Blog do Leonardo Alves - Compromissão com o Leitor!

Pastor Carlos Brito revela os detalhes da MARCHA PRA JESUS 2018

A 7ª Edição da Marcha pra Jesus promete reunir centenas de pessoas no dia 18 de agosto. No último sábado (04), o Conselho de Pastores de Codó se reuniu na Comunidade Nova Vida para traçar planos para Marcha pra Jesus 2018.

Foto: Reunião do Conselho de Pastores na Comunidade Nova Vida

Na tarde desta terça-feira (07), o presidente do Conselho de Pastores Carlos Brito revelou ao blog do Leonardo Alves todos os detalhes da Marcha pra Jesus 2018.

O evento é realizado anualmente pelo Conselho de Pastores, uma maneira de mostrar que a igreja evangélica não é restrita a templos, mas viva e aberta a toda sociedade. Em 2017 a marcha foi considerada um grande sucesso.

Foto: Marcha pra JESUS realizada em 2017

Vereador Pastor Max representando o Conselho de Pastores esteve reunido com o Secretário de Governo João dos Plásticos, Diretor de Esportes Júnior Goiabeira e prefeito Francisco Nagib, para definir os últimos detalhes da marcha, informou Carlos Brito.

A concentração será na praça do campo do tiro de guerra às 16:30 h, com trajeto na avenida 1° de maio encerrando na praça São Sebastião onde estará o palco montado para uma vasta programação de louvores, apresentação de grupos de danças e teatro e a poderosa ministração da palavra de Deus.

A Marcha pra Jesus é importante porque traz a unificação dos ministérios das igrejas, um movimento de declaração ao nome de JESUS, que faz menção ao nome dele. É uma declaração de fé.

A camisa do evento custa apenas 25(vinte e cinco reais), e você poderá solicitar na sua igreja com seu líder ou na Malharia Ekilibrio próximo a praça da bandeira. Adquira já a sua e venha marchar pra JESUS.

 

Vereador Nonato Sampaio confirma sua candidatura em grande convenção em São Luís

No dia 28 de Julho na convenção em São Luis dos partidos de apoio a Flavio Dino o vereador Nonato Sampaio confirmou pelo seu partido Solidariedade sua Pré Candidatura a Deputado Estadual, a decisão ocorreu após varias reuniões entre Nonato e o presidente do partido no maranhão Simplicio Araújo

 Nonato Sampaio

Em nota enviada ao blog do Leonardo Alves, Nonato falou da sua candidatura ao cargo de Deputado Estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão(ALEMA).

Leia na íntegra:

Olha Companheiro, o Brasil vive uma expectativa muito grande em que a sensação do povo Brasileiro e de uma reforma muito grande no cenário político atual, e o Maranhão também vive essa expectativa, por esse motivo, pela necessidade de mudança é que eu, Nonato Sampaio, estou colocando o meu nome à disposição do povo Maranhense e em especial aos nossos amigos e amigas de Codó.

Sabemos que Codó tem essa necessidade de ter um representante na Assembleia Legislativa, não podemos aceitar que uma cidade do tamanho da nossa, com um potencial muito grande em poder de votos continue sem essa representatividade.

E vejo nesse momento uma chance muito grande da nossa cidade mostrar o seu potencial e que esse senário mude, que essa mudança não seja somente elegendo um representante, mais que esse representante seja um novo que possa corresponder com as expectativas do nosso povo.

Eu estou vereador do nosso município, mais tenho que admitir vereador tem um papel importante na comunidade, mas somos limitados porque temos apenas o poder da indicação e somente isso não faz com que nossa vontade de poder ajudar ao nosso povo seja feita, principalmente quando não comungamos com o pensamento de quem tem o poder de executar as nossas indicações.

Por este e vários outros motivos, eu estou lançando o meu nome à disposição da nossa comunidade codoense e a disposição do povo maranhense, pois uma vez eleito serei um representante de todos.

O que posso garantir é que o povo Maranhense pode esperar de mim uma vez eleito, muita determinação e muito força de vontade em fazer com que as políticas públicas sejam executadas principalmente em benefícios dos mais necessitados do nosso município e do nosso estado. Iremos fazer um grande evento em nosso município, evento esse que lançaremos a nossa campanha, campanha que será feita com muita responsabilidade. E quero aproveitar esse momento para pedir aos nossos amigos e amigas Codoenses e Maranhenses, que nos apoie nessa luta que será uma luta muito grande, aonde eu uma vez eleito a vitória será de todos nós.

Eu estou fazendo parte do grupo ligado ao nosso governador Flavio Dino, aonde iremos seguir para que o maranhão continue crescendo, e claro eu como deputado a nossa cidade participará de forma mais ativa desse crescimento, para deputado Federal estou alinhado ao nosso companheiro Simplício Araújo, ex-secretário de Estado, uma pessoal de grande Potencial, pois já demonstrou isso em apenas 02 anos como Deputado Federal foi eleito entre os melhores do Brasil, e mostrou muita competência a frente da Secretaria de Industria e Comercio do nosso Estado, sendo uma das Secretarias mais atuante e que mais se destacou no governo Flavio Dino, tenho a convicção que será eleito por tudo que tens feito e por tudo que ainda pode fazer em favor do nosso estado.

Por fim, quero agradecer a todos e a você por nos dar a oportunidade de passar ao nosso povo a nossa ideia a nossa vontade de trabalhar e fazer com que a nossa cidade cresça e com que o nosso maranhão se desenvolva.

MARANHÃO TERÁ CANDIDATO MAIS JOVEM CONCORRENDO AO SENADO

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) homologou, no último sábado (4), o nome do advogado e deputado estadual Alexandre Almeida como candidato ao Senado federal. Assim, Almeida consolida-se como o candidato mais jovem do Brasil. Hoje, a média de idade dos atuais senadores é de 58 anos. Tradicionalmente, as vagas vêm sendo ocupadas por políticos que já tiveram diversos mandatos, e chegam ao Senado para fechar a “carreira”.

Alexandre Almeida iniciou na política aos 21 anos, quando foi eleito vereador pela cidade de Timon. “Entrei na política por entender que, como cidadão, precisava participar ativamente das decisões da minha cidade. Nunca vi a política como uma profissão, mas como um instrumento de construção de uma sociedade melhor”, destacou o deputado. “Esse é o ideal que continua me movendo, o Maranhão não precisa de políticos profissionais, que só prometem. Ninguém aguenta mais promessas de futuro, esse futuro que nunca chega para o povo. Precisamos falar do presente”, pontuou.

Segundo Alexandre Almeida, os políticos tradicionais são a maioria na Câmara dos Deputados, no Senado, nas Assembleias, nas Câmaras de Vereadores e nos Palácios de Governo por todo Brasil. “Não é diferente no Maranhão. Esses políticos profissionais se preocupam mais com seus partidos, com os seus financiadores, do que com projetos; se preocupam mais com a perpetuação no poder do que com as mudanças reais para nós e para a nossa gente. Eles se perpetuam no poder com esse jeito mesquinho de fazer política. Para mim, está claro que a hora de acabar com isso chegou. É a hora de uma nova consciência, não podemos mais esperar”, ressaltou.

Além da juventude, Alexandre Almeida também aposta em outra característica importante, o fato de não pertencer a nenhuma família de políticos tradicional do estado. “Construí a minha história política através de muito trabalho, compromisso e responsabilidade. Não sou herdeiro político. Abri o meu caminho conquistando a confiança do povo sofrido do Maranhão, e é por esse povo que estou nessa disputa”, finalizou Alexandre Almeida.

Alexandre Almeida

 

Meio milhão de jovens com 16 e 17 anos tiraram o título em 2018

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou dados animadores sobre a população brasileira apta para votar no mês de junho, o primeiro após o fim do cadastramento para as eleições deste ano. Há 1,9 milhão de pessoas entre 16 e 17 anos com título, apesar do voto não ser obrigatório antes dos 18. São 500 mil jovens a mais em relação ao mês de janeiro.

Entre toda a população de 16 e 17 anos, 29,5% estão com o título em mãos. É a maior alta desde 2006, segundo a Folha de S. Paulo. O jornal cruzou informações da população nacional (fornecidas pelo IBGE) e de votantes (do TSE).

Na última eleição presidencial, em 2014, apenas 23% dos adolescentes estava cadastrada. Eram 35% em 2010, 37% em 2006, 31% em 2002 e 26% em 1998.

Entre abril e maio, a campanha da UBES “Se Liga, 16!” mobilizou a juventude do país todo sobre a importância de participar da política e das eleições, com bate-papos e rolês até os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Às vésperas das eleições, a UBES promove ainda uma campanha em defesa da escola pública, para que os temas relacionados à educação ganhem o centro dos debates sobre o Brasil que a sociedade quer construir. De 10 a 16 de agosto, os secundaristas constroem a Jornada de Lutas “Nesta eleição, defenda a educação”.

Novos eleitores

Pedro Gorki presidente da UBES com título de eleitor

Aos 17 anos, o próprio presidente da UBES tirou seu título em maio

O presidente da UBES, Pedro Gorki, explica por que a atenção para o assunto: “Votar é a chance de escolhermos projetos e ideias que nos atendam, que melhorem a educação pública, que promovam a vida dos jovens negros nas periferias, que garantam o acesso ao transporte, à saúde, à cultura, ao emprego, ao desenvolvimento. Se a maioria dos nossos problemas nasce da política, não há saída para esses problemas fora da política”.

Natália de Freitas, do Rio Grande do Norte, tem 17 anos e começou a pensar sobre política este ano. Assim como muita gente da sua geração, ela passou a se interessar pelo contexto do país e notar que sua escola fazia parte de um universo maior. “Percebi que, querendo ou não, a política está presente nas nossas vidas”, diz a potiguar, também diretora de Meio Ambiente do seu grêmio.

“Tenho vontade de me envolver mais e mostrar que estou aqui, buscando meus direitos e ocupando espaços de poder”, completa Natália. Ela está se informando sobre projetos e ideias para  poder decidir quais candidatos receberão seus primeiros votos.

 

 

Fonte: UBES