Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

EXCLUSIVO: Casamento de Gabriela Rocha será em um castelo na Itália

O site O Fuxico Gospel revelou na última quinta-feira (30), que à cantora gospel Gabriela Rochajá está de casamento marcado, e inclusive já começou a enviar os convites para amigos, familiares e futuro padrinhos.

Mas comparecer ao casamento de uma das cantoras gospel mais populares da atualidade no país não é para qualquer um, tudo isso porque Gabriela escolheu casar fora do Brasil.

O casamento de Gabriela Rocha e Leandro Moreira, será em um “castelo”digno de conto de fadas. O país escolhido por eles foi a Itália.

Gabriela segue o exemplo do ex-jogador Ronaldinho Fenômeno e Daniela Cicarelli , que também realizaram um casamento milionário em um castelo na França.

O casamento dos sonhos da cantora Gabriela Rocha será um dos momentos mais importantes da sua vida, e com certeza será assunto nos principais sites e blogs de notícias gospel do Brasil.

Fonte:  ofuxicogospel

Após TSE barrar candidatura, PT vai ouvir Lula antes de tomar decisão

Com a decisão tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de indeferir o registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República, o PT pretende anunciar somente na segunda-feira (3/9) qualquer medida em relação à chapa que concorrerá às eleições, apenas após Lula emitir sua opinião sobre o assunto.

Na qualidade de presidente do partido e advogada, Gleisi Hoffmann está encarregada de ouvir o líder petista, preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, antes da reunião da coordenação geral da campanha, que ocorre todas as segundas-feiras, em São Paulo.

“Nesta circunstância, quem tem a palavra é o Lula. Não há por que decidirmos nada no fim de semana. Ele é o senhor deste processo por razões históricas. Ele pauta a política nacional desde 1980”, destacou o coordenador financeiro da campanha petista, o ex-ministro Ricardo Berzoini, após o julgamento.

Dessa forma, o possível anúncio do nome do ex-prefeito Fernando Haddad, hoje vice na chapa, como titular da candidatura, tendo Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) como vice, só ocorreria depois da consulta a Lula e após a reunião da coordenação da campanha.

Vice
O candidato a vice Fernando Haddad também defendeu a mesma posição de ouvir Lula antes da definição da estratégia. Haddad precisa do aval do líder petista para conseguir angariar o maior número de votos como titular da chapa, e o PT pretende explorar ao máximo esse poder de transferência. “Estarei com ele na próxima segunda-feira [3/9] e vou levar ao seu conhecimento o resultado do TSE, e lá vamos discutir o que fazer”, disse.

“Eu queria manifestar uma certa desolação com a Justiça no sentido de prejudicar o direito de defesa do presidente Lula em apresentar as alegações finais. O que está em jogo é o direito de o povo eleger o seu presidente. Não estamos falando de uma coisa qualquer, estamos falando de um elemento da democracia atropelado, sobretudo após a manifestação da ONU”, ressaltou.

Julgamento
O TSE decidiu nessa sexta-feira (31/8) negar o direito de Lula ser candidato, devido à Lei da Ficha Limpa, que torna inelegível todos os condenados em segunda instância. O ex-presidente está preso, após ser condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no processo do apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

Para os petistas, a condenação ocorreu sem provas de sua culpa. Eles destacam que o julgamento demonstrou a fragilidade dos argumentos utilizados para tirar Lula das eleições.

“Da forma como foi feito, com todo este drama e com toda esta narrativa, o TSE deixou claro que julgou se submetendo a uma grande pressão, inclusive da mídia, para tirar Lula da disputa. O julgamento ainda demonstrou o quanto é frágil tudo que se usou até agora no Poder Judiciário para tirar Lula da campanha”, ponderou Berzoini.

“Todo voto do relator foi dedicado a responder aos questionamentos que estavam colocados, sabendo que ele tinha pouca jurisprudência para isso e que até iria se opor a entendimentos do Supremo Tribunal Federal em relação aos tratados internacionais”, avaliou, referindo-se à posição do ministro Luís Roberto Barroso, o qual entendeu não ser vinculante a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) de garantir a candidatura de Lula.

 

Fonte:  metropoles

Em inauguração de comitê, Roberto Rocha e Alexandre Almeida reúnem multidão em Timon

Roberto Rocha, senador e candidato ao Governo do Maranhão (PSDB), participou nesta sexta-feira, 31, da inauguração do comitê de campanha do deputado estadual Alexandre Almeida que, este ano, concorre a uma vaga de senador pelo partido tucano. O evento aconteceu no Salão do Mega Hall Eventos, no bairro Formosa, em Timon – Ma.

Durante o seu discurso, Roberto Rocha destacou as qualidades de Alexandre Almeida e fez questão de ressaltar que, como deputado, Alexandre tem honrado a população Timonense com o seu mandato: “”Ele é um político jovem, atuante, que representa o vigor, a força e a coragem de uma geração ansiosa por participar da política, e não apenas de assistir o processo político passivamente. Fico muito orgulhoso de ter na nossa chapa um candidato a senador da República com todas as qualidades de Alexandre”, destacou Roberto Rocha.

Com o slogan de campanha “O Maranhão é Pra Já”, Alexandre Almeida, que nestas eleições também se destaca por ser o candidato mais jovem do Brasil a concorrer uma vaga no Senado Federal, fez questão de ressaltar o seu compromisso com os maranhenses. Ele lembrou que sua candidatura nasceu a partir de um convite do PSDB, por meio do tucano Roberto Rocha que, segundo ele, entendeu a importância da nova política no Maranhão. “Eu tenho certeza de que nesta eleição, nós teremos a oportunidade de eleger dois senadores. Quero, inclusive, agradecer ao senador Roberto Rocha pela sua visão de uma política diferente ser implementada em nosso estado. Quero agradecer ao PSDB por me dar a oportunidade de tentar representar o nosso Maranhão no Senado Federal. E convido todos a travarem essa batalha junto comigo”disse.