Daily Archives: 12/07/2018

O autônomo Edilson da Silva Amaral estava com a esposa internada há nove dias para fazer uma cirurgia de retirada de parte do intestino no Hospital Getúlio Vargas (HGV), mas por falta de material cirúrgico, o procedimento até esta terça-feira (10) não ocorreu.

A cirurgia estava marcada para ontem e depois que o Cidadeverde.com procurou a assessoria do HGV na terça (10) para que prestasse esclarecimentos sobre o caso, a mulher teve alta. Segundo Edilson da Silva, ela recebeu alta sob a justificatvia do hospital de que somente quando o material chegasse, deveria voltar a ser internada para fazer a cirurgia. 

“Já tem mais de uma semana que estamos aqui e ela precisa dessa cirurgia urgente. Fui reclamar na Ouvidoria e me disseram que não tem dinheiro para comprar o grampeador e os grampos que precisa. Eu ameacei ir ao Ministério Público e disseram que eu poderia ir onde fosse, porque não tem dinheiro para comprar mesmo”, afirma o autônomo, que é de Parnaíba. 

Ele disse que a esposa, de 56 anos, teve câncer e passou por tratamento de radioterapia, fez cirurgia e está com bolsa de colostomia e agora só precisa desse procedimento (de reparo das sequelas do tratamento) para poder voltar para casa. “Ela precisa urgente, está sofrendo muito, sente muita dor e não sabem quando vai chegar esse material”, revelou Edilson. 

O casal reside em Parnaíba e veio para Teresina somente para fazer o procedimento. O autônomo destaca que tem que ficar com a esposa, mas que precisa voltar a trabalhar. 

O Hospital Getúlio Vargas enviou nota após o Cidadeverde.com ter entrado em contato com a assessoria. A nota diz que o material está sendo solicitado e que a paciente está aguardando o material dentro do prazo legal.

Veja a íntegra da nota:

A gerência de enfermagem do HGV informa que esse material não existe em estoque e está sendo solicitado a compra e precisa aguardar. A paciente chegou dia 2 de julho, está aguardando dentro do prazo a aquisição do material especial.

A direção geral do hgv completa informando que o hospital recebe casos de alta complexidade e que, nem sempre, necessitam de materiais básicos já existentes no hospital precisando da aquisição de insumos especiais para casos complexos.

Veja também o resumo de alta da paciente:

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

 

 

Cidade Verde

A parlamentar acompanhou o resultado da votação

A deputada federal Luana Costa (PSC-MA) comemorou a aprovação pelo plenário da Câmara dos Deputados da Medida Provisória 827/18, que muda dispositivos relativos à jornada de trabalho dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

“São verdadeiros anjos da guarda, que agem na prevenção de diversas enfermidades da população mais necessitada do nosso país. E assim, responsáveis pela melhoria das condições de vida dessas pessoas em todos os municípios brasileiros”. Afirmou a parlamentar em comemoração à vitória dos ACS e ACE na noite de ontem na Câmara Federal.

Luana Costa: “A vitória desses guerreiros é mais que merecida”

Durante a sessão, foi aprovado o projeto de lei de conversão que aumenta o piso salarial da categoria em 52,86% ao longo de três anos. A matéria será votada ainda pelo Senado.

De acordo com o texto aprovado, o piso atual de R$ 1.014,00 passará a ser de R$ 1.250,00 em 2019 (23,27% de reajuste); de R$ 1.400,00 em 2020 (12%); e de R$ 1.550,00 em 2021 (10,71%). O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2014, data do último reajuste, até maio de 2018 é de 26,35%.

Segundo Luana Costa, está bem claro que, na verdade, a proposta corrigirá uma grande injustiça. Afinal, centenas de milhares de agentes em todo o país trabalham há mais de três anos com um valor de piso congelado, o que definitivamente não estava nos planos quando o valor foi aprovado, em 2014.

Representantes de ACE e ACS de todo o Maranhão estiveram representando a categoria e agradeceram o empenho da deputada Luana Costa

“Como ACE, estou muito feliz, pois vejo a importância da nossa categoria, que em momento algum, desistiu de lutar e quando temos apoio como do ex-deputado federal Ribamar Alves e da sua esposa deputada federal Luana Costa, nos torna mais forte. Pois sabemos que temos com quem contar, em nossa defesa e foi graças ao empenho de deputados como eles que hoje podemos dizer, que somos vencedores”. Ressaltou o ACE Antônio Veras de Maracaçumé.

Antônio Veras é Agente Comunitário de Endemias em Maracaçumé

“Lembro como se fosse hoje, das vezes que estivemos em Brasília, na busca de melhorias para nossa categoria, e sabem quem estava há frente da nossa batalha? Um gigante chamado Ribamar Alves, na época estava deputado federal e não media esforços para lutar pelo menos favorecido. E como Deus é bom com seu povo, nos agraciou com deputada Luana, que segurou nossa causa como sua bandeira de luta e hoje podemos comemorar pela aprovação do aumento do nosso piso salarial. Parabéns a todos os ACE e ACS do nosso país e obrigado deputada Luana, que é a nossa representante legal no congresso e tenha certeza que a categoria dos ACE e ACS do nosso estado, consolida cada vez mais, o seu poio, a nossa deputada Luana Costa”. Comentou o ACE Albecy Machado da Silva do município Governador Nunes Freire.

Albecy Machado, ACE em Governador Nunes Freire

Deputada Luana Costa

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com