Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

POR JACINTO JÚNIOR: Combater uma ilusão política é necessário para libertar Codó

JACINTO JÚNIOR

COMBATER UMA ILUSÃO POLÍTICA É NECESSÁRIO PARA LIBERTAR CODÓ

Nossa cidade tem sido palco de uma intensa batalha entre os representantes da classe burguesa na perseguição ao comando político central: o Paço Municipal.

Após conquistar o Paço Municipal – aqui, cabe um esclarecimento sobre os efeitos negativos que recaem sobre os ombros da sociedade civil organizada que, automaticamente, é posta ‘debaixo do tapete’ e solenemente torna-se um elemento invisível ante o olhar do novo gestor – seja ele qual for -, pois, sempre é um membro da seleta burguesia; e, isto, traduz de forma sistêmica o padrão cultural que permeia a vida do povo social e politicamente; ou seja, apesar de haver uma alternância no poder de uma figura para outra, o ponto central de todo esse processo político permanece inalterado: as péssimas das condições de vida do povo – o discurso de cunho desenvolvimentista perde força e é substituído por um deplorável engessamento social, onde nada funciona, é visível o papel da tecnoburocracia para realizar uma ação que venha beneficiar a comunidade quando o critério é res pública. E é inacreditável como os fidalgos exercem o poder administrativo em plena alvorada do século 21! É de nos causar náuseas! Suas enfadonhas e repetitivas falas nos horrorizam em se tratando de mudanças! Simplesmente, são hipócritas e altamente insensíveis! Não são populares, não têm o cheiro do povo e, por isso, detestáveis!

Diante dessa frontal realidade sócio-histórico-político-cultural questionamos:

  • Até quando o cidadão comum codoense suportará, passivamente, esse método ultrajante e profundamente excludente?
  • Será que, em algum momento de nossa história, ocorrerá um ‘levante’ popular real, verdadeiro e independente que construa novos caminhos distantes do das elites seletivas que, comprovadamente, não são voltados para a comunidade?
  • Por que as políticas públicas são tão difíceis de serem implementadas já que em sua maioria são políticas elaboradas pelo governo federal e o gestor municipal tem só que executar?
  • Por que o gestor público – aquele cidadão – eleito pela comunidade sempre contraria sua vontade, como é o caso das contas públicas? Por que há tanta resistência por parte do gestor em tornar transparente essas informações?
  • Por que a Alimentação Escolar não é oferecida conforme demanda sua legislação especifica? Atualmente, é de péssima qualidade!
  • Por que o gestor não investe na infraestrutura das escolas para, assim, dinamizar o processo ensino-aprendizagem – investir na educação não é apenas reformar a escola com pintura nova, climatizar uma ou duas escolas e etc., o ponto elementar é tornar eficiente o ensino e, para isso, é imprescindível a valorização do Magistério Público – na aquisição de suplementos de informática, na construção e conservação de quadras poliesportivas, bem como construir bibliotecas e laboratórios para desenvolver o pensamento crítico e científico do educando?

O poder político é a síntese de um processo significante que deve revolucionar a cultura, o modo de operar a gestão pública e, sobretudo, transformar o retrógado cotidiano histórico num novo ciclo de desenvolvimento social amparando o maior símbolo da cidade: o povo.

Quando evoco a necessidade de se trazer as bandeiras de luta transformadora o faço com a convicção de incutir na mente de cada cidadão a tentativa de restituir sua inquietação e seu inconformismo, para enquadrá-lo no conceito máximo de cidadania. Uma sociedade pode ser uma vez enganada, porém, jamais se permitirá a reprodução desse engodo, seria uma facada em si mesma, pondo-a em desvantagem em relação ao principal oponente: o gestor público tornado seu inimigo comum.

Ora, a sociedade civil organizada carece de forma permanente de um alimento que a fortaleça, e nessa linha de raciocínio, os representantes da classe burguesa conhecem essa necessidade – a esperança de dias melhores com um novo membro da elite conduzindo o poder político – e é ai que ela constrói seus discursos em conformidade com essas necessidades identificadas. E que necessidades são essas? Basicamente, a perspectiva de dias melhores, porém, isso, na realidade acaba se tornando um pesadelo para a própria coletividade, devido às mentiras disseminadas pelos representantes da classe burguesa quando se apropriam do Paço Municipal, negando-lhes todas as possibilidades de crescimento – educacional, intelectual, moral, ético e econômico – enquanto construtores de uma pseudocidadania.  

Quando olhamos para a atual conjuntura político-social nos deparamos com essa estratégia desfigurante. Temos uma gestão enquadrada na concepção de um discurso pautado na convergência de um governante competente e absolutamente novo! E o resultado é que nossa cidade está sofrendo, está acoelhada, humilhada e oprimida! A novidade tornou-se obstáculo, o desenvolvimento emperrou-se nas entranhas da leviandade e a qualidade de vida do cidadão(ã) espatifou-se no chão encharcado de lodo!!   

O discurso da novidade perdeu seu conteúdo e seu brilho quando o ‘novo’ governante se deparou com a estrutura de poder e percebeu que o espírito da res pública em nada se compara com o inveterado espírito boêmio do espectro privado. Há, logicamente, uma distinção, uma contradição na forma/maneira de se administrar uma e outra. E isto tem causado sistematicamente o atraso, a pauperização social e produzido uma insatisfação popular indesejada sobre o modelo político conjugado aos interesses da burguesia.  

A venda da doce ilusão política para a sociedade civil de que o jovem competente empreendedor e ‘novo político’ seria uma troça renovada, hoje, entretanto, ela reconhece o grave erro que cometera, tem consciência social e politica de que não vai repeti-lo; por mais que se esforce o ‘jovem competente’ empreendedor, o ‘novo político’, de que fará uma futura gestão essencialmente desenvolvimentista; uma cidade para os codoenses não haverá credibilidade popular para sustentar seu discurso eivado de engodo.

Codó precisa pensar numa lógica diferente. O centro gravitacional dessa lógica política distintiva seria uma tática que marcasse profundamente o afastamento do povo sobre a influência do discurso pomposo dos representantes da classe burguesa de que os mesmos são os verdadeiros ‘oráculos’ a decifrar (desmistificar) os mistérios da pobreza, da miséria social e o desemprego; quando na realidade, são esses mesmos atores políticos que engendraram historicamente e continuam engendrando a fabulosa miséria social, a indizível fome e a pobreza marginal. O povo precisa pôr abaixo sua indignação, condição essa fundamental para restituir sua cidadania e, paralelamente, enxotar esses representantes da classe burguesa de sua vida e recomeçando seu sonho apostando alto em outros atores políticos desvinculados da classe burguesa. O discurso da ilusão política vendido à sociedade civil organizada como a grande alternativa para a retomada do crescimento de Codó virou pó, e todos nós estamos vendo!

               

Internauta repudia atitude de enfermeira que errou teste de HIV de estudante universitária em Codó

Após reportagem da TV Mirante nesta terça-feira (11), sobre uma enfermeira que errou teste de HIV da jovem universitária Francisca Nayara de 27 anos em um posto de saúde de Codó, o caso ganhou grande repercussão no município e principalmente nas redes sociais, onde o irmão da universitária deixou seu repúdio em seu facebook à enfermeira que registrou um BO (boletim de ocorrência) contra sua irmã. Veja a publicação do internauta:

Esquadrão Águia com apoio da Força Tática prendem casal com arma de fogo e motocicleta roubada em Codó

A equipe do ESQUADRÃO ÁGUIA, com o apoio da equipe FT, efetuou a prisão de um casal que estava de posse de uma arma de fogo, e uma motocicleta com registro de roubo/furto. A prisão aconteceu durante rondas de rotina realizada pela equipe nas ruas do bairro, quando avistaram um casal em uma motocicleta com uma bolsa, onde aparentava ter uma arma de fogo longa. Após uma averiguação na bolsa, foi encontrada uma arma de fogo tipo espingarda calibre 36, juntamente com chumbo, pólvora, 02 espoletas e uma pequena quantidade de bucha, material utilizado para municiar espingardas.

Após consulta ao chassi do veiculo utilizado pelo casal, constatou-se que apresentava registro de roubo/furto. Questionada sobre a origem da motocicleta, Neuza informou que o veículo foi roubado, mas havia sido recuperado. A conduzida não apresentou nenhuma documentação referente ao veiculo e nenhuma documentação pessoal.

Diante da situação ambos foram conduzidos para a 4° delegacia de policia para que sejam tomadas as providências necessárias.

ASSCOM 17° BPM

Governo e Unicef discutem prioridades e plano de ação para 2019

O governador Flávio Dino recebeu, na manhã de segunda-feira (10), a coordenadora do território Amazônia pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Anyoli Sanabria López, para discutir as prioridades e ações que as entidades podem trabalhar em regime de colaboração para o ano de 2019.

De acordo com o secretário de Estado de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, o Governo do Estado e Unicef definiram prioridade para políticas de educação, para garantir que todas as crianças e adolescentes tenham acesso à escola; e saúde, principalmente no combate à mortalidade infantil.

“O Unicef parabenizou o Governo do Maranhão pelos programas que tem desenvolvido em torno da temática da infância e adolescência e apresentou as prioridades para 2019, para ver o que podemos colaborar juntos, sobretudo no enfrentamento à mortalidade infantil, combate à violência sexual contra crianças e adolescentes e ações conjuntas de redução de mortalidade entre jovens”, assegurou Francisco Gonçalves.

Para Anyoli Sanabria, a estratégia do Unicef é trabalhar com mais ênfase nos municípios prioritários, que apresentaram os menores indicadores e precisam de mais ajuda para movimentar os índices positivamente.

“Estamos focando para desenvolver capacitações nesses municípios, para providenciar ferramentas, como a Busca Ativa Escolar – que ajuda a combater a exclusão escolar -, boas práticas para trajetória de sucesso escolar, e um conjunto de outras ferramentas que o Unicef pode disponibilizar”, garantiu Anyoli Sanabria.

Segundo a coordenadora, Unicef e Governo do Maranhão trabalharão conjuntamente em campanhas de mobilização e comunicação sobre direitos humanos. “Queremos, em parceria com a Sedihpop, fazer campanhas contra o trabalho infantil, casamento precoce, e a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes”, disse.

Também acompanharam a reunião o secretário de políticas públicas, Marcos Pacheco, e a coordenadora do escritório da Unicef em São Luís, Ofélia Ferreira.

Governo do Maranhão

Preso homem que invadiu loja e abusou sexualmente de funcionária em São Luís

Yago Menezes Marreiros será encaminhado nesta terça (11) para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

A polícia prendeu na noite de segunda-feira (10) Yago Menezes Marreiros, de 26 anos, que invadiu uma loja e abusou sexualmente uma funcionária, no bairro Cohama, em São Luís. O ato criminoso aconteceu na manhã desta segunda.

Segundo Edmarine Chagas Costa, delegada titular da Delegacia Especial da Mulher, na capital, Yago Menezes estava escondido na residência de um conhecido situada no bairro Ipase quado foi surpreendido pela polícia. O

No local, os policiais encontraram uma quantidade de entorpecente. Além de Yago Menezes, a polícia também prendeu Ednaldo Silva, que também teria participado da ação criminosa na manhã de segunda.

Yago Menezes e Ednaldo Silva foram encaminhado nesta terça para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Yago Menezes Marreiros vai responder pelos crimes de roubo, tráfico de drogas e por estupro.

G1

Secretário da Fazenda garante pagamento em dia dos servidores estaduais

O secretário de Estado da Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves, afirmou que os salários dos servidores estaduais em 2019 (conforme tabela a ser divulgada) será pago em dia e que o 13º salário deste ano será pago a partir da próxima quarta-feira (12). A afirmação foi feita durante a participação do secretário no quadro “Sala de Entrevista”, no telejornal Portal da Assembleia, na tarde desta segunda-feira (10). 

Segundo o secretário, o pacote de medidas fiscais aprovado pela Assembleia na semana passada é, efetivamente, um pacote anticrise. “De forma prudente, buscando preservar e ampliar as receitas e os investimentos públicos e a geração de emprego e renda, o governador decidiu propor esse pacote”, esclareceu.

Marcellus Ribeiro disse que as incerteza em relação a 2019 justificam o pacote anticrise, dentre elas, a continuidade da queda de arrecadação, por intermédio do Fundo de Participação dos Estados (FPE),  com a anunciada unificação das alíquotas do imposto de renda (IR), em torno de 20%, e as perspectivas de venda de reservas cambiais do Brasil, ou seja, a venda da poupança brasileira em dólar, e não no patamar que está hoje, de R$ 3.90, mas de R$ 5,00, o que elevaria o custo com pagamento de empréstimo contraído junto ao Bank of América.

“Desde 2015 que vivemos uma queda contínua nas transferências constitucionais (FPE). Nossas perdas acumuladas já atingem a cifra de 1,5 bilhões. Vivemos a pior crise econômica desde 1929. A unificação das tarifas do IR implicaria uma queda brutal em nossas receitas e a possível venda de nossas reservas cambiais, um aumento considerável de nossas despesas. Por isso, a necessidade das medidas fiscais constantes no pacote anticrise”, ressaltou Marcellus Ribeiro.

Benefícios do pacote anticrise

Ele destacou alguns benefícios como, por exemplo, a redução do ICMS para mais de 100 mil pequenas e microempresas, que são as que mais geram emprego e renda; a redução do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de veículos de até 110 cilindradas e a implantação do programa “Cheque Cesta Básica.

“Estamos beneficiando mais de 100 mil pequenas e microempresas e em torno de 75 mil pessoas que são proprietários desse tido de veículo, além de mais de 2 milhões de famílias com o programa ‘Cheque Cesta Básica’”, frisou.

De acordo com Marcellus Ribeiro, o programa “Cheque Cesta Básica” consiste na devolução aos contribuintes de menor renda de todo o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS), incidente sobre os produtos da cesta básica. Isso estimula a produção e ajuda a quem mais precisa, ou seja, aquelas pessoas com menor poder aquisitivo.

“Agradecemos imensamente a sensibilidade dos deputados em aprovarem as propostas do pacote anticrise. É muito importante o equilíbrio fiscal para o cidadão, pois ele garante que o Estado possa cumprir com suas obrigações. Sem equilíbrio fiscal, podemos viver a triste situação de alguns estados, que não têm cumprido com suas obrigações como, por exemplo, a de pagar em dia seus servidores e fornecedores”, concluiu.

Ribamar Santana

Visite a Clínica Odontológica Dr. Alfredo Magno e tenha um sorriso brilhante

Em novas instalações e novo endereço, a Clínica Odontológica Dr. Alfredo Magno conta com uma equipe de profissionais experientes e altamente capacitados oferecendo serviços de restauração, profilaxia/limpeza, tratamento de canal, radiografia, cirurgias, clareamento dental, exodontias/extrações, coroas, próteses e implantes, com parcelamento no carnê próprio da clínica, emergências odontológicas a qualquer hora do dia, descontos à vista e aceitamos todos os cartões de crédito.

A Clínica Odontológica Dr. Alfredo Magno oferece um ambiente moderno para seu conforto e comodidade com ambiente wifae, TV, e aquela água gelada. Nossas salas são equipadas com melhores equipamentos odontológicos.

Faça-nos uma visita. Nosso endereço: Rua Professor Fernando de Carvalho n° 1672, centro – Codó.
Telefone para contato: (99)9-36617825
WhatsApp (99)9-8807-4469.

‘Jornada Lula Livre’ marca Dia Mundial dos Direitos Humanos nas redes

Agradecimentos emocionantes, fotos com Lula em diversas regiões do país, memes, cards, vídeos, áudios, denúncias de violações dos direitos humanos e a leitura de cartas para o ex-presidente foram destaques no tuitaço feito nesta segunda-feira (10) que marcou o início da #JornadaLulaLivre e chegou a ser o segundo assunto mais falado na rede no país. Só perdeu para o anúncio pago de uma imobiliária.

O objetivo da jornada é estimular organizações, movimentos sociais e sindical de todo o país a se mobilizar até que Lula seja solto, denunciando a arbitrariedade da prisão política do ex-presidente, mantido preso político desde 7 de abril, na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Lula foi impedido de se candidatar e seu algoz, o ex-juiz Sérgio Moro, foi recompensado com o cargo de ministro no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

“Temos que falar para o mundo todo, todos os dias, em todos os fóruns, sobre a prisão política de Lula. A jornada Lula Livre só vai acabar quando o presidente for solto”, afirmou o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Lula foi o melhor presidente da história deste país e mudou a vida de milhares de trabalhadores e trabalhadoras no Brasil. Lutar pelos direitos humanos do presidente é lutar pelos direitos humanos de toda sociedade- Vagner Freitas

Anônimos e autoridades militaram virtualmente em defesa da liberdade de Lula durante todo o “Dia Internacional dos Direitos Humanos”, que marca os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Para o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, o momento é de unir esforços entre os movimentos sociais, entidades e cidadãos comprometidos com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que hoje completa 70 anos, para lançar a Jornada Lula Livre por liberdade para o presidente Lula.

“Precisamos restabelecer os direitos humanos de Lula e vamos lutar por isso. Nesse sentido, precisamos conclamar todas e todos que militam na área dos direitos humanos ou que simplesmente entendem que a prisão de Lula é injusta, para engajar conosco nessa Jornada em defesa da liberdade e da democracia”.

Sem data para terminar, a #JornadaLulaLivre foi uma iniciativa do Comitê Nacional Lula Livre, junto aos mais de 80 movimentos da Frente Brasil Popular, entre elas, CUT, MST, MTST, UNE e CPM.

Lula preso significa o povo mais pobre preso, significa que não existe justiça e nem democracia. Precisamos juntos lutar contra essa prisão política- Paulo Okamoto

A prisão política de Lula é reconhecida internacionalmente, como mostram as visitas de personalidades do mundo inteiro que, ao longo dos últimos oito meses denunciaram a injustiça e prestaram solidariedade ao ex-presidente, entre eles o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, o assessor especial do papa Francisco e de celebridades como Chico Buarque, Martinho da Vila e o ator e ativista americano Denny Glover.

#JornadaLulaLivre offline

Além das redes, a #JornadaLulaLivre também será marcada por atos políticos e inter-religiosos, manifestações, audiências públicas, panfletagens, seminários, debates e outras atividades com o objetivo de denunciar a prisão injusta e política de Lula.

Os Metalúrgicos do ABC, junto com a Fundação Perseu Abramo, promovem nesta segunda-feira (10) o Ato Internacional Lula Livre, a partir das 18h30, na sede do Sindicato, em São Bernardo do Campo.

A atividade integra a programação da Conferência Internacional em Defesa da Democracia, promovida pela Fundação, que acontece em São Paulo nos dias 10 e 11 de dezembro, e tem o objetivo de denunciar e lembrar a prisão política do ex-presidente Lula, considerada um exemplo de desrespeito à legislação garantidora dos direitos humanos.

“O ato tem tudo a ver com essa data. Quando celebramos a Declaração Universal dos Direitos Humanos temos de apontar a situação do ex-presidente Lula, preso de forma arbitrária, antes que fosse julgada a totalidade de seus recursos”, ressalta Carlos Caramelo, diretor do Sindicato.

Declaração dos Direitos Humanos

 A Declaração dos Direitos Humanos nasceu, em 1948, logo após o final da Segunda Guerra, com objetivo de lembrar e impedir outro Holocausto. É o documento mais traduzido do mundo, disponível em mais de 500 idiomas, de acordo com a Organização das Nações Unidas. Os direitos humanos incluem o direito à vida e à liberdade, à liberdade de opinião e de expressão, o direito ao trabalho e à educação, sem discriminação.

Instituto Lula