Pedreiras.
Centenas de famílias estão em abrigos e recebem assistência das prefeituras e do Governo do Estado. A infraestrutura das estradas é outro problema. “A MA-006 está intrafegável, na região de Alto do Parnaíba, Tasso Fragoso e Balsas. E a BR-135 foi cortada no trecho entre Presidente Dutra e Dom Pedro. O tráfego está inviabilizado e outras estão em seus limites de trafegabilidade”.
A situação de calamidade, segundo o parlamentar, deve-se não somente ao aumento do índice pluviométrico, mas também à ação humana. “Não podemos culpar somente a natureza, mas o desmatamento, o assoreamento do leito dos rios, a malha asfáltica e outras ações humanas, que inviabilizam o fluxo normal da água”, ponderou.
“Outro fator que contribui para a situação caótica é a ocupação desordenada da maioria das cidades, onde a população prefere áreas mais próximas aos córregos, rios, riachos, morros e encostas”, completou Fabio Braga.
“É necessária à união dos poderes estadual e federal, na busca de recursos para amenizar o sofrimento das pessoas que perderam suas casas e tiveram suas cidades destruídas. O estado, também, terá de recuperar boa parte de algumas estradas, assim como os prefeitos recuperarem suas estradas vicinais e prédios públicos”.
Fonte:  alpanirmesquita

O Complexo Cultural do Bumba meu boi, nomeado patrimônio histórico e artístico nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), é uma celebração artística que pode se tornar patrimônio cultural e imaterial da humanidade perante a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A festa do Bumba meu boi é uma tradição maranhense desde o século 18 e conta com performances dramáticas, musicais, coreográficas, exposição de artesanatos, bordados do boi e confecção de instrumentos musicais, além de possuir mais de 400 grupos divididos em zonas urbana e rural de São Luís e em mais de 70 outros municípios.

Em busca de apoio para que o Bumba meu boi se torne patrimônio cultural e imaterial da humanidade, o deputado federal Victor Mendes (MDB-MA) esteve presente na cerimônia de entrega do dossiê da candidatura ao Ministério de Relações Exteriores para o reconhecimento internacional da Unesco.

“É o primeiro passo para um processo longo de reconhecimento dessa riqueza cultural do nosso estado. É uma cultura muito importante do nosso povo do Maranhão e do Brasil”, afirma o deputado.

O Bumba meu boi conta a história de um escravo chamado Pai Francisco, que matou um gado de estimação do senhor da fazenda devido o desejo de sua esposa grávida de comer língua de boi. Diz a lenda que o senhor da fazenda chamou pajés e curandeiras para ressuscitá-lo. Após o animal voltar à vida, a comunidade local entrou em festa. A festa do Boi pode receber esse título caso o projeto do deputado federal Victor Mendes alcance essa conquista.

Confira:

 

Fonte: vandovalrodrigues

Os Bombeiros Civis(Grupamento GAR) no comando do comandante Leandro Viana, preocupados com as famílias que estão sendo obrigadas a deixarem suas residências por conta do Rio Itapecuru que está aumentando de 7 a 8 cm por hora segundo a Defesa Civil de Codó, passaram a tarde ajudando as famílias desabrigadas.
 
Segundo o comandante da equipe, o Bombeiro Civil mesmo sem receber nenhum chamado da prefeitura, se prontificou voluntariamente para ajudar essas famílias.
Fonte:  cocaisnoticias.com.br
Os Bombeiros Civis(Grupamento GAR) no comando do comandante Leandro Viana, preocupados com as famílias que estão sendo obrigadas a deixarem suas residências por conta do Rio Itapecuru que está aumentando de 7 a 8 cm por hora segundo a Defesa Civil de Codó, passaram a tarde ajudando as famílias desabrigadas.
 
Segundo o comandante da equipe, o Bombeiro Civil mesmo sem receber nenhum chamado da prefeitura, se prontificou voluntariamente para ajudar essas famílias.
Fonte: cocaisnoticias.com.br
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com