Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Poder Judiciário promove projeto “Justiça com a melhor idade” nesta terça (18)

O Poder Judiciário do Maranhão promove, nesta terça-feira (18), a partir das 14h30, o projeto social “Justiça com a melhor idade”, no Asilo de Mendicidade – Lar do Idoso (Rua das Paparaúbas, n 16, Jardim São Francisco).

O evento será conduzido pelo vice-presidente do Tribunal de Justiça (TJMA), desembargador Lourival Serejo, pelas juízas Lidiane Melo (auxiliar da Presidência), Laysa Paz Mendes e Josane Araújo Braga, além de servidores.

O projeto, coordenado pela juíza Lidiane Melo, visa contribuir com uma Justiça mais solidária, fraterna e próxima da comunidade, além de resgatar a dignidade das pessoas idosas, levando entretenimento a diversas casas de abrigo de São Luís.

“Queremos aproximar o Judiciário dessa parcela da população que muito já contribuiu para a formação das bases da nossa sociedade. Por esse motivo, iremos dedicar parte de nosso tempo aos idosos, que tanto merecem esse gesto de amor”, ressaltou a magistrada, agradecendo o apoio incondicional do presidente do TJMA, desembargador Joaquim Figueiredo, e dos parceiros para a realização do evento.

A programação contará com diversas atividades: brincadeiras juninas (quadrilha), lanche (comidas típicas), bate-papo com os idosos, doação de kits de higiene pessoal, dentre outras.

CONSCIENTIZAÇÃO – O projeto faz alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa (15 de junho). A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

PARCERIA – O evento será realizado em parceria com a Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) e com o movimento “Magistratura em Ação”, que auxilia projetos sociais existentes em São Luís, por meio da distribuição de donativos.

Lançado este ano, o movimento já beneficiou o Hospital Aldenora Bello, que presta atendimento a pacientes com câncer; e também o Instituto “Dignidade Humana e Solidariedade” (HUMASOL) – coordenado pelo juiz Júlio Praseres  que atende familiares de pacientes internados na UTI do Hospital Socorrão II.

PERSEGUIÇÃO? Flávio Dino não libera emendas do deputado Wellington para a saúde de Imperatriz

Na sessão plenária desta segunda-feira (17), o deputado estadual Wellington do Curso se pronunciou em defesa da população de Imperatriz. Além de desenvolver ações e de não se falar diante do descaso do governador, o deputado Wellington fez referência à destinação de suas emendas parlamentares, tanto em 2018 e 2019, que até o presente momento não foram liberadas por Flávio Dino.

Os valores ultrapassam R$300.000,00 (trezentos mil reais) e seriam aplicados na reforma de postos de saúde do município.

“Fizemos a destinação das nossas emendas parlamentares em defesa da saúde da população de Imperatriz. Como deputado estadual, é o que podemos fazer, além de não concordarmos com nenhum descaso do Governo. Se Flávio Dino tivesse liberado os recursos, as emendas parlamentares seriam aplicadas na reforma de postos de saúde, mas por perseguição, não liberou. Governador, quem sofre com isso é a população. Pare de maltratar os maranhenses”, disse o deputado Wellington.

 

Governo orienta gestores sobre a importância da distribuição de vitamina A para crianças de 6 a 59 meses | Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) enviou aos 217 municípios maranhenses uma nota técnica sobre importância da distribuição de vitamina A para crianças de 6 a 59 meses. O objetivo é aumentar a cobertura da suplementação da vitamina e o registro da aplicação das doses no sistema específico. O documento foi imitido no último dia 3 de junho.

“O principal objetivo é reduzir e controlar a deficiência da vitamina A, mediante a suplementação de crianças de 6 meses a 59 meses, contribuindo de forma eficiente para a redução de morbidades. O cumprimento semestral desse calendário contribui de forma efetiva para a redução da hipovitaminose A”, destaca a chefe do Departamento de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente da SES, Raimunda Formiga.

A deficiência de vitamina A é uma das mais importantes deficiências nutricionais do Brasil. O nutriente é essencial ao crescimento e desenvolvimento do ser humano e sua carência pode causar cegueira e reduzir a imunidade.

A meta do Maranhão, em 2018, era fazer a suplementação em 493.617 crianças da faixa etária alvo, contudo, os municípios registraram cobertura de 210.589 ou 42,66% da meta anual – em 41 municípios não informaram o quantitativo de suplementação, apresentando cobertura de 0%. “Um dos principais motivos que demonstra na baixa cobertura é a ausência de registro de informação no sistema próprio”, afirma Raimunda Formiga.

A suplementação de vitamina A é realizada via oral durante a rotina de Atenção Integral à Saúde das crianças nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Em crianças de 6 a 11 meses, a administração é de uma dose única de 100.000 UI (unidades internacionais); de 12 a 59 meses, é ministrada uma dose de 200.000 UI a cada seis meses.

As doses são disponibilizadas pelo Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A e distribuídas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Segundo o Ministério da Saúde, a ingestão de vitamina A adequada resulta na redução do risco global de morte em 24%, de mortalidade por diarreia em 28% e de mortalidade por todas as causas, em crianças HIV positivo, em 45%.

 

Governo do Maranhão

Debate com os candidatos a reitor da UFMA será nessa terça, 18, com transmissão online

SÃO LUÍS – Aberto para participação de todos os câmpus, haverá, nessa terça, 18, um debate com os candidatos a reitor da Universidade Federal do Maranhão. Promovido pela Associação de Professores da Universidade Federal do Maranhão — Seção Sindical do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior Andes-SN (Apruma), o debate ocorrerá no Auditório Central da Cidade Universitária a partir das 17h, com transmissão ao vivo para todos os câmpus da UFMA, via link a ser disponibilizado no site da Apruma.

A comunidade acadêmica poderá participar ativamente do debate enviando perguntas via plataforma de transmissão e pelo Whatsapp, no número (98) 98844-0401. Antes do debate, também haverá uma breve apresentação dos candidatos a vice-reitor da UFMA. O debate, então, será dividido em quatro blocos, que podem ser conferidos abaixo.

Primeiro Bloco

Haverá dois minutos para apresentação de cada candidato. Em seguida, após sorteio, o candidato terá um minuto para pergunta direcionada a qualquer candidato de sua escolha, que terá um minuto e meio para responder, seguido de um minuto para réplica e um minuto para tréplica. Cada candidato perguntará e responderá uma vez neste bloco, que terá duração de vinte e cinco minutos.

Segundo Bloco

Sorteio de temas para explanação de um candidato e comentário de outro, sobre Ensino, Pesquisa e Extensão, Financiamento, Autonomia Universitária, Gestão Democrática, Assistência Estudantil, Carreira Docente, Plano de Cargos dos Técnicos-Administrativos (PCCTAE). Duração de vinte e cinco minutos.

Terceiro Bloco

Mesma configuração da parte de perguntas e respostas do Primeiro Bloco, mas o último a ter perguntado será agora o primeiro a fazer pergunta, direcionada a qualquer candidato, menos ao que ele direcionou a pergunta no primeiro bloco. Duração de vinte e cinco minutos.

Quarto Bloco

Versará sobre os seguintes temas: Ensino, Pesquisa e Extensão, Financiamento, Autonomia Universitária, Gestão Democrática, Assistência Estudantil e Carreira Docente. Ocorrerão dois momentos: no primeiro, serão sorteadas perguntas da plateia, em que serão feita seis perguntas pela comunidade universitária do Bacanga — duas de docentes, duas de técnicos e duas de estudantes — e uma de cada câmpus do continente, independentemente do segmento.

O mediador sorteará a ordem de resposta dos candidatos, e cada um terá um minuto e meio para responder. A previsão de duração do bloco é de quarenta minutos.

 

Portais UFMA

ENTENDA: A falta de consideração de Nagib com a memória do seu avô falecido

O prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT), se mostra insensível, desconsiderando uma homenagem justa e merecida que recebeu o nome de seu avô.

Prefeito: Prefeito Nagib

Trata-se da Escola Nagib Buzar localizada no KM 12, no município de Codó, que encontra-se totalmente abandonada. A escola foi entregue na gestão do ex-prefeito Zito Rolim, que por meio de uma lei municipal recebeu a denominação em homenagem à memória do saudoso Nagib Buzar.

Nagib Buzar (avô do prefeito), foi eleito o primeiro presidente da Associação Comercial de Codó, competente comerciante do ramo de arroz e babaçu por volta de 1943.

O vereador Rodrigo Figueiredo, esteve no local no último sábado (15), e constatou o abandono e esquecimento da escola por parte do gestor.

Assista ao vídeo gravado pelo vereador Rodrigo Figueiredo:

Polícia Militar recupera motocicleta com registro de roubo

A equipe FT, do 17° BPM de Codó conseguiu efetuar a prisão de dois elementos que estavam trafegando em uma motocicleta com registro de roubo no bairro Santo Antônio.

 

A prisão ocorreu na 1° Trav. Goiânia, durante rondas de rotina realizada pela equipe de policiais militares que ao abordar os condutores do veículo, foi constatado que tratava se de um veículo com registro de roubo. Mediante a situação dos conduzidos receberam voz de prisão e foram encaminhados para a delegacia de polícia, para que as medidas sejam adotadas.


ASSCOM 17°BPM

Lei da Recompensa deverá entrar em pauta na Assembleia Legislativa

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), enviou para a Assembleia Legislativa do Maranhão o projeto de lei que dispõe sobre o pagamento de recompensa por informações que auxiliem os órgãos de segurança estaduais nas investigações criminais. É a Lei da Recompensa, proposta pelo deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), por meio de anteprojeto de lei.

Na mensagem, Flávio Dino justifica que a nova medida aperfeiçoará a política de segurança pública, “permitindo que sejam recompensados aqueles que colaborem com informações que possam servir à prevenção, à repressão e à investigação de crimes.”. Para o deputado estadual, autor da indicação, investir em inteligência e informação torna as investigações mais eficazes. 

“No que tange à segurança pública, sempre considerei que é mais fácil vencer o crime com informação em detrimento da truculência repressiva. O caminho para a vitória contra os bandidos é atacá-los no coração de seus planos criminosos. Por isso, apresentamos este projeto que garante o pagamento de recompensa”, defendeu o deputado Dr. Yglésio.

Lei da Recompensa deve entrar em pauta na CCJ nos próximos dias e o deputado estadual Dr. Yglésio deverá pedir regime de urgência na apreciação da matéria.

Assecom

Deputado Wellington constata precariedade e abandono do Socorrão de Imperatriz

Ao realizar visita ao Hospital Municipal de Imperatriz, o deputado estadual Wellington do Curso constatou a real situação de precariedade do local. Entre as principais reclamações dos pacientes que sofrem com a demora no atendimento, há a falta de medicamentos e a superlotação, comprovada em corredores lotados. Além disso, há um grande número de pessoas que aguardam, há meses, para realizar uma cirurgia.

No local, o deputado Wellington constatou a precariedade no atendimento da população de Imperatriz, além da sobrecarga de pacientes oriundos de outros municípios.

“O que aqui constatamos é o descaso com a saúde pública no Estado do Maranhão. O paciente, em regra, de origem humilde, chega e não tem a menor expectativa, por exemplo, de quando realizará a cirurgia. Nos corredores, mais pacientes, tanto de Imperatriz quanto de outros municípios, o que tem sobrecarregado o hospital. Diante disso, a inércia tanto por parte da Prefeitura quanto do Governo do estado que seguem enganando sobre uma saúde pública que só existe na propaganda. Além disso, população da região Tocantina sofre para fezer tratamento de hemodiálise. Onde está a parceria do Governo do Estado com as prefeituras? Onde está o novo socorrão de Imperatriz? Por que tantas pessoas sofrendo em busca de uma saúde pública de qualidade? São maranhenses que padecem com o descaso na administração pública e a corrupção desenfreada”, disse o deputado Wellington.

Thaiza Hortegal engaja-se em movimento nacional promovido por deputada federal

A deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal (PP) acompanhou a deputada federal pelo Piauí Iracema Portella (PP), procuradora da Mulher na Câmara Federal, durante o evento “Políticas Públicas para Mulheres no Legislativo Municipal”, promovido pela Procuradoria da Mulher na Assembleia Legislativa, sob a coordenação da deputada Helena Duailibe, nesta sexta-feira (14). Iracema Portella também é presidente nacional do movimento “Mulheres Progressistas” e engajada no projeto de motivar mulheres de todo o Brasil para a política.

“A verdadeira democracia é formada por homens e mulheres e eventos como este são importantíssimos para que possamos avançar na nossa participação na vida pública do nosso país. Hoje foi um divisor de águas aqui no Maranhão, com troca de ideias e discussões, onde tivemos um resultado animador. E aproveitamos para promover a luta pela coincidência de mandatos, por meio da PEC 056, únicas eleições a cada quatro anos, assinando um manifesto em prol dessa proposta que será votada no Senado Federal na semana que vem. Sou grata pelo convite de acompanhar a deputada federal Aline Gurgel e vamos percorrer todo Brasil, participando desses eventos e cada vez mais empoderando as nossas mulheres”, disse a deputada Iracema Portella.

Thaiza Hortegal saiu do evento inspirada a mobilizar mais mulheres para a política;. Ele teceu comentários sobre o crescimento tímido de deputadas estaduais e lamentou a ausência de uma parlamentar na Câmara Federal, algo que, na sua visão, precisa ser corrigido nas próximas eleições.

“O Maranhão não conseguiu eleger uma deputada federal. Isto é lamentável e precisa ser corrigido. Em nosso estado, tivemos um crescimento muito tímido. E a realidade das representações não é muito diferente nas Câmaras de Vereadores, e isso pode mudar se nos engajarmos para que as mulheres sejam incentivadas a participarem mais ativamente da política em suas comunidades, em seus municípios. Estou inspirada a participar desse momento e creio que uma das estratégias defendidas pelas nossas procuradoras, deputadas Iracema Poirtella e Helena Duailibe, seja a mais eficiente no momento, que é a implantação de Procuradorias Municipais da Mulher”

 

Assecom

error: Content is protected !!