Fábrica de tecidos de Codó (Foto: http://www.achetudoeregiao.com.br/ma/codo/historia.htm)

Em 1892, construía-se a primeira indústria de Codó – Companhia Manufatureira e Agrícola, de propriedade de Emílio Lisboa, tendo como engenheiro o Dr. Palmério Cantanhede.

Codó, a partir de então, o progresso bateu-lhe à porta, o comércio em geral cresceu a cidade também; o povo agregou novos hábitos e costumes.

Com o surgimento de novos produtos utilizados pela indústria têxtil, em substituição ao algodão, as fábricas de tecidos no Maranhão, viram-se obrigadas a encerrarem suas atividades, por não poderem competir com as congêneres do Sul do país.

Fonte: CODÓ – histórias do fundo do baú – João Batista Machado – 1999.

À procura de documentos

Cerca de 126 anos após a construção desse importante empreendimento na cidade de Codó, o trineto da filha de um dos engenheiros que ajudou a erguer fábrica de tecidos em Codó entrou em contato com o blog do Marco Silva para pedir ajuda para localizar documentos que comprovem a vinda de sua parente de Portugal, no final do século 19.

Leia a mensagem na íntegra:

Victor Marcus mora em Brasília/DF (Foto: arquivo pessoal)

Estou à procura de documentos que comprovem a vinda de uma parente de Portugal, no fim do século 19.

O nome dela era Palmira de Morais Salazar. Veio com seu pai, um engenheiro que também não sabemos o nome, para ajudar na construção de uma fábrica de tecidos em Codó, a Companhia Manufatureira e Agrícola do Maranhão.

A Palmira era mãe da minha bisavó materna, e minha vó disse que o pai dela iria voltar para Portugal ao final da obra e ela resolveu fugir para ficar no Brasil.

Estamos querendo saber o nome do pai da Palmira, para ver se encontramos nos dados do arquivo nacional, que traz os acompanhantes.

E o marido da Palmira se chamava Raimundo Nonato Salazar.

Atenciosamente,

Victor Marcus

Contato: (61) 98134-8264

 

Fonte: Marco Silva

Chegou muitas novidades em peças e acessórios na JL Auto Peças! A nossa loja está sempre pensando no melhor para seus clientes contando com uma ampla linha de acessórios e agora com novidades em amortecedores da marca 4WZ. Venha conferir as novidades que só a JL Auto Peças oferece. Aproveite nossos descontos.

A JL Auto Peças está localizada na avenida Santos Dumont enfrente ao Armazém Chaves e ao lado da Auto Elétrica Cordeiro.

Em atendimento ao que determina a Lei Federal 9.504/97, art. 73, inciso VI, alínea “b”, bem como em observância aos disciplinamentos do Tribunal Superior Eleitoral, a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) informa a alteração nas diretrizes de divulgação durante eleições Majoritárias e Proporcionais, que tem efeito até o dia 7 de outubro, podendo ser prorrogado até 28 de outubro (2º turno).
O objetivo é evitar práticas de comunicação e publicidade vedadas pela legislação eleitoral e impedir o uso da máquina pública em favor de candidaturas, assegurando a igualdade de condições na disputa das eleições majoritárias de 2018.
A medida afeta a criação de sites, veiculação de notícias, publicações nas redes sociais institucionais (Facebook, Twitter e Instagram) e o canal UEMA TV no Youtube, como também site/páginas dos Campi, Programa Ensinar, UEMAnet, site/páginas das Assessorias, Pró-Reitorias, Programas de Pós-Graduação, Setores Administrativos, Núcleos, Departamentos e Laboratórios.
Em relação ao site institucional, permanecem as divulgações do SigUEMA, PAD, RAD, editais, avisos, concursos, seletivos, vestibulares e atos referentes às eleições para os cargos de reitor e vice-reitor. Não serão publicadas notícias sobre eventos institucionais (congressos, simpósios, feiras, palestras, etc) ou que contenham informações sobre recebimento e uso de recursos financeiros públicos.
Ficam assim vedadas as publicações que contenham nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades concorrentes ao pleito eleitoral 2018, conteúdos ou análises com juízo de valor sobre ações, políticas públicas, programas sociais e comparações entre gestões de governo. Também não é permitido divulgar ações de programas, eventos e setores da Universidade com respectivos logotipos.
Quanto aos perfis oficiais da UEMA nas redes sociais, novas publicações estão suspensas até o final do período eleitoral. Os comentários e a interatividade nas redes sociais também sofrerão restrições.
Além disso, candidatos e agente públicos concorrentes ao pleito eleitoral de 2018, estão sujeitas a restrições quando do comparecimento em eventos da instituição, não sendo registrados pelo cerimonial ou por pessoas da comunidade universitária durante pronunciamento.
UEMA

Em Codó, o Conselho Tutelar, com o apoio do governo Mais Avanço, Mais Conquistas, realizou o Arraial do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), com apresentações de Juninas e Bumba Boi. Na festa estavam presentes o prefeito Francisco Nagib, a primeira-dama, Agnes Oliveira, o secretário de governo João dos Plásticos, o Secretário de Agricultura, Araújo Neto, o vereador Pastor Max, entre outras autoridades que foram prestigiar o evento.

“Dia 13 de julho, o Estatuto da Criança e do Adolescente, importante ferramenta de proteção e combate às diversas violências aos quais estão sujeitos crianças e adolescentes, completa 28 anos. Para comemorar, tivemos o prazer de prestigiar o arraial do nosso Conselho Tutela de Codó e fazer a entrega de importantes bens para o melhor funcionamento da entidade. Parabéns ao deputado e ao prefeito Nagib pelo empenho em concretizar essa importante conquista que beneficiará nossas crianças e adolescentes”, disse o vereador Pastor Max.

O arraial do ECA, além de fomentar a cultura e a diversão, celebrou a conquista de kit administrativo e de um veículo novo, fruto de uma emenda parlamentar do deputado federal Everton Rocha, representado na ocasião pelo prefeito Nagib e a secretária de desenvolvimento social, Agnes Oliveira. “Sempre procuramos ir a Brasília em busca de melhorias e coisas boas para nossa cidade. e tivemos a oportunidade de estar no gabinete do deputado Weverton Rocha e solicitar um kit contendo um veículo, cinco computadores, uma impressora, refrigerador e bebedouro. Quero agradecer a Deus, o esforço do prefeito Nagib e a vontade política do deputado Weverton Rocha”, agradeceu.

A conquista por melhores recursos de trabalho é a realização de um sonho para os conselheiros tutelares de Codó e para todos os cidadãos que se preocupam com a luta pela proteção de crianças e adolescentes em Codó. Embora a prefeitura sempre disponibilizasse um veículo para o Conselho Tutelar, o prefeito Nagib sempre lutou para que a entidade conquistasse seu veículo próprio, feito conquistado com a ajuda do deputado Weverton Rocha. “A cidade de Codó foi presenteada com uma emenda do deputado Everton Rocha, que irá melhorar os serviços dessa entidade que cuida e protege nossas crianças, que precisam de todo carinho e atenção. Considero como um gesto de amor às nossas crianças”, finalizou o prefeito.

Ascom – PM

A Polícia Militar do Maranhão, através do 17º BPM garantiu a segurança do tradicional Arraial da Cidade de Codó, o evento aconteceu no período de 04 a 08/07 na Praça de São Sebastião e contou com uma estrutura de segurança capaz de inibir ações que atentassem contra a integridade física das pessoas que foram ao local.

Para garantir a segurança dos brincantes, foi montado um esquema, com o emprego de policiamento nas modalidades a pé e motorizado, o reforço de seguranças particulares, Guardas Municipais e pela primeira vez a presença do Corpo de Bombeiros Militar, distribuídos de forma estratégica nos principais pontos com patrulhas móveis.

Foram conduzidos apenas 9 pessoas à delegacia da cidade por estarem promovendo baderna dentro do arraial e uma arma de fogo tipo garrucha foi encontrada após uma abordagem a um suspeito. Com a finalidade de garantir a segurança no trânsito, a PM também intensificou a realização de blitzen, conseguindo atingir a meta de quase zerar o número de acidentes de natureza grava durante os festejos.

ASSCOM 17º BPM

A Prefeitura de Presidente Dutra, no Estado do Maranhão, anunciou novo Concurso Público que tem como objetivo o provimento de 1.031 vagas, sendo 413 imediatas e 618 para formação de cadastro de reserva.

As oportunidades são para candidatos de todos os níveis de escolaridades, onde os profissionais devem atuar nas Secretarias Municipais de Administração e Finanças; Assistência Social e Mulher; Saúde e Educação, nos cargos de Advogado (1); Agente Administrativo (46); Agente Comunitário de Saúde (5); Agente de Portaria (4); Agente de Posto (5); Agente Social (3); Assistente Social (6); Atendente de Consultório Odontológico (3); Auxiliar de Farmácia (3); Auxiliar de Nutrição (5); Auxiliar de Serviços Gerais (60); Bioquímico (2); Coveiro (1); Cozinheira (3); Cuidador (4); Dentista (3); Digitador do Cadastro Único (2); Educador Físico (1); Educador Social (6); Eletricista (2); Enfermeiro (15); Entrevistador do Cadastro Único (2); Facilitador de Oficinas (4); Fiscal de Obras e Posturas (1); Fiscal de Tributo (1); Fisioterapeuta (2); Médico Anestesiologista (1); Médico Cardiologista (1); Médico Cirurgião Geral (1); Médico Clinico Geral (7); Médico do PSF (6); Médico Ginecologista (1); Médico Pediatra (1); Médico Psiquiatra (1); Médico Ultrassonografista (1); Motorista (11); Motorista de Ambulância (8); Nutricionista (1); Orientador Pedagógico I (5); Orientador Pedagógico II (3); Pedagogo (1); Pedreiro (3); Procurador (1); Professor de Ciências (2); Professor de Educação Física (1); Professor de Filosofia (1); Professor de Geografia (2); Professor de História (2); Professor de Inglês (2); Professor de Língua Portuguesa (4); Professor de Matemática (8); Professor Pedagogo ou Magistério Superior (50); Psicólogo (3); Químico Ambiental (1); Recepcionista (15); Servente de Pedreiro (3); Técnico de Enfermagem (30); Técnico de Laboratório (2); Técnico de Laboratório em Citologia (1); Técnico de Radiologia (2); Técnico em Informática (1); Técnico em Segurança do Trabalho (1); Terapeuta Ocupacional (1) e Vigia (38). Vale ressaltar que há funções para pessoas com deficiência.

Os contratados vão cumprir jornadas de 24h a 40h semanais, com remunerações que partem de R$ 954,00 e podem chegar até R$ 15.000,00.

Para participar, os interessados precisam arcar com as taxas nos valores de R$ 90,00 a R$ 140,00 e se inscrever a partir das 10h do dia 22 de junho de 2018 a 23 de julho de 2018, pelo endereço eletrônico www.gabrielexcelencia.net.br.

Aqueles que tiverem as inscrições aceitas serão submetidos à Prova Objetiva, prevista para o dia 9 de setembro de 2018, seguido pela Análise Curricular, conforme determina o edital disponível em nosso site.

 

pciconcursos

No “Sala de Entrevista” de sexta-feira (13), quadro do Portal da Assembleia (TV Assembleia), a delegada Viviane Azambuja, coordenadora do Departamento de Feminicídio da Superintendência Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa, falou sobre as ações do órgão e registrou que continuam altos os números relacionados aos casos de mulheres agredidas ou mortas por homens no Maranhão.

A delegada assegurou que a Lei do Feminicídio, que entrou em vigor em 2015, veio para ajudar no combate à violência de gênero e está dando maior visibilidade às ações. Ela revelou que houve uma pequena redução no número de mortes este ano, em comparação com 2017. “No ano passado, foram 50 feminicídios e, agora, em 2018, já registramos 24, número ainda considerado elevado”, informou a delegada.

Mais de 90% dos casos referem-se à violência doméstica, conforme a delegada. “Infelizmente, em pleno século XXI, ainda impera o machismo, como se a mulher fosse uma propriedade. As mortes acontecem por ciúmes, pela não aceitação do fim do relacionamento por parte do companheiro, entre outros motivos”, exemplificou.

Viviane Azambuja frisou que é preciso investir na educação e na formação de uma nova sociedade, colocando o tema no calendário escolar. Ela informou que o Departamento, em parceria com a Delegacia da Mulher, combate esse tipo de crime em toda a região metropolitana de São Luís e desenvolve um trabalho preventivo, dando respostas positivas à sociedade.

O programa Portal da Assembleia foi apresentado pela jornalista Sabrina Aires e a entrevista completa da delegada, concedida ao jornalista Juraci Filho, está disponível no canal da TV Assembleia, no Youtube.

 

Waldemar Ter / Agência Assembleia

Vereadores e lideranças regionais recepcionaram a deputada em Campestre

Pavimentação e aquisição de máquinas e equipamentos foram os objetos de duas emendas destinadas pela deputada federal Luana Costa (PSC-MA) para o município de Campestre do Maranhão. Juntas, as duas emendas absorvem um milhão em recursos.
A parlamentar vem acompanhando o processo de liberação e aplicação dos recursos e comemora a parceria com prefeito de Campestre, Walmir Morais, em benefício do município. “Liberamos essas duas emendas que totalizam um milhão para investimentos em infraestrutura e estamos batalhando para conseguir liberar mais recursos para pavimentação em Campestre”, ressaltou a deputada.

Walmir Morais (prefeito de Campestre) e a deputada Luana Costa

No último domingo, Luana Costa esteve no município, onde foi recebida pelos vereadores Cláudio da Van, Raimundinha da Saúde e José Antonio (o Bia), que agradeceram o apoio e a atenção da parlamentar m prol da cidade de Campestre.
“A região tocantina precisa do olhar carinhoso da classe política para continuar se desenvolvendo e como representante da bancada maranhense no Congresso estou empenhada nesse processo”, disse Luana Costa.

Vereadores Bia, Raimundinha e Cláudio da Van recepcionaram a parlamentar durante visita a Campestre no último domingo

Se a ideia é deixar o bumbum durinho, as coxas definidas e a barriga sarada, o agachamento deve ocupar o topo da sua lista de exercícios praticados para melhorar a forma. Fácil de fazer em casa, no parque ou na academia, o exercício é daqueles que trabalham várias regiões do corpo ao mesmo tempo.

“Ele pode ser considerado um dos exercícios mais completos que existem, pois a composição dos músculos, articulações e tendões envolvidos é grande”, conta a professora de musculação Tatiane Cupertino, da EdgeLife Sports em São Paulo. Para executar o agachamento, no entanto, é preciso ter cuidado para não causar lesões, sobretudo nos joelhos e na coluna. Confira a seguir os benefícios desse exercício e as orientações de professoras para realizá-lo da forma correta.

“O agachamento trabalha quadríceps femural, glúteo médio, glúteo máximo, bíceps femural (posterior da coxa), abdominal e lombar”, explica a personal trainer Mariana Figueiredo, especialista em nutrição esportiva e treinadora da equipe de corrida Tropa de Elite, em São Paulo. Com pernas fortes e bumbum durinho, você protege a sua lombar e ganha mais equilíbrio ao se movimentar.

Trabalha até os braços

Braço - foto: Getty Images
Braço – foto: Getty Images

Se você acrescentar uma carga na parte superior do corpo, terá quase todo o corpo trabalhado durante o exercício. “Você pode elevar os braços, segurar uma bola com as mãos, usar barra nos trapézios, peso acima da cabeça, kettlebell etc”, sugere a professora de musculação Tatiane. Essa alternativa é ótima para quem tem pouco tempo para treinar e quer fazer exercícios que valem por vários outros de academia de uma só vez.

Maior facilidade para tarefas diárias

Tarefas do dia a dia - foto: Getty Images

Tarefas do dia a dia – foto: Getty Images

Com a cintura trabalhada, você tem mais versatilidade para se movimentar com equilíbrio no dia a dia. “Já as pernas fortes facilitam o sentar e levantar de uma cadeira ou sofá, por exemplo”, conta a professora Tatiane. Por isso, o agachamento é indicado tanto para quem quer definir melhor o corpo quanto para quem pretende apenas manter um condicionamento físico ideal para realizar tarefas cotidianas.

Melhora a capacidade cardiorrespiratória

Corrida - foto: Getty Images
Corrida – foto: Getty Images

Como todo bom exercício físico realizado de forma correta, o agachamento permite uma expansão torácica durante a sua realização. “Como resultado, há melhora da capacidade respiratória e benefícios ao sistema cardiovascular”, conta Mariana Figueiredo. Mas é importante que você faça o movimento de forma correta: inspire ao flexionar os joelhos e expire ao se levantar.

Diminui problemas de coluna

Dor nas costas - foto: Getty Images
Dor nas costas – foto: Getty Images

“Ao ter coxas e pernas mais fortes, não solicitamos tanto os músculos da zona lombar e da cintura”, explica Tatiane Cupertino. Com os glúteos trabalhados de forma mais intensa e em amplitude total, também ficamos com a bacia alinhada e uma melhor postura da coluna. O resultado são menos dores nas costas causadas por má posição do corpo durante o dia.

Melhorar a postura em geral

Coluna vertebral - foto: Getty Images

Coluna vertebral – foto: Getty Images

Além de proteger a lombar, o agachamento força com que você trabalhe o seu equilíbrio, uma vez que você não usa aparelhos de academia que servem de apoio. “Ao segurar uma barra à sua frente durante o exercício, você também impede que o seu tronco se flexione, ou seja, a coluna não se curva para a frente e as costas ficam sempre eretas”, acrescenta a personal trainer Mariana.

Como realizar

Agachamento- foto: Getty Images
Agachamento- foto: Getty Images

Mariana Cupertino dá o passo a passo e os cuidados para evitar lesões no joelho ou na coluna:

– Deixe os pés afastados na linha dos ombros;

– A postura precisa estar ereta e você deve olhar sempre para frente;

– Faça um agachamento na amplitude máxima do movimento (como se você se sentar em uma cadeira), mas sem tirar os calcanhares do chão e mantendo o abdômen contraído;

– Jamais deixe o seu joelho ultrapassar a linha das pontas dos pés;

– Volte à posição inicial, expirando o ar ao realizar esse movimento.

Ao acrescentar pesos e objetos nos membros superiores, cuidado com a carga usada para não sobrecarregar demais a coluna. Se o objeto for pesado a ponto de fazer você arredondar as costas, curvando-a para frente, é melhor diminuir a carga.

A Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) terá que ressarcir um consumidor por causa de uma cobrança indevida de seguro, que vinha embutida na conta de luz. Na ação de natureza indenizatória, a cliente sustentou a ocorrência de cobranças do seguro Vida Premiada, embutidas nas faturas de energia, sem sua autorização ou contratação de tal serviço, pelo que alegou transtornos morais e prejuízos materiais. A sentença é do Poder Judiciário da Comarca de Lago da Pedra.

A sentença reconheceu a aplicabilidade das normas do Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.079/90), por se tratar de uma relação consumerista, tendo  a Companhia Energética como fornecedora de serviços. Para a Justiça, neste caso, caberia à parte requerida o ônus de provar a existência de fato impeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor, frisando que no processo a defesa não está acompanhada de qualquer prova documental e/ou audiovisual que demonstrem ter sido a autora aquela que efetivamente contratou e/ou se beneficiou dos serviços questionados.

O Judiciário entendeu que, no caso em apreço, caberia à empresa CEMAR apresentar provas de que o serviço foi autorizado pelo cliente, o que não fez, mesmo possuindo o ônus da prova, não comprovou o consentimento da cliente na contratação do serviço Vida Premiada. “Afasta-se a alegação de que a requerida estava atuando em exercício regular de direito, haja vista inexistir qualquer contrato ou outra prova que pudesse tornar a cobrança legítima, devendo a requerida ser responsabilizada pelos contratos que firma, pelas cobranças que promove e pelos demais riscos inerentes à atividade econômica, resguardando-se de agir de forma a privilegiar somente o lucro, devendo agir com maior diligência nos casos futuros”, relata a sentença.

Sobre o pedido de indenização por danos materiais, a Justiça entendeu que merece acolhimento, pois foi reconhecida a ilegalidade dos descontos, tendo direito a parte autora à devolução em dobro das quantias indevidamente descontadas dos seus proventos. Em conformidade com as faturas anexadas ao processo, a parte autora comprovou o pagamento do referido serviço sem a sua contratação desde o período de Junho a Outubro de 2017, consubstanciando 5 (cinco) parcelas do valor de seguro.

“O dano, no caso concreto, é resultante da falha operacional da concessionária, prescindido de qualquer comprovação da repercussão surtida no psiquismo do lesado, pois a simples consignação é suficiente à configuração do dever de indenizar. Quanto ao montante da indenização do dano moral, cabe a regra de que a quantia deva ser suficiente para reparar o mal sofrido, sem propiciar enriquecimento sem causa à parte autora, além de atender ao caráter pedagógico da condenação”, frisou a sentença.

Por fim, CEMAR foi condenada a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) e, por fim, determinar que a requerida cancele a cobrança do serviço de Vida Premiada, no prazo de 15 dias, sob pena de multa de R$ 100,00 (cem reais) a cada cobrança indevida realizada até o limite de R$ 2 mil.

 

Fonte: Werbeth Saraiva

1 2 3 4 5 74
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com