Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Por Jacinto Junior – AINDA SOBRE O IDEB NEGATIVO CODOENSE – PARTE II

Quando decidi retrucar o discurso discrepante do gestor atual em relação ao instrumento abalizador da qualidade do ensino brasileiro – IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o fiz com o propósito de demonstrar que o sistema municipal de ensino permanece estagnado desde 2013. São fatos irrefutáveis e, a priori, requer uma atenção especial por parte do órgão responsável pelo sistema. Repito: fazer investimento tanto no pessoal quanto no material é fundamental para superar a inanição que asfixia o desenvolvimento desse importante indicador educacional!

Em sua entrevista concedida ao Programa Codó Notícias, tenta invocar uma realidade surreal de que o sistema municipal codoense atende as especificações dos investimentos operacionalizados. No entanto, fica patente a fragilidade desse discurso liberal e sem nexo. Note que, ao fazer referência a investimentos, incorre num equivoco grosseiro, pois, os ônibus escolares estão sendo utilizados a partir desta semana (01/09/2018) e, quanto à nucleação, ela só ocorreu no inicio deste ano e, ainda, citou que a merenda é de excelente qualidade, será que é mesmo? Estes três fatores por si só, denunciam a irrelevância de seu discurso, pois, as avaliações do desempenho do IDEB aconteceram no ano passado (2017) e, agora (2018), recebemos os resultados.

Podemos sim, considerar alguns aspectos objetivos para indicar perspectivas inovadoras e que contribua para a resolutividade desse crucial problema inibidor da qualidade do ensino. Entretanto, a ideia fantasiosa de que um ano e nove meses já suplantou a crise endêmica no setor educacional não é condizente com os fatos apresentados pelo IDEB. É irrelevante argumentar que escola X alcançou a Meta Projetada e escola Y conseguiu superar até mesmo o indicador da Meta Projetada. Portanto, é visível a tentativa de escamotear o resultado negativo do IDEB sob a sombra de algumas unidades escolares que alcançaram a média individualmente. Da mesma forma, em que tenta justificar o inexpressivo dígito de 0.4, comparado ao da gestão anterior que obtivera 4.0; o que de fato conta é aquele dígito indicado pelo MEC a cada dois anos para verificar o avanço médio de cada município bem como o do país na perspectiva da qualidade e equidade do ensino, notoriamente.

Professor Jacinto Junior – um pensador contemporâneo

Codó tem em média 26 escolas dos Anos Finais do Ensino Fundamental e 44 escolas dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental que são submetidas a cada dois anos à avaliação de desempenho do IDEB. Explicitando melhor o quantitativo de escolas que são avaliadas segundo o MEC, por exemplo, a Unidade Escolar Municipal Evangélica Estevão Ângelo de Souza opera com ambas as modalidades de ensino: menor e maior. Contudo, há outras Unidades Escolares que operam apenas com o Ensino Fundamental menor – os chamados Anos Iniciais (4ª/5º) por isso, a proporção a maior em relação às Unidades Escolares do Ensino Fundamental Maior (8ª/9º).

Para restabelecer a qualidade do ensino municipal é necessário suprimir o nó górdio que tem sido o grande empecilho para o consequente desenvolvimento educacional local. E onde se encontra esse aparente e ‘invisível’ nó górdio da educação? Descobrir sua localização não constitui grandeza nenhuma, entretanto, o fator determinante é refazer a cultura educacional na perspectiva ampla, democrática e libertária. O fundamento desse novo processo deverá nortear a restauração do novo educando que, por sua vez, notabilizar-se-á por sua criticidade dialética.

Já que o gestor busca esclarecer o modesto avanço de 0.4, a partir do IDEB de 2015, então, vejamos os seguintes resultados:

Conforme resultados apresentados pelo MEC, considerando a pontuação média por escolas, o IDEB 2017, apontou apenas 9 (nove) Unidades Escolares que atingiram a Meta Projetada. Conforme se verifica no quadro abaixo. Ora, se considerarmos o quantitativo de 44 Unidades Escolares – do Ensino Fundamental Menor – que foram submetidas à avaliação de desempenho no período em questão, o porcentual alcançado foi na ordem de 20,45%.

                                     Quadro I –   IDEB – CODÓ/2017 (4ª/5º)

ESCOLAS MUNICIPAIS OBSERVADO PROJETADO
01 Colégio Ananias Murad 4.0 3.6
02 EM Ana Luiza dos Reis Gonçalves 4.8 4.5
03 EM Santa Filomena 5.1 4.7
05 EM Talmir Quinzeiro 4.2 3.9
05 UE João Themistócles 4.0 3.9
06 UE José Domingues Araújo 5.0 4.6
07 UEM Machado de Assis 3.7 3.5
08 UIM Evangélica Estevão Ângelo de Souza 4.7 4.1
09 UEM Reinaldo Zaidan 4.4 4.0

 Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

Agora, em relação ao Ensino Fundamental Maior, o resultado é mais medíocre ainda que o dos Anos Iniciais, pois apenas 4 (quatro) das 26 Unidades Escolares que são submetidas à avaliação de desempenho conseguiram alcançar a Meta Projetada pelo MEC. Conforme se vê no quadro abaixo. Tal performance representou o porcentual surpreendente de 15,38%.

                                    Quadro II  –   IDEB – CODÓ/2017 (8ª/9º)

ESCOLAS MUNICIPAIS OBSERVADO PROJETADO
01 EM Prefeito Henrique Figueiredo 4.0 3.6
02 EM Valentim Silva Sousa 2.9 2.9
03 UEM Machado de Assis 3.4 3.3
04 UIM Evangélica Estevão Ângelo de Souza 4.3 4.1

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

 Vejamos, agora, o motivo pelo qual o gestou comemorou tão espalhafatosamente o seu medíocre resultado:

                                   Quadro III  –  IDEB – CODÓ/2015 (4ª/5º)

ESCOLAS MUNICIPAIS OBSERVADO PROJETADO
01 Colégio Ananias Murad 4.1 4.0
02 EM Ana Luiza dos Reis Gonçalves 4.3 4.2
03 EM José Merval Cruz 4.4 3.8
04 EM São Tarcísio 4.4 4.4
05 EM Santa Filomena 4.5 4.4
06 UE João Themistócles 4.1 3.6
07 UE José Domingues Araújo 4.3 4.3
08 UEM Machado de Assis 3.6 3.2
09 UE Pica Pau 4.7 4.2
10 UIM Evangélica Estevão Ângelo de Souza 3.8 3.8

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

O IDEB de 2015 foi negativo. Não chegou à Meta Projetada. Entre a Meta Projetada e a média observada verifica-se um déficit de 0.2 dígitos (4.2 – 4.0= 0.2). E quando fazemos a operação matemática, isto é, o porcentual dista-se o seguinte resultado: 22,72% (ou seja, a relação entre o número de escolas que atingiram a média projetada pelo MEC e a quantidade geral das escolas participantes que deixaram de alcançar a Meta Projeta).

E, agora, voltemo-nos para saber como se comportaram as Unidades Escolares do Ensino Fundamental dos Anos Finais (8ª/9º) na avaliação de desempenho em 2015. Verifica-se que, o quantitativo de Unidades Escolares é inferior ao do IDEB de 2017. A diferença puxada para baixo é de uma Unidade Escolar que fez toda diferença para a que o IDEB de 2017 tivesse alcançado o incrível índice de 0.4, e que fora efusivamente festejado pela atual gestão, causando-nos a impressão de que o Município havia conquistado o objetivo desejado.

Ora, das 26 Unidades Escolares do Ensino Fundamental dos Anos Finais, apenas 3 (três) atingiram a Meta Projetada, e, isto, implicou num porcentual de 11,53% promovendo a descendência do IDEB naquele ano (2015). Note que, apesar de superar em uma Unidade Escolar, a atual gestão não conseguiu evitar a queda livre da Meta Projetada para 2017.

                                      Quadro IV  –  IDEB-CODÓ/2015 (8ª/9º)

ESCOLAS MUNICIPAIS OBSERVADO PROJETADO
01 EM Cristo Rei 3.0 2.7
02 EM Prefeito Henrique Figueiredo 3.7 3.3
03 UEM Machado de Assis 3.2 3.0

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

QUADRO COMPARATIVO ENTRE OS IDEB’s DAS TRÊS ÚLTIMAS GESTÕES

Para não tornar cansativa a leitura sobre a avaliação de desempenho e proficiência dos 2 (dois) Ideb’s da primeira gestão do ex-prefeito Zito Rolim – discriminando as Unidades Escolares e seus respectivos desempenhos de proficiência -, apresentaremos apenas as Metas Projetadas e as Observadas dos períodos em questão. Para facilitar a compreensão dos leitores farei separadamente os períodos e, assim, será mais fácil entender onde houve de fato, crescimento do Ideb codoense. Veja quadro abaixo e identifique o período positivo do sistema municipal de ensino e, também, sua posterior queda.

        Quadro V – IDEB-CODÓ/2009

Ideb Observado Meta Projetada
3.4 3.2

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

         Quadro VI – IDEB-CODÓ/2011

Ideb Observado Meta Projetada
3.6 3.6

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

 

       Quadro VI – IDEB-CODÓ/2013

Ideb Observado Meta Projetada
3.6 3.9

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

        Quadro VII – IDEB-CODÓ/2015

Ideb Observado Meta Projetada
4.0 4.2

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

       Quadro VIII – IDEB – CODÓ/2017

Ideb Observado Meta Projetada
4.4 4.5

Fonte: www.ideb.inep.gov.br Acessado em 17 de setembro de 2018.

Analisando criteriosamente todos os períodos de medição do Ideb codoense, – a partir de 2009 – é possível constatar que o Ideb codoense tem uma elevação considerável, pois ultrapassa a Meta Projetada em 0.2; e no ano de 2011, atinge a Meta Projetada de 3.6. A evidência testifica o crescimento progressivo da qualidade do ensino nesse período.

Entretanto, quando se analisa os outros 2 (dois) Ideb’s (2013/2015) nota-se uma acentuada descendência do indicador. Observe que, no ano de 2013 o dígito sofre um decréscimo de 0.3 – na realidade, o indicador repete a Meta Projetada do ano de 2011! E, no ano de 2015, semelhantemente, reproduz uma queda de 0.2.

E, finalmente, o Ideb da gestão atual – de 2017 -, mostrou novamente a descendência do indicador quando se olha para a Meta Projetada. Diante dessa realidade inconteste, os fatos demonstram que só houve medição positiva no período de 2009 e 2011! Simples assim.

E AGORA, O QUÊ FAZER?

 Tal indagação faz recordar-me do que Lênin tratou em seu clássico: “O que fazer? Problemas candentes do nosso movimento”, quando elabora a famosa tese: ‘Sem teoria revolucionária, não há movimento revolucionário’. Diante disso, faço a seguinte provocação: qual o caminho que o atual gestor tomará para restabelecer essa grave crise educacional já que o IDEB sofreu sua terceira queda consecutiva? Onde reside o cerne dessa crise endêmica? Quais os obstáculos que emperram a eficácia desse processo numa perspectiva progressista? Faltam alternativas que possibilite a recuperação de nosso sistema que não consegue ‘mais avançar’ e menos ainda garantir novas e ‘mais conquistas’? Eis, ai, o grande desafio para o próximo ano em que será realizada mais uma avaliação de desempenho do IDEB para medir a proficiência de nosso sistema municipal de ensino!

Nossa intenção foi clara e objetiva neste pequeno texto: demonstrar que o gestor tentou seduzir a opinião pública com um argumento destituído da verdade retratada pela Meta Projetada pelo MEC. Vejo com muita apreensão esse tipo de estratégia. É como se o governo desejasse encobrir as flamejantes labaredas ultravioletas do sol com uma peneira. Por conseguinte, é importante que os técnicos da SEMECTI façam uma avaliação mais criteriosa sobre os 4 (quatro) Programas que estão sendo executados com o fito de quantificar e qualificar o sistema – isto é, no que tange aos velhos/novos problemas do domínio da leitura, escrita e do cálculo que pesa sobre os educandos –  que são: o Novo Mais  Educação, Aprender prá Valer, Alfabetiza Codó e PNAIC. Um detalhe: há, ainda, a importação do modelo referência para o Brasil oriundo de Sobral-Ce. que está repousando suas asas aqui. Esperamos que toda essa virtuosa articulação por parte do atual gestor, de fato, produza uma nova relação entre os educandos e os novos saberes que estão sendo construídos e, desse modo, possamos credenciar o conhecimento cientifico para adornar e retomar o tão sonhado lugar ao sol no campo educacional. A ver.

Entenda o porque do preconceito contra o cantor gospel Irmão Lázaro

Irmão Lázaro

O cantor gospel Irmão Lázaro, neste período de campanha tem se tornado mais uma vitima de preconceito religioso. Desta vez, seria da alta cúpula do PT, o ex-governador petista Jaques Wagner.

Segundo indica as pesquisas, o cantor gospel Irmão Lázaro,  tem crescido nas  intenções de votos ao Senado. E isso tem exposto o preconceito e tirado o sono de muitos políticos graúdos na Bahia. Embora haja  repúdio à intolerância religiosa, entre os intolerantes , está o ex-governador petista Jaques Wagner, que disputa vaga no Senado. Isto seria porque na  última pesquisa divulgada  pelo Instituto IBOPE, Irmão Lázaro aparece em segundo lugar.

De acordo com a reportagem do O jornal Tribuna da Bahia, e reproduzida pelo Jm Notícias Jacques Wagner foi taxativo. Ele disse que a Bahia não pode permitir que um candidato evangélico. Que ainda  faz campanha para Jair Bolsonaro, possa ocupar a segunda vaga a que o Estado tem direito no Senado. “A Bahia não merece isso”, frisou o ex-governador petista.

O presidente do PSC/Bahia, Heber Santana, se manifestou  indignado com a declaração de Jaques Wagner. Ele afirmou que o segmento evangélico merece respeito, e que “é Wagner que não merece votos dos evangélicos”. O presidente do PSC/Bahia destacou ainda que “precisamos no Senado é de pessoas honestas e de conduta sem máculas, como Lázaro”.

O ex governador se manifestou de forma intolerante e cheio de preconceito contra a religião cristã. Jacques Wagner não atacou somente o Irmão Lázaro, mas, milhares de católicos e evangélicos que é maioria no país.

O cantor gospel Irmão Lázaro, foi o terceiro Deputado Federal mais bem votado da Bahia na última eleição. E seu  crescimento em ritmo acelerado, podendo ser o mais votado no Estado ao senado.

Fonte: obuxixogospel

Vereador Pastor Max faz entrega de premiação no tradicional campeonato de futebol do Recreio

O vereador Pastor Max participou da festa de premiação do tradicional campeonato de futebol da comunidade Recreio, na zona rural de Codó. O edil, que todos os anos apóia o evento esportivo, assistiu a partida final do campeonato ao lado do promotor do evento, o amigo Carlinhos. A partida final foi entre as equipes da Penha e Flores dos Leles. “É um evento esportivo muito tradicional aqui na comunidade e muito bem organizado pelo amigo Carlinhos. Fico satisfeito em poder apoiar e também contar com o apoio do prefeito Nagib. Parabéns a todos os participantes”, disso o vereador Pastor Max.

Ações para comunidades da Trizidela

Com um expressivo trabalho social na região da Trizidela, o vereador Pastor Max acredita na força do esporte como instrumento de socialização e de desenvolvimento para região. “Sempre fizemos questão de levar incentivo às comunidades da região da Trizidela. E o esporte é um instrumento fabuloso para o desenvolvimento de nossos jovens nas localidades rurais. Por isso temos lutado e apoiado vários torneios, como os das comunidades Felicidade, Poço do Boi e Recrio. Damos o apoio logístico e sempre estamos presentes para prestigiar essas iniciativas”, comentou.

Reunido com moradores de diversas localidades rurais da Trizidela e também outras regiões, o vereador Pastor Max aproveitou a oportunidade para anunciar que a região irá continuar recebendo ações do governo municipal. “Eu fico muito feliz em poder ajudar e apoiar iniciativas como esta, principalmente ligadas ao esporte. Também quero agradecer ao prefeito Nagib e ao secretário de desenvolvimento social, Roberto Albuquerque em ter sempre atendido nossas indicações e requerimentos, que são feitos baseados nas reivindicações do povo. Essa é a nossa função, esse é nosso trabalho, esse é nosso papel como representantes do povo”.  

 

 

Gastão Vieira faz campanha em Timbiras e é recebido com festa pela população

Na tarde da última  sexta-feira, 21, o candidato a Deputado Federal Gastão Vieira, fez campanha em Timbiras. Na oportunidade participou de reuniões com diversos seguimentos da comunidade local, explanou suas propostas de ações caso chegue a Câmara Federal e firmou compromissos importantes para o município.

No povoado Febru os moradores agradeceram pela energia elétrica e o serviço da estrada levado por ele, e fizeram novas reivindicações para a comunidade, como explica o Jovem Dione Baia. “Meu pai mora aqui e quando presidente da associação conseguiu junto ao Gastão Vieira a pedido dos moradores, a energia elétrica e o serviço da estrada que graças a Deus foi atendido.  Agora foi pedido um sistema de abastecimento de agua para tirar o sofrimento dessas famílias por falta de um poço.” E tenho certeza que ele vai conseguir disse o jovem.

No bairro São Sebastião participou de reunião com representantes de diversas comunidades e fechou parcerias de fortalecimento aos agricultores daquela região. Já os moradores da zona urbana do bairro, representados pelo ex vereador mixirico, professor Valterly Lima, professor Osmael, Abércio Bispo, professora Sibá e demais lideranças, fechou compromisso com pavimentação asfáltica e sistema de abastecimento de água para a parte alta do São Sebastião.

Em seguida Gastão Vieira saiu em caminhada com dezenas de pessoas até a escola arco íris, onde falou da sua trajetória política como representante do povo maranhense e dos serviços prestados a Timbiras quando ocupava cargo público.

“Tenho muito carinho por este município e posso citar algumas das nossas ações aqui, o estádio de futebol, o sistema de abastecimento de água que hoje atende a maioria das famílias da cidade, a escola Lourdes Coelho, o farol do saber, as creches que infelizmente só concluíram a Irmã Mathildes, reforma de praticamente todas as escolas da sede, estradas vicinais, luz para diversas comunidades e aparelhamento do antigo hospital Victoriano Abdalla.  Agora estamos criando um novo ciclo da nossa história política e precisamos estar juntos nessa batalha que com fé em Deus, nos nossos apoiadores e no povo dessa cidade, será vitoriosa.” Afirmou Gastão Vieira

ASCOM

Apóstolo que foi preso com dólares na “cueca” unge Bolsonaro em hospital

Imagem ilustrativa (Reprodução)

No último sábado (22), o apostolo Estevam Hernandes, fundador e líder da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, esteve no Hospital Israelita Albert Einstein para orar e ungir o candidato a presidência Jair Bolsonaro(PSL).

Estevam foi acompanhado do apostolo César Augusto, que juntos gravaram um vídeo e postaram no Instagram.

O líder da Igreja Renascer foi o protagonista do maior escândalo gospel de 2007. Há exatamente 11 anos Estevam e sua esposa bispa Sônia Hernandes, foram presos pela polícia federal dos Estados Unidos (FBI), por levarem US$ 56 mil em dinheiro vivo para os Estados Unidos.

Eles declararam às autoridades alfandegárias que traziam US$ 10 mil, mas foram flagrado no aeroporto de Miami com US$ 56 mil, valor muito acima do máximo permitido pela legislação americana, que é de US$ 10 mil.

O caso ganhou repercussão nacional e foi destaque na imprensa mundial. O dinheiro estava escondido em capas de Bíblias, em um porta CDs, e até dentro da cueca.

O casal cumpriu pena de dois anos e meio de prisão sendo que; cinco meses foram cumpridos em uma prisão federal  e os outros cinco em prisão domiciliar, além de dois anos sob liberdade vigiada, período no qual foram impedidos de deixar os EUA.

Apostolo Estevam em visita a Bolsonaro no último sábado, declarou apoio ao candidato e disse que ele estava restaurado.

Curiosamente a opção de comentar o post foi desativada no Instagram do apostolo Estevam, e provavelmente seguindo as suas orientações foi desativado no Instagram do Apostolo César Augusto, que repostou a postagem, e também no Insta de Fernanda Hernandes, viúva do Bispo Tid Hernandes, filho de Estevam que faleceu em 2016.

 

Fonte:  ofuxicogospel

Governo Flávio Dino vai pagar quase R$ 8 Milhões em aluguel de jatinho

O governo Flávio Dino pagou, apenas neste ano, R$ 3 milhões e 480 mil reais com aluguéis de jatinhos e helicópteros.

O governo Flávio Dino (PC do B), já desembolsou nada menos que R$ 3,5 Milhões, de um total de R$ 7 Milhões e 148 mil reais empenhados, com a empresa Heringer, que faz locação de aeronaves, principalmente jatinhos.

Nos últimos meses, o governo Flávio Dino já pagou R$ 3,48 milhões com aluguéis de aeronaves.

De acordo com o contrato com a Empresa Heringer, o valor seria pelo fretamento de uma aeronave tipo jato executivo e um helicóptero Turbo Hélice
O Blog foi informado também, que o governador Flávio Dino, criou uma estratégia para não mais aparecer com os helicópteros do CTA e as aeronaves da Heringer, durante a campanha eleitoral.

A estratégia é a seguinte: as aeronaves pousam sempre num lugar distante do povo, geralmente em lugares fechados e distantes, e as pick-ups já aguardam sua chegada para ir ao encontro da população.

Em tempo: enquanto a população maranhense paga impostos altíssimos o governador do estado passeia de aeronaves pagas com o dinheiro dos contribuintes. 

E mais: os voos do governador Flávio Dino em aeronaves da Heringer e do Comando Tático Aéreo da Polícia Militar do Maranhão, já são do conhecimento de todos os maranhenses.

 

Fonte: Filipe Mota

OAB SUBSEÇÃO CODÓ, EM CELEBRAÇÃO AOS 28 ANOS DO CDC, PROMOVEU A I JORNADA CDC +28

Como forma de celebrar os 28 anos de vigência do Código de Defesa do Consumidor, a OAB Subseção Codó, por meio da sua Comissão de Defesa do Consumidor, e em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (Campus Codó) e com o Conselho Municipal da Juventude, promoveu na noite de ontem, 20/09, a primeira edição da Jornada CDC +28 do município.

“O evento foi um marco na história de Codó, como pioneiro em Direito do Consumidor, fazendo alusão aos 28 anos de vigência do CDC, com temas atuais e especialmente assuntos do cotidiano do consumidor”, observou o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB Subseção Codó, professor Tomé Mota.

Tomé Mota destacou ainda a importância da participação efetiva dos alunos de direito nos debates. “Os acadêmicos dos cursos de direito, contabilidade e administração da UEMA, bem como advogados, lotaram o auditório e participaram com muito entusiasmo. As jovens advogadas foram brilhantes em suas explanações, e tivemos a honra de receber o professor codoense Lindojon Bezerra, que encerrou os trabalhos da I JORNADA CDC +28 – Codó/MA”, destacou.

A I JORNADA CDC +28 – Codó/MA foi realizada no auditório do Campus da UEMA de Codó e debateu questões inerentes à defesa do consumidor como “Direito dos jovens: meia-entrada e transporte”, que teve como palestrantes as advogadas Tina Costa de Almeida, que falou sobre “Estatuto do Jovem e o Direito do Consumidor”, e a advogada Dayara Nascimento, que tratou da questão “Acesso gratuito ao transporte interestadual”. Já na segunda mesa de debate o tema central foi “Direito do Consumidor e Serviços Públicos” e teve como palestrantes o professor Lindojon Bezerra, que explanou sobre “Telecomunicação e o Direito do Consumidor”, e também o professor Tomé Mota, que falou sobre “Direito Bancário do Consumidor”.

O evento reuniu um grande público de advogados e advogadas e estudantes dos cursos de direito e administração do Campus da UEMA de Codó. A certeza é de que avanços significativos foram conquistados ao longo destes 28 anos de existência do Código de Defesa do Consumidor (CDC), mas que novas conquistas precisam ser efetivadas a cada dia, haja vista vive-se hoje uma nova realidade nas relações de consumo.

Fonte:  oabma

Felipe Davila participa do 10° Congresso Internacional de Fisioterapia

O Fisioterapeuta Felipe Davila participou do 10° Congresso Internacional de Fisioterapia, realizado entre 20 à 23 de setembro no Centro de Eventos do Ceará com a participação de palestrantes nacionais e internacionais. O evento contou com diversos temas de palestras, entre eles, o novo conceito de fisioterapia invasiva.

A Sociedade Brasileira de Fisioterapia (SBF), em 2018 completa 28 anos de fundação e reafirma sua missão de ser uma entidade que fomenta a ciência, agregando valores profissionais aos que participam de suas atividades científicas e de projetos de desenvolvimento da Fisioterapia.

“Segundo dia do maior congresso da América Latina. Muitas descobertas e aprendizados que brevemente estarão ao alcance de todo o povo Codoense e região dos cocais. Aqui tive a honra de conversar e tirar uma foto com nada mais nada menos que o SARMENTO, autor se inúmeras bibliografias e livros da área de Fisioterapia Respiratória de importância mundial”, disse Felipe Davila em seu perfil no Facebook.

Felipe Davila

Justiça confirma que Edison Lobão é investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

Edison Lobão

O tiro saiu pela culatra contra o senador e candidato ao mesmo cargo, Edison Lobão (MDB). Na tentativa de obrigar o candidato do PSDB, Alexandre Almeida, a remover do horário eleitoral e das redes sociais vídeo em que fica exposto os inquéritos que Lobão responde, o Juiz Alexandre Lopes de Abreu, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, respondeu dizendo que não cabe a denúncia de injúria, uma vez que o vídeo traz informações verdadeiras sobre o ex-governador.

“No tocante às afirmações da propaganda, em exame de delibação, tenho que a notícia não se refere a condenação, mas ao fato de ser o candidato da Representante investigado”, diz o magistrado.

Frente a resposta da Justiça, Edison Lobão resolveu responder utilizando as mesmas táticas de seu opositor e, na sexta-feira, publicou um vídeo em que uma atriz acusa Alexandre Almeida de “ter a cabeça velha”. Porém, em nenhum momento a atriz afirma a inocência do ex-governador do Maranhão e quatro vezes senador da República.

Continuando o bate-bola, nesse domingo, para a surpresa da família Lobão, Alexandre Almeida divulgou novo vídeo em que relata a decisão da Justiça e volta a denunciar os inquéritos a que Edison Lobão responde. São quatro no total, sendo que um deles tramita em segredo de justiça. Os que estão abertos para consulta pública tratam dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro (INQ 4260), lavagem de dinheiro e ocultação de bens (INQ 4516) e corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha (INQ 4326).

Assista ao vídeo na íntegra: https://www.youtube.com/watch?v=5xVQ9UAfFj8

Caso de polícia

Na semana anterior, Alexandre Almeida registrou uma queixa crime na Polícia Federal contra Edison Lobão Filho que é candidato a primeiro suplente na chapa do próprio pai. Alexandre solicitou proteção para si mesmo, para a esposa e para o filho de dois anos, depois que recebeu uma mensagem em que “Lobinho” o ameaçou, dizendo que o deputado estadual havia conquistado “um inimigo para toda a vida”. Lobão Filho, como primeiro suplente, tem muito a perder já que a eleição do pai representa como “herança” o cargo de senador da República.

Judicialização em moda

Outro que também entrou na Justiça para remover os conteúdos produzidos por Alexandre Almeida foi o candidato pelo PDT, Weverton Rocha. No vídeo, que foi removido por decisão da Justiça, dois jovens faziam uso do aplicativo Detector de Ficha de Políticos para demonstrarem aos eleitores do pedetista a quantidade de processos pelos quais Weverton Rocha responde.

O mais engraçado é que a decisão do Tribunal não removeu o vídeo por se tratar de calúnia ou injúria, mas porque Alexandre Almeida não se atentou à regras de direito de imagem dos eleitores que aparecem na imagem. Se fosse um vídeo filmado com as pessoas de costas, estaria tudo certo.

Em resposta, Weverton também publicou vídeo em que afirma sua inocência recorrendo a um Inquérito arquivado no Supremo Tribunal Federal (STF). Porém ele omite outros cinco processos em que responde por peculato, corrupção passiva e ativa, fraude à Lei de Licitações e improbidade administrativa.

Na última semana, a imprensa noticiou ainda o fato de Weverton virar réu em mais um processo de improbidade administrativa. A decisão é do juiz Nelson Loureiro dos Santos. Weverton é acusado por ação civil pública de cometer irregularidades na aplicação de recursos federais repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ao Estado do Maranhão para o Programa Nacional de Inclusão de Jovens – PROJOVEM URBANO, em 2008.