Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Enquetes e sondagens estão proibidas nas Eleições 2018

A realização de enquetes e sondagens sobre as Eleições 2018 está proibida a partir desta sexta-feira (20). A Resolução TSE nº 23.549/2017 define como enquete ou sondagem “a pesquisa de opinião pública que não obedeça às disposições legais e às determinações previstas” na própria norma. Ou seja, são levantamentos que não atendem a requisitos formais e a rigores científicos.

Até as eleições municipais de 2012, as enquetes e sondagens podiam ser realizadas, desde que sua divulgação estivesse condicionada à informação clara de que se tratava de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostragem científica. Com a mudança determinada pela Lei n° 12.891/2013, foi acrescentado o parágrafo 5º do artigo 33 na Lei n° 9.504/1997 (Lei das Eleições) com a seguinte redação: “É vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.  

Pela Resolução TSE nº 23.549/2017, esse tipo de levantamento deve ser punido com o pagamento de multa prevista no parágrafo 3º do artigo 33 da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições), independentemente da menção ao fato de não se tratar de pesquisa eleitoral.

Pesquisa eleitoral

Enquete ou sondagem eleitoral não corresponde a pesquisa eleitoral. Enquanto a pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz sondagem da opinião dos eleitores sem atender aos requisitos formais, como segmentação dos entrevistados, metodologia, valor e origem dos recursos despendidos no trabalho, entre outros (Lei nº 9.504/1997, art. 33, I a VII, e § 1°).

As pesquisas sobre as Eleições 2018 podem ser realizadas desde o dia 1º de janeiro. Para tanto, devem ser cadastradas no tribunal eleitoral ao qual compete fazer o registro dos candidatos, com no mínimo cinco dias de antecedência da divulgação.

No registro devem constar as seguintes informações: quem contratou a pesquisa, valor e origem dos recursos gastos, metodologia e período de realização, plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área física de realização do trabalho a ser executado, intervalo de confiança e margem de erro, com a indicação da fonte pública dos dados utilizados, sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo, questionário completo aplicado ou a ser aplicado, nome de quem pagou pela realização do trabalho e cópia da respectiva nota fiscal, entre outras (artigo 2º da Resolução TSE nº 23.549/2017).

Em caso de descumprimento a algum desses critérios, a resolução do TSE impõe pagamento de multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00. Já a divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime punível com detenção de seis meses a um ano e pagamento de multa nos mesmos valores já citados.

As pesquisas registradas podem ser consultadas no site do TSE, na opção Eleições 2018 > Pesquisas Eleitorais. Nesse link, estão disponíveis as informações de cada pesquisa de acordo com o município registrado. É possível fazer a busca pelo nome da cidade.

Como as convenções partidárias para escolha de candidatos podem ser realizadas a partir desta sexta-feira (20), a data de hoje também é o marco para que, conforme forem publicados os editais de registro de candidatos, os nomes de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido constem em lista apresentada aos entrevistados durante a realização das pesquisas. É o que determina o artigo 3º da TSE nº 23.549/2017

Acesse a íntegra da Resolução TSE nº 23.549/2017, que dispõe sobre pesquisas eleitorais para as eleições.

Fonte: TSE

Inquérito aponta abuso sexual em bebê de 51 dias

De acordo com a polícia, o crime teria sido cometido pelo pai, que é menor de idade. No dia 2 de julho os pais levaram a criança com sinais de agressão para o hospital, mas acabaram presos por suspeita no caso.

Polícia Civil concluiu o inquérito envolvendo uma bebê de 51 dias encontrada com sinais de agressão na cidade de Dom Pedro, a 320 km de São Luís. A mãe, Natália Carneiro de Oliveira, e o pai foram presos no dia 2 de julho por suspeita de violência contra a criança, que morreu no hospital.

De acordo com o delegado substituto da regional de Presidente Dutra, João Marcelino, a conclusão do inquérito apontou que a bebê, chamada Heloísa, tinha lesões nos órgãos sexuais. A informação corrobora com o testemunho dado por um vizinho.

“Foi constatado pelo laudo pericial que havia lesões nos órgãos sexuais da criança e múltiplas lesões. Uma testemunha também disse que viu o pai colocando um cotonete no órgão sexual da criança e essa criança chorando”, afirmou o delegado.

Natália Carneiro foi indiciada por homicídio qualificado e tortura e depois encaminhada para o Presídio Jorge Vieira, na cidade de Timon. Já o pai, que é menor de idade, foi apreendido e transferido para um Centro de Juventude em São Luís.

Antes da prisão, o delegado João Marcelino, informou que o pai levou a criança ao hospital alegando que o bebê havia sofrido uma queda.

“Eles alegaram que a criança caiu da cama uma semana antes, inchou as pernas, e que o pai não quis levar para o hospital com medo de que alguém pensasse que eles a agrediram. Durante a semana a criança chorou, mas eles não quiseram levar para o médico e apenas pesquisaram na internet como se travava. Até que um dia antes do óbito eles sentiram o coração bater fraco e resolveram levar para o hospital. ” afirmou o delegado no dia 03 de julho.

Entenda o caso

Na noite do dia 2 de julho uma bebê de 51 dias foi encontrada com sinais de agressão na cidade de Dom Pedro, no Maranhão. Natália Carneiro de Oliveira, de 18 anos, e o pai foram presos por suspeita de homicídio. Os dois são casados e foram conduzidos à Delegacia Regional de Presidente Dutra por conta de risco de linchamento.

ENTENDA – Blogueiro de Codó compara os eleitores de Biné com a torcida do flamengo

Um blogueiro,dono de um site de Codó,supostamente ligado à Secretaria de Saúde da gestão do prefeito filho do empresário FC,reconhece a vitória do ex-prefeito Biné nas eleições que se aproximam,para uma vaga de Deputado Estadual na ALMA.O blogueiro,que aqui não citaremos o nome por questões éticas,apenas guardamos cópia de sua postagem em seu site,deixa bem claro ao escrever,a possibilidade de o ex-prefeito Biné galgar uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão-ALMA,por estar em uma legenda mais favorável e precisa de poucos votos para chegar à vitória na eleição de outubro de 2018,e, assim conseguir uma vaga para o parlamento estadual.
O blogueiro aqui referido criticou o ex-prefeito por mudar do PSDB para o PSL,para ele,o blogueiro,o ex-prefeito mudou de partido com “medo”de concorrer pelo PSDB,que é uma legenda maior,e, no PSL,segundo ficou evidenciado pelas críticas infundadas do tal blogueiro,o ex-prefeito Biné chagará à vaga de Deputado Estadual sem precisar de muitos votos como na legenda de seu aliado,o ex-prefeito Rolim,que dificilmente chegará à vitória por estar isolado numa legenda gigantesca,na qual um candidato pode não chegar à eleição com 40 mil votos, já que Rolim não passará de Codó,ou seja,não possui reduto eleitoral,ao contrário de Biné que poderá chegar à eleição entre 17 a 23 mil votos. Como Biné tem um filho que foi deputado por vários mandatos,é mais conhecido no Maranhão,por isso,o ex-prefeito terá mais facilidade de conseguir completar um número de votos que seja suficiente para lhe consagrar Deputado Estadual,já que estar em uma legenda muito pequena.
Nossa redação também reconhece a facilidade que o ex-prefeito Biné terá para chegar à Assembleia Legislativa do Maranhão,bem como seu potencial eleitoral,pois foram tantas vezes que Biné é perseguido politicamente por seus adversário,contudo,em toda eleição que participa,mesmo sozinho, sairá fortalecido,como aconteceu na última eleição que participou,ele sozinho,em uma eleição disputada entre 5 candidatos,onde houve “chuva de dinheiro,”mesmo assim saiu fortalecido nas urnas com mais de 20 mil votos,enquanto seus adversários gastaram toneladas de dinheiro e ainda usaram a máquina pública,através da prefeitura,quase não conseguiam chegar à eleição,isso prova o quanto Biné é forte e querido pela população de Codó.
Nossa redação às vezes,até “brinca”, afirmando que o ex-prefeito não tem apenas eleitores,e sim,seguidores,e, de certa forma,comparamos os eleitores de Biné com a torcida do Flamengo. Sobre o “ataque” do blogueiro que também falou em coronelismo,queremos repudiá-lo e amigavelmente dizer a nosso colega,que quem é mesmo um coronel é o patrocinador dele,o empresário mais perseguidor do Brasil,não precisamos nem sequer escrever o nome,pois a população de Codó conhece muito bem,e mais,é ele quem manda na cidade como se manda em um objeto,lamentavelmente Codó vive esse dilema.Para concluirmos,ainda afirmamos que o empresário manda no município e em 13 vereadores.Sobre a mudança de partido do ex-prefeito Biné,é um direito cristalizado na Constituição Federal de 1988,a nossa Lei Maior.
Fonte: Blog Impar

Alexandre Almeida se integra neste sábado à Caravana da Esperança

O pré-candidato visita pela terceira vez a região em menos de um mês para divulgar seu projeto de se eleger senador

O jovem deputado estadual Alexandre Almeida, o pré-candidato senador mais jovem do Brasil, se integra neste sábado, 21, à Caravana da Esperança, liderada pelo senador Roberto Rocha.

A caravana que desde a última quinta-feira percorre municípios da Região Tocantina chega hoje a Carolina. Lá o PSDB local organiza o Segundo Encontro Regional da Juventude do PSDB

No exercício do segundo mandato de deputado estadual, Alexandre Almeida fará 35 anos ano que vem. É dvogado e tem base eleitoral em Timom. É a terceira vez que vem à região em menos de um mês.

Nas entrevistas e reuniões das quais têm participado Alexandre tem chamado atenção pela ousadia de abrir mão , na avaliação dos analistas políticos, de uma reeleição certa, pra entrar na disputada luta por uma vaga no Senado.

Entre as propostas de Alexandre Almeida destacam-se a implementação das políticas públicas de juventude para abrir novas perspectivas de futuro, e a modernização do Códigos Penal e Processual Penal que na avaliação dele de tão defasados contribuem muito para a impunidade no País.

Ouça a musica gospel que pode virar um “hino” na luta contra a depressão

Em uma época onde a depressão se tornou o mal do século, é cada vez mais comum ver pessoas sendo afetadas pela doença. Segundo os especialistas, o mundo está depressivo, e muitas pessoas estão morrendo por conta da doença.

Provavelmente alguma pessoa que está lendo esta matéria conhece alguém que está com depressão, tem algum parente doente, ou até mesmo pode estar enfrentando a doença.

Quem já enfrentou a doença sabe o quanto é difícil se recuperar e voltar a ter uma vida normal novamente. O mundo gospel se surpreendeu quando o cantor gospel Pregador Luo abriu o coração e revelou que está enfrentando a maior crise de depressão da sua vida. O cantor está afastado dos palcos a quase 9 meses.

O cantor gospel  Leandro Prado, sentiu na pele o que é a depressão, e após vencer a doença resolveu escrever uma música em parceria com o compositor Tony Ricardo, e a cantora Vanilda Bordirei, com o objetivo de ajudar as milhares de pessoas que enfrentam  a doença no país.

A música é baseada na vida de Leandro, e conta um pouco da sua experiência com a depressão, e conta como conseguiu vencer a doença que quase o levou a tirar a própria vida.

A música estava nos planos de Leandro desde 2017, quando nasceu o desejo de testemunhar através da música o milagre que Deus fez em sua vida.  O clipe da  canção “Eu já estive lá”, acabou de ser lançado nesta sexta-feira(20), no Youtube, e várias pessoas  estão se identificando com a música e compartilhando suas experiências.

https://www.youtube.com/watch?v=IidYlobA-xE

Em um breve release, Leandro Prado explica como teve a ideia de produzir e lançar a canção que conta a história dessa fase da sua vida.

Eu já estive lá… iniciou em dezembro de 2017, quando tive o sonho de testemunhar, através de uma música, a obra que Deus fez na minha vida e levar, por meio do poder de Jesus Cristo, a cura da depressão a tantas pessoas que se encontram nesse estado – alguns nas drogas; outros no álcool.
A música é de minha autoria em parceria com Tony Ricardo e Vanilda Bordieri. Essa canção relata a minha história, quando tentei o suicídio dentro do meu quarto por causa da depressão. Mas Deus me resgatou novamente, usando minha mãe que orou por mim, pedindo a cura naquele momento em que me encontrava dopado com medicações. Uma vez mais o inferno perdeu, pois eu sobrevivi. Aleluia!

A produção musical ficou a cargo do produtor Misael Coelho.

 

Fonte:  Ofuxico Gospel

Antunes Macêdo reforça pré-campanha com reuniões e visitas nos bairros de Timon

Desde que foi anunciado oficialmente como pré-candidato a deputado estadual, no dia 09 de julho, o vereador de Timon Antunes Macêdo (PSDB) tem realizado diversas reuniões nos bairros da cidade, bem como fechado apoios políticos importantes em outros municípios maranhenses. Apesar de ter iniciado sua pré-campanha a menos de duas semanas atrás, Antunes Macêdo já tem movimentado bastante o cenário político em Timon e demais cidades próximas.

Com reuniões intituladas de “Construir o Futuro”, onde leva até a população suas impressões sobre o cenário político atual no Brasil, no Maranhão e, especialmente, em Timon, além de apresentar seu nome como pré-candidato a deputado estadual e os nomes de Roberto Rocha, pré-candidato a governador, e Alexandre Almeida, pré-candidato a senador, Antunes Macêdo tem levado suas ideias a um número cada vez mais de pessoas. Além disso, ele tem percorrido também os bairros de Timon, realizando visitas a casa de amigos e apoiadores.

“Já realizamos três reuniões nos bairros Conjunto Boa Vista, Mateuzinho e Padre Delfino. Cada uma delas maior do que a anterior e estamos sentindo que a população nos recebe com muito carinho. Sabemos que temos uma missão árdua, mas é justamente isso que nos motiva. E juntos com os nossos pré-candidatos a governador e a senador, Roberto Rocha e Alexandre Almeida, estamos levando até a população uma opção nova, para renovar a política
maranhense”, ressaltou o parlamentar.

Antunes Macêdo é farmacêutico por formação e tem um trabalho social muito grande na região em que mora, no bairro Pedro Patrício, em Timon. Em 2016 foi eleito para seu primeiro mandato de vereador, onde tem atuado principalmente nas áreas social e de saúde dentro do município de Timon. Agora em 2018, recebeu a missão de disputar uma vaga para a Assembleia Legislativa do Maranhão como representante de seu grupo político, que tem
como principal nome o deputado estadual e pré-candidato a senador Alexandre Almeida.

Médico José Francisco lamenta a morte do jornalista Fernando Portela

Nas redes sociais, o médico José Francisco lamentou a morte do jornalista Fernando Portela, uma das principais referências no jornalismo codoense. O jornalista faleceu na manhã desta quinta-feira (19), no Hospital Macrorregional de Caxias em consequência de problemas renais.

Confira na íntegra a nota do médico José Francisco;

“Hoje Codó perde um grande profissional com o falecimento do jornalista Fernando Portela, pessoa que sempre teve meu respeito e admiração. Com pesar, presto minha solidariedade aos familiares e amigos e manifesto o reconhecimento e legado de Fernando Portela para o jornalismo codoense”, declarou José Francisco.

O médico José Francisco ressaltou que o jornalista era uma pessoa bem vista no meio jornalístico contribuindo com o município de forma séria.

Divulgar fotografias de vítimas de acidentes pode se tornar crime

O senador Ciro Nogueira é autor do PLS 79/2018

Divulgar na internet imagens de vítimas não fatais de acidentes pode passar a ser considerado crime. É o que propõe o senador Ciro Nogueira (PP-PI) no Projeto de Lei do Senado (PLS) 79/2018, que está atualmente em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aguardando indicação do relator.

O projeto altera o artigo 140 do Código Penal ao estabelecer detenção de um a três anos, além de multa, pena similar ao crime de vilipêndio de cadáver. Ciro Nogueira argumenta que expor e divulgar na internet imagens de pessoas mortas é considerado crime conforme a interpretação do artigo 212 do Código Penal, mas que há uma lacuna nos casos de exposição de pessoas feridas.

“Apesar da indiscutível ofensa à imagem e à privacidade, o legislador, até agora, não criminalizou essa deplorável conduta, assim como também não tipificou a divulgação de imagem de pessoa em situação vexatória. Tais práticas têm repercussão, somente, na esfera cível, se o ofendido promover ação indenizatória. Ocorre que a sanção pecuniária não tem sido eficaz para reprimir a prática dessas condutas”, afirma o senador no texto da proposta.

 

 

Fonte: SenadoNotícias

Codó perde o grande jornalista Fernando Portela

O jornalista faleceu na manhã desta quinta-feira (19), ás 4:00hrs, no Hospital Macrorregional de Caxias que estava lutando contra problemas renais precisando de transplante dos rins.

O blog do Leonardo Alves lamenta profundamente a morte do jornalista. Seus dias de luta terminaram, seus dias de glória chegaram e agora o céu azul é todo seu.