Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Profissionais da saúde participam do 4º Seminário da Saúde Mental

Mais de 100 profissionais de saúde participaram do 4º Seminário da Saúde Mental, nesta quarta-feira (24), no Hospital Nina Rodrigues, em São Luís. O encontro debateu o tema “Quando é você quem cuida, quem cuida de você?”.

O diretor do Hospital Nina Rodrigues, Ruy Cruz, ressalta a importância do cuidado e acolhimento voltados para os profissionais que atuam na assistência às pessoas com necessidades específicas em saúde mental.

“Conversar sobre a saúde de quem está ali todo tempo cuidando dos outros é um ato de amor e zelo que a coordenação do Hospital Nina Rodrigues tem com o corpo de profissionais. Não é fácil chegar à unidade e ter de deixar de lado os problemas pessoais e tratar os problemas dos pacientes, é preciso estar bem e pleno para exercer tal atividade. As formas de obter este estado de saúde mental é o que estamos aqui abordando como forma de prevenção a qualquer intercorrência durante um atendimento”, explicou Ruy Cruz.

A coordenadora de Psicologia do Hospital Nina Rodrigues, Lucilene Castro, afirmou que o seminário é uma estratégia de atenção das necessidades dos profissionais que atuam na área da saúde mental da unidade.

Lucilene Castro explicou que o seminário é uma estratégia de atenção às necessidades dos profissionais. (Foto: Vitor Jordan)

“O profissional muitas das vezes já chega para trabalhar com algum problema pessoal ou familiar e recebe toda a carga psicológica do paciente que precisa ser tratado e acaba sendo atingido. Então, este profissional precisa estar bem para promover o bem-estar ao paciente. E para ter esta saúde mental do profissional é que estamos aqui discutindo a importância dele se abrir e mostrar seus reais dramas e entender que não são super seres humanos”, informou a coordenadora.

O psicólogo Dalmácio Barros destacou a importância do diálogo durante o seminário. “Se eu não estou bem para tratar alguém, o meu trabalho fica fragilizado e exposto a equívocos. É necessário o entendimento para todo o profissional de saúde, em especial, em saúde mental, que o ‘Eu interior’ recorre constantemente de cuidados para depois tratar os outros ‘Eus’ no mundo exterior”, disse.

Sobre o Seminário

A programação do 4º Seminário da Saúde Mental contou com cinco palestras, dentre elas: a Política de Humanização Profissional proferida pelo secretário de Estado de Articulação das Políticas Públicas, Marcos Pacheco; e orientações sobre a Síndrome de Burnout e como evitar proferida pela psicóloga Lucilene Castro.

 

Fonte: http://www.ma.gov.br

Aprovado PL de Zé Inácio que garante meia passagem no transporte aquaviário

O Projeto de Lei 124/2018, de autoria do deputado estadual Zé Inácio (PT), que garante meia passagem a estudantes no transporte aquaviário intermunicipal do Maranhão, foi aprovado nesta terça-feira (23), durante a ordem do dia na Assembleia Legislativa.

Com o projeto, estudantes que apresentarem a carteira dentro do prazo de validade emitida pelas organizações estudantis, terão direito à meia passagem, com desconto de 50% sobre o valor do bilhete de passageiro. Os estudantes devem estar regularmente matriculados em estabelecimentos de ensino, público ou privado (fundamental, médio, técnico, supletivo e superior, graduação e pós-graduação), no âmbito do Maranhão. A meia passagem valerá para todos os dias, incluindo feriados.

Para o deputado Zé Inácio, o projeto é mais um benefício à classe estudantil maranhense. “Em nosso mandato, umas das lutas é em prol da juventude e esse projeto vem a beneficiar milhares de estudantes que utilizam o transportes aquaviário, principalmente os que precisam se deslocar com frequência para a Baixada Maranhense”, disse.

Se a Lei for descumprida, acarretará às operadoras de serviços de transporte aquaviário intermunicipal infratoras multa diária de R$ 5 mil, com aplicação em dobro nos casos de reincidência. 

O projeto seguirá para sanção governamental e entrará em vigor na data de sua publicação. 

 

Assecom 

Bolsonaro tem Israel como modelo e prepara mudanças na política externa

Jair Bolsonaro. (Foto: Divulgação)

As propostas de Jair Bolsonaro (PSL) para a condução da política externa a partir de 2019 marcam um grande distanciamento com o que foi feito nos anos de Lula e Dilma, em grande parte mantido por Michel Temer.

O plano de governo registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e as declarações do capitão reformado destacam uma aproximação com países mais ricos, principalmente os Estados Unidos.

Bolsonaro propõe um “Novo Itamaraty”, o que resultaria em mudanças no Ministério das Relações Exteriores. O pesselista afirma que, caso seja eleito, o Brasil deixará de “louvar ditaduras assassinas e desprezar ou mesmo atacar democracias importantes, como EUA, Israel ou Itália”. Em seus programas de televisão também citou o Japão como um dos modelos a ser seguido, em especial na educação.

Israel

Em diferentes ocasiões, Bolsonaro citou Israel como um país modelo, lembrando que é altamente desenvolvido apesar das limitações naturais. “Olha o que eles têm e o que eles são. Olha o que nós temos e o que somos”, comparou.

Também afirmou que vai transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém assim que assumir o cargo. O país seria seu primeiro destino em uma viagem internacional na condição de presidente.

Um de seus objetivos declarados seria buscar tecnologia israelense para transformar as regiões áridas do Nordeste brasileiro, que tem condições climáticas similares ao israelense.

“Tive uma reunião com o embaixador de Israel, eu confio nele e eles confiam em mim”, garantiu. Destacou ainda que, ao visitar a Terra Santa em 2016, pôde conhecer de perto os avanços tecnológicos disponíveis por lá que não são utilizados no Brasil e poderiam, inclusive, acabar com a seca que aflige várias regiões.

Ao mesmo tempo, afirma que não reconhece a Palestina como país. Ao jornal “O Globo”, destacou: “Essa embaixada palestina sairia dali. A Palestina é país? Nada contra o povo palestino. Quando estive em Israel, conversei com muitos palestinos, porque trabalham, ganham quatro vezes mais do lado de cá. Palestina não é um país”.

Em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou o reconhecimento do Estado Palestino como país independente. Ele era próximo do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas.

Atualmente, a ONU trata a Palestina como um “membro observador”, mas que não tem o reconhecimento de todos os países membros do órgão.

Rompimento com a Venezuela

Em entrevista recente, Bolsonaro declarou que o Brasil deve se afastar da Venezuela e que o país não pode admitir “essa ideologia” em seu território.

“O Brasil não pode ser um país de fronteiras abertas. A questão de acolhimento de venezuelanos é uma coisa. Acredito que você poderia buscar a ONU para que crie campos de refugiados para atenuar esse problema deles e da população”, disse em 24 de agosto, segundo o jornal O Globo.

O que diz o Plano de Governo

Vários trechos da proposta oficial da chapa PSL-PRTB são contundentes sobre as relações exteriores.

“A estrutura do Ministério das Relações Exteriores precisa estar a serviço de valores que sempre foram associados ao povo brasileiro. A outra frente será fomentar o comércio exterior com países que possam agregar valor econômico e tecnológico ao Brasil.”, diz um trecho.

O texto também afirma: “Deixaremos de louvar ditaduras assassinas e desprezar ou mesmo atacar democracias importantes como EUA, Israel e Itália. Não mais faremos acordos comerciais espúrios ou entregaremos o patrimônio do Povo brasileiro para ditadores internacionais.”

Fonte: Gospel Prime

Em Caxias, SAMU comemora 13 anos de serviços prestados aos caxienses e realiza blitz educativa

Na manhã dessa terça-feira (23) foi comemorado o aniversário do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Caxias (SAMU) que completou, dia 1º deste mês, 13 anos de serviços prestados à população caxiense.

O SAMU também é responsável pelo trabalho de regulação que atende a nove cidades da microrregião de saúde.

Pela manhã, uma solenidade foi realizada com a presença da direção; funcionários; crianças do Projeto Samuzinho; segurança municipal, estadual e federal, além da diretora do Hospital Geral Municipal, Maria do Rosário, que na oportunidade esteve representando o prefeito Fábio Gentil.

Logo depois, todos seguiram para a Praça Dom Luís Marelim, onde foi realizada uma blitz educativa com a equipe do SAMU, Guarda Municipal, Agentes de Trânsito, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal. Foram distribuídos panfletos sobre as leis e medidas de segurança no trânsito.

Lindomar Rocha, chefe da Delegacia da PRF em Caxias, frisou que hoje o SAMU é um dos principais parceiros e tem um serviço imprescindível em todos os municípios.

Para os colaboradores, o trabalho desenvolvido é de extrema importância para a sociedade.

“Foi um aprendizado. Comecei com receio de não conseguir desenvolver, mas hoje aprendi muito e não largo o SAMU por nada. É a minha segunda casa”, lembrou Marcos Santos, coordenador de frota.

Ao final das atividades, os representantes dos órgãos de segurança reuniram-se com a diretora do SAMU, Rita Paz, e alinharam parcerias.

“Estamos levando a blitz educativa com prevenção e educação no trânsito. Discutimos estratégias e falamos sobre a descentralização e expansão do atendimento, reduzindo o tempo resposta e fortalecendo a parceria com esses comandos”, explicou a diretora.

Fonte: http://caxias.ma.gov.br

Professora Gessy Veras recebe menção honrosa durante solenidade de abertura da Semana Municipal de Ciência e Tecnologia

Durante a solenidade de abertura da Semana Municipal de Ciência e Tecnologia realizada nesta terça-feira (23), na praça de São Sebastião – (praça FC), com a presença de autoridades, servidores do município e convidados, o prefeito Francisco Nagib entregou menção honrosa à diretora Gessy Veras pelos relevantes serviços prestados na educação do município.

A homenagem é resultado de reconhecimento aos gestores municipais de educação representados pela professora e gestora Gessy Veras da Escola Estevam Ângelo destacando-se em algumas ações importantes como a alfabetização para professores.

“Muito agradecida a Deus por nos possibilitar está a serviço de uma comunidade muito especial, uns tão carente de cuidados, outros de orientação, então toda honra e glória é dada a Ele. E esta Menção Honrosa é estendida a toda comunidade escolar da UIME Estevam Ângelo de Sousa pela parceria e por acreditar que podemos fazer um trabalho diferenciado a cada dia, tentando minimizar essas desigualdades sociais. E também a todos os gestores que fazem a diferença na vida desse aluno sofrido e tão merecedor de nossos cuidados. Parabéns a todos nós que fazemos a Educação de Codó. Obrigada a todos pelo reconhecimento ao gestor escolar. prefeito Nagib, Secretário de Educação Paulo Buzar, Comissão Técnica da SMCT Raquel Pinho e Deusimar Serra e demais colaboradores da SEMCTI. Obrigada especial ao Cícero Barros por lembrar de uma formação em alfabetização ofertada por nossa gestão no polo Barracão no ano de 2004.”, destacou a gestora Gessy ao blog do Leonardo Alves.

Foto: Ascom PMC.

Haddad cita versículo inexistente no Roda Viva

O candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, tem recorrido a um discurso “mais cristão” desde o 12 de outubro, quando participou de uma missã em São Paulo. Contudo, deixa claras evidências que não possui intimidade com esse tipo de questão.

O caso mais recente de seu atrapalho com temas religiosos deu-se durante a entrevista concedida ao programa Roda Viva desta segunda-feira (22). No último bloco, questionado pelo apresentador Ricardo Lessa sobre uma frase que o inspirava, arriscou: “Quem salva uma vida, salva o mundo inteiro”, que segundo ele é bíblica.

Acontece que esse é um ensinamento do Talmude, comentário rabínico de leis e tradições do judaísmo. O petista ainda arriscou que estava “no Torá”, livro da lei judaica que constitui os primeiros livros do Antigo Testamento. O ditado tornou-se popular nos últimos anos por conta de uma das cenas mais emocionantes do filme “A Lista de Schindler”.

Mudança de perfil

Com longa carreira política, o ex-ministro da Educação de Lula e ex-prefeito de São Paulo nunca procurou mostrar-se particularmente devoto. Em meio às mudanças que sua campanha adotou após o primeiro turno, essa foi só mais uma.

Na missa que compareceu no dia 12, Haddad estaca ao lado da esposa e da vice, Manuela D’Ávila (PCdoB). Embora estivesse ali como qualquer outro fiel, aproveitou o momento para passar uma imagem diferente da que cultivara até então.

O padre Jaime Crowe, amigo de Lula, pediu voto no “13” e fez críticas a Jair Bolsonaro (PSL). No final da cerimônia, Haddad discursou na escadaria da igreja no Jardim Ângela. Afirmou então que a candidatura de Bolsonaro seria fruto do “fundamentalismo charlatão do Edir Macedo”, o que lhe rendeu maior antipatia de lideranças evangélicas.

Fernando Haddad no Roda Viva.
Fernando Haddad no Roda Viva. (Foto: Reprodução / Youtube)

Dias depois reuniu-se com pastores ligados à movimentos de esquerda, onde anunciou mudanças em seu plano de governo, retirando a proposta de legalização das drogas. Também comprometeu-se, caso eleito, em não encaminhar projeto de lei para a legalização do aborto. As pesquisas de intenção de voto mostram que a ação não teve resultado no segmento evangélico do eleitorado.

Tendo reiterado em entrevistas recentes que vem de uma família cristã, Haddad arriscou um “Deus nos abençoe” em programas de seu horário eleitoral. No sábado (20) Haddad envolveu-se em outra polêmica em sua tentativa de mostrar-se uma pessoa religiosa.

O petista ganhou uma Bíblia de presente durante um comício em Fortaleza, mas no dia seguinte o recém-eleito deputado federal pelo PSL do Cerará, André Fernandes gravou um vídeo mostrando que a cópia das Escrituras foi achada no chão, insinuando que Haddad a teria jogado fora.

O ex-prefeito de São Paulo negou e afirmou que o Bíblia fora furtada juntamente com o celular de um assessor que estava no palanque. Contudo, não mostrou B.O. do ocorrido e só falou sobre o tema após o vídeo de Fernandes viralizar.

 

Fonte: Gospel Prime

Aprovado projeto de Adriano Sarney que combate assédio sexual em ônibus

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta terça-feira (23), o projeto de lei 122/2018, de autoria do deputado Adriano Sarney (PV), que institui o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo no âmbito do Estado do Maranhão.

Além de chamar a atenção para o alto índice de casos de assédio sexual nos veículos do transporte coletivo do Maranhão, a iniciativa do deputado tem por objetivo coibir o assédio e criar campanhas educativas para estimular denúncias, por parte das vítimas, desta prática criminosa.

Também visa conscientizar a população e os passageiros dos veículos de transporte coletivo sobre a importância do tema.

De acordo com o projeto, é considerado assédio sexual todo o comportamento indesejado de caráter sexual, sob forma verbal, não verbal ou física, com o objetivo ou o efeito de perturbar ou constranger a pessoa, afetar a sua dignidade ou criar um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador.

O projeto de Adriano Sarney prevê a criação de ouvidorias, dentro das empresas concessionárias de transporte público, a fim de receber denúncias de assédio sexual e encaminhá-las rápida e diretamente à autoridade policial competente.

Está prevista, também, a capacitação de motoristas e cobradores de veículos do transporte coletivo para intervir nos casos de assédio sexual às mulheres e encaminhar as denúncias.

Outro importante mecanismo de prevenção, previsto no projeto, é a utilização do sistema de videomonitoramento pelas empresas e sistema de localização via satélite, com a tecnologia Global Positioning System (GPS), se existentes, para identificar os assediadores e o exato momento do assédio sexual.

OUTROS PROJETOS

Durante a sessão, também foram aprovados os projetos de lei 121, 123 e 124, de 2018, de autoria do deputado Adriano Sarney (PV). O primeiro institui o Programa de Incentivo à Música, no âmbito do Estado do Maranhão, alterado com a aprovação da emenda supressiva do artigo 7º.

Os demais projetos, aprovados na íntegra, tratam da instituição do Programa de Realização de Palestras e/ou Atividades Extracurriculares sobre o Código de Defesa do Consumidor e Educação Financeira e da Política Estadual de Prevenção e Combate às Doenças Associadas à Exposição Solar no Trabalho.

As matérias aprovadas seguem à sanção do governador Flávio Dino.

 

Fonte: Agência Assembleia

Promulgado reajuste do piso de agentes comunitários de saúde

Os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias terão o reajuste de 52,86% do piso salarial garantido. É o que determinam trechos promulgados da Lei 13.708, de 2018, anteriormente vetados pela Presidência da República. Os vetos foram rejeitados pelo Congresso Nacional no dia 17 deste mês, e a alteração da lei foi publicada nesta terça-feira (23) no Diário Oficial da União.

Veto

A previsão de reajuste havia sido vetada (VET 32/2018) pela Presidência da República após consulta aos Ministérios do Planejamento, da Justiça, da Fazenda e da Saúde.

Na razão para o veto, o presidente da República, Michel Temer, alegou que o aumento do piso é inconstitucional, por não ter sido de iniciativa do Executivo federal. Há também, segundo Temer, infração ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias e à Lei de Responsabilidade Fiscal, por criar despesa obrigatória sem nenhuma estimativa de impacto financeiro.

Rejeição ao veto

Deputados e senadores, reunidos em sessão conjunta do Congresso Nacional no dia 17, decidiram derrubar o veto. Assim, voltam a valer os valores incluídos no projeto de lei de conversão oriundo da MP 827/2018. A remuneração será de R$ 1.250 a partir de 2019; de R$ 1.400 em 2020; e de R$ 1.550 em 2021. A partir de 2022, o piso será reajustado anualmente em percentual definido na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, comemorou a derrubada do veto (VET 32/2018):

— Os agentes comunitários têm um papel fundamental numa saúde que é precária, principalmente para os pobres do Brasil. Essas pessoas são anjos da guarda sem asas. Estão todos os dias nas portas de pessoas que não têm condição de tratamento, que não têm um plano de saúde, que ficam três, quatro meses numa fila para serem atendidas no SUS [Sistema Único de Saúde]. É mais do que justo e correto — afirmou Eunício.

Regulamentação

De acordo com a Lei 13.708, é essencial e obrigatória a presença de agentes comunitários de saúde nos programas ligados à saúde da família, e de agentes de combate às endemias na estrutura de vigilância epidemiológica e ambiental. A cada dois anos, trabalhadores de ambas as carreiras frequentarão cursos de aperfeiçoamento organizados e financiados igualmente entre os entes federados.

A jornada de trabalho de 40 horas semanais exigida para garantia do piso salarial será integralmente dedicada às ações e serviços de promoção da saúde, de vigilância epidemiológica e ambiental e de combate a endemias em prol das famílias e das comunidades assistidas. A lei também assegura aos agentes participação nas atividades de planejamento e avaliação de ações, de detalhamento das atividades, de registro de dados e de reuniões de equipe.

Compete ao ente federativo ao qual o trabalhador estiver vinculado (União, estado ou município) fornecer ou custear a locomoção necessária para o exercício das atividades.

Agência Senado 

Atualização do WhatsApp traz novidades para iPhones

WhatsApp lançou uma nova versão do aplicativo, que traz mudanças para usuários de iPhone.

A atualização permite que quem tenha o aparelho da Apple possa ouvir áudios na sequência, sem mais precisar clicar em um áudio de cada vez. Basta clicar no primeiro e os outros tocarão na sequência. A nova funcionalidade é semelhante à do concorrente Telegram, que já tinha um recurso assim.

O WhatsApp agora também tem um novo menu de informações para os iPhone, que aparece na vertical — antes esse mesmo menu era exibido na horizontal. Com essa atualização, o aplicativo também ganha uma interface para os novos aparelhos da Apple, os iPhone Xs e Xs Max.

Fonte: G1

Polícia Militar prende três homens por arrombamento de comércio na Avenida Marechal Castelo Branco

POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO
CPAI-4/17º BPM
CMT DO BPM
TC Jurandy

GUARNIÇÃO
SGT PM GASDTON
CB PM PABLO
SD ALMEIDA
SD ALENCAR

OCORRENCIA: Arrombamento

LOCAL: Marechal Castelo Branco, São Pedro

CONDUZIDO 1: Eduardo Sousa Meneses, 22 anos Rua Piauí 880, São Francisco

CONDUZIDO 2: Rafael Ribeiro da Silva, 19 anos Av. Miguel Baury n° 718, Centro

CONDUZIDO 3: Adrian Felipe Silva Nascimento , 17 anos, Rua Pernambuco 2269, São Francisco

VITIMA: Clodomir Borges Frota, 60 anos
Rua Rio Grande do Norte n° 2001, São Sebastião

HISTÓRICO: Por volta das 00: 50 da madrugada desta terça feira (22/10), a Força tática de Codó foi informada através da central de operações que três indivíduos estariam arrombando um comercio na avenida Marechal de Castelo Branco para subtrair as mercadorias. Imediatamente a guarnição que realizava patrulhamento se deslocou até o local onde foi constatado o arrombamento, visto que os acusados se encontravam no local com uma estaca de madeira que utilizaram amassar a porta.

Mediante a situação os acusados foram conduzidos para a 4° Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó para que as medidas cabiveis sejam tomadas e os objetos foram recuperados.

Material apreendido:

4 litros de whisk Ballantines
3 Red Label
2 litros de catava
1 litro de Black Stones
1 Black Ray
3 bonés
18 pares de havaianas
1 pacote de calabresa da marca sabor
1 vidro de perfume da marca zog

ASSCOM 17° BPM