Prefeito Nagib prepara leitos no HGM para receber possíveis casos de pacientes com coronavírus

Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid -19), o prefeito Nagib está dedicado para disponibilizar leitos no Hospital Geral Municipal (HGM) caso seja necessária a internação de pessoas infectadas pelo vírus.
Ao lado do diretor do HGM, Dr. Junior, Nagib mostrou nesta quarta-feira (25) uma parte de leitos que estão sendo preparados dentro de uma área restrita  do hospital.
Dr. Junior informou que leitos de isolamento estão sendo preparados na Central de Parto.
Veja o vídeo:

Pastor coloca foto de fiéis nas cadeiras e promove culto online

Em tempos de quarentena e isolamento social, o pastor Davi Goes teve uma ideia inusitada, bastante elogiada nas redes sociais. O líder da Assembleia de Deus Canaã, no bairro Água Fria, em Fortaleza, colocou fotos dos fiéis espalhadas nas cadeiras do templo da igreja.

O pastor revelou que ministrou o sermão no culto olhando para as fotos. O tema da mensagem foi “Sobrevivência na adversidade”. “Quando nós seguimos as orientações de Deus, nós não vamos padecer… mas as vezes não gostamos… porque na maioria das vezes elas vão contra aquilo que queremos”, ministrou.

“Que num mundo tão cheio de caos, colapsos e guerras, tenhamos certeza que Deus está conosco. Eu sempre ensinei que a Bíblia diz que essas coisas viriam, mas o Senhor está conosco”, ensinou.

O pastor explicou que colocou as fotos nas cadeiras inspirado em um pastor italiano. O culto foi promovido de maneira “normal”. Goes afirmou que não abandonará o templo e que promoverá todas as reuniões da igreja online.

Nas redes sociais o pastor e a igreja foram elogiados.

Gospel Prime

Para reduzir impacto do coronavírus, Governo do Maranhão começa a distribuir 200 mil cestas básicas

Como uma das medidas para reduzir o impacto econômico do coronavírus na vida das pessoas, o Governo do Maranhão começou, nesta terça-feira (24), a distribuir 200 mil cestas básicas à população que mais precisa. A ação é uma parceria com a Assembleia Legislativa.

A ideia é ajudar pessoas como ambulantes, que têm a venda reduzida por causa da menor circulação de pessoas nas ruas. A recomendação das autoridades sanitárias é que a população fique em casa para não ajudar na disseminação do vírus.

A entrega das cestas começou por ambulantes da Rua Grande, na capital. A distribuição foi feita na Casa do Maranhão, no Centro Histórico. “A ação vai se expandir progressivamente e chegará a todo o Estado, com o apoio dos deputados estaduais”, disse o governador Flávio Dino.

“É uma ação muito boa, maravilhosa para as pessoas que precisam desta ajuda neste momento de preocupação e insegurança. Veio em boa hora para que as pessoas fiquem em casa e mais tranquilas”, disse o artista César Peixinho, um dos beneficiados.

“Estamos passando por  este período em que o distanciamento social está sendo fundamental para manter a curva baixa da propagação do coronavírus”, afirmou o secretário de Cultura, Anderson Lindoso, que participou da distribuição.

“Muitas pessoas estão sem trabalhar, as lojas estão fechadas, o comércio tá fechado. Então o governador Flávio Dino resolveu adquirir 200 mil cestas básicas para a gente doar a essas pessoas”, acrescentou.

Bairros e interior

Inicialmente, estão sendo atendidos grupos cadastrados em órgão oficiais, como é o caso dos ambulantes da Rua Grande. Eles estão cadastrados na Blitz Urbana. Em seguida, será a vez dos beneficiários do Mais Renda.

Também haverá sorteios em bairros de São Luís. Para não haver aglomeração, as cestas serão distribuídas gradualmente na Casa do Maranhão

O interior também está sendo contemplado. “É um trabalho que vai atingir todos os municípios. Durante a semana, começaremos em Imperatriz e, a partir daí, vamos distribuindo para mais cidades. Pedreiras e Trizidela do Vale também foram contempladas: as pessoas desabrigadas receberam da Defesa Civil parte das cestas básicas”, disse Lindoso.

Bolsa Família terá número recorde de 14,3 milhões de beneficiados em abril

O Bolsa Família vai atingir um patamar histórico em abril. O Governo Federal anunciou nesta segunda-feira (23.03) que o programa vai chegar a 14,3 milhões de famílias no próximo mês. A inclusão de 1,2 milhão de novas famílias foi possível a partir da injeção de R$ 2 bilhões da União no Ministério da Cidadania, como uma das medidas para combater a pandemia da Covid-19 (novo coronavírus).

“Neste mês, vamos inserir mais 1,2 milhão de famílias no programa. Com isso, no mês de abril, teremos um número que nunca existiu, de 14,3 milhões de famílias atendidas. O programa é aquele que permite rapidamente colocar condições de melhor enfrentamento à crise, principalmente para os mais vulneráveis”, afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em evento no Palácio do Planalto. O anúncio veio após reuniões entre o presidente Jair Bolsonaro, autoridades federais e governadores das regiões Norte e Nordeste. 

Na última sexta-feira, o ministro já havia publicado a Portaria nº 335, que estabelece medidas emergenciais para o Bolsa Família, como a suspensão, pelo prazo de 120 dias, de bloqueios, suspensões e cancelamentos de benefícios e da averiguação e revisão cadastral.

Assistência Social

Além da atenção especial ao Bolsa Família, Onyx anunciou uma série de outras medidas conectadas à pasta da Cidadania. Uma delas é um aporte R$ 200 milhões para o Sistema Único de Assistência Social (SUAS).  “Nós já pagamos hoje R$ 100 milhões, que é o que está pactuado pelo SUAS. Até o fim da semana o ministério da Economia deve transferir mais recursos e a gente deve pagar uma segunda parcela de quase R$ 100 milhões”, afirmou Lorenzoni.

No Brasil, a assistência social é organizada de forma descentralizada e participativa em torno do SUAS. Os programas, projetos, serviços e benefícios são desenvolvidos nas regiões mais vulneráveis, e a família é o foco principal das atenções. Entre as unidades de referência desse atendimento estão os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), que o ministro Onyx indicou que devem seguir ativos durante esse período de combate ao coronavírus.

“É muito importante que os CRAS não fechem. Homens e mulheres que trabalham na Assistência Social são soldados importantíssimos da prevenção nessa guerra contra o Covid-19. É fundamental que a gente possa levar orientação, como disse o ministro Mandetta”, afirmou, em referência ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Idosos como prioridade

O ministro reforçou em seu discurso a necessidade de dar prioridade a políticas e ações voltadas para idosos e de garantir que essa camada da população seja a mais protegida por todas as medidas de restrição social.

“Estamos trabalhando num reforço nutricional e proteico para os idosos, que vamos anunciar brevemente. Estamos concluindo esse planejamento. Da mesma maneira, os municípios devem manter o sistema de assistência social em alerta permanente, visitando e orientando asilos e instituições de longa permanência. Temos no Brasil em torno de 1.973 dessas instituições, quer estejam no BPC ou em outros programas de sustentação”, apontou Onyx.

O titular da Cidadania fez um apelo para que tanto familiares quanto voluntários se organizem para dar suporte às populações de idade mais avançada. “Temos no Brasil uma média etária mais baixa que a de países europeus, mas isso não quer dizer que não tenhamos muitos idosos no Brasil. Se somarmos BPC e Bolsa Família são três milhões de idosos que precisam da nossa assistência. As famílias têm de fazer rodízios. Os filhos, netos ou afilhados devem assistir os seus idosos em sistema de rodízio para que eles permaneçam em casa. Eles não podem se expor. É muito importante isso”, afirmou.

“Isso também é importante para os mais vulneráveis, aqueles que não têm família. É necessário que os sistemas de voluntariado se apresentem nos municípios em concatenação com o sistema de assistência social para levar alimentos e material de higiene para essas pessoas. Temos de ter clareza de que precisamos, ao proteger os nossos idosos, mantê-los sem circulação e dar a eles a condição de não se contaminar”, completou.


População de rua

Outra frente de atuação do governo federal terá foco na assistência social à população de rua nas cidades com mais de 500 mil habitantes, principalmente diante das políticas de restrição social adotadas. “No momento em que as cidades foram travadas, com a questão da não atividade econômica, o que ocorre? Essa população muito vulnerável precisa ter um atendimento”, indicou Onyx.


Brasil preparado

Segundo o ministro da Cidadania, a ação integrada entre governo federal, estados e municípios, tem potencial de ajudar a não sobrecarregar o sistema de saúde do país e de proporcionar uma retomada mais ágil da economia. 

“Com essa atenção integral nós vamos lenta e gradualmente liberando os mais jovens para que a atividade econômica possa ser retomada no Brasil. É importante, sim, combater o coronavírus e fazer com que o Brasil, nesse processo de organização e liderança que o presidente Jair Bolsonaro está fazendo, possa surpreender a todos”, disse Onyx. “Se Deus quiser, e há de querer, seremos o país ocidental que melhor se preparou, que melhor se organizou, que melhorou atendeu sua população idosa, que melhor manejou suas cidades no enfrentamento ao coronavírus”.

Agência do Desenvolvimento Social

DIA HISTÓRICO – Assembleia realiza primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência

 

Dia histórico - Assembleia realiza primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência

Os deputados participaram de forma online da primeira sessão da Assembleia realizada de forma remota por videoconferência

Em uma iniciativa inédita na história da Assembleia Legislativa do Maranhão, foi realizada, nesta terça-feira (24), a primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência. A sessão via internet foi conduzida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), e contou com ampla participação de 38 dos 42 deputados estaduais, que elogiaram a solução tecnológica encontrada pela Mesa Diretora para dar continuidade ao trabalho da Alema face à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

A primeira reunião deliberativa online do Parlamento maranhense obedeceu às medidas preventivas estabelecidas pelas Resoluções Administrativas 157 e 159/20, publicadas pelo Poder Legislativo, na semana passada, visando evitar o encontro presencial dos deputados e garantindo a segurança deles e dos demais servidores e colaboradores da Casa.

Othelino Neto destacou a importância histórica da reunião e agradeceu a participação maciça dos deputados estaduais, que atenderam à convocação para a sessão extraordinária neste momento delicado pelo qual passa o país.

“Agora temos a autorização para fazer as sessões por videoconferência, o que vai nos permitir, neste período em que não pudermos nos reunir presencialmente, deliberar sobre temas importantes para o Maranhão, como o Decreto de Calamidade Pública enviado pelo Poder Executivo, devido à ampliação do número de casos suspeitos de infecção pelo COVID-19, e que foi autorizado pela Assembleia Legislativa, nesta sessão extraordinária”, frisou o parlamentar.

O presidente da Alema pontuou, ainda, que a montagem da estrutura e do sistema utilizado na sessão por videoconferência teve custo zero para o erário. “Essa ferramenta, que foi montada de forma rápida e emergencial, sem qualque custo, pois foi construído por nosso corpo técnico, nos permitindo realizar esta sessão e cumprirmos a missão importantíssima de ajudar no combate ao novo coronavírus”, assinalou Othelino Neto.

Ineditismo

Durante a sessão, os deputados puderam interagir antes da votação. Os parlamentares foram unânimes ao reconhecer o ineditismo e a importância da iniciativa da votação remota por videoconferência para que a Assembleia continue deliberando sobre temas relevantes, principalmente neste momento de emergência sanitária.

“Parabenizo o presidente Othelino, seus auxiliares e a todos nós, deputados, pela implementação dessa iniciativa que nos permitirá apreciar e votar matérias importantes. A sessão remota por videoconferência ajudará a nos proteger do contágio. Eu espero que a gente continue com esse propósito de ajudar o Maranhão, por meio dessa modalidade de votação, que é séria e segura”, declarou a deputada Cleide Coutinho (PDT).

Othelino Neto comandou, da sala da Presidência, a primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência.da Alema

Othelino Neto comandou, da sala da Presidência, a primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência.da Alema

O deputado Glalbert Cutrim (PDT), vice-presidente da Alema, também enalteceu o ineditismo da ação implementada na gestão do presidente Othelino Neto. Ele parabenizou todos os setores envolvidos da Casa, que se empenharam para que a sessão por videoconferência acontecesse de forma ágil.

O deputado César Pires (PV) classificou a iniciativa como um avanço histórico do Parlamento Estadual, sob a condução do presidente Othelino. “Eu digo sempre que, quando a história passar por nós, fica a história que nós deixamos instalada na Casa, e o senhor deixa esse trabalho importantíssimo para nós, que estamos vivenciando hoje. Quero parabenizá-lo por isso e toda a sua equipe. Sem dúvida, um avanço histórico no Parlamento maranhense”.

 “Agradeço a Deus por ter nos dado sabedoria para estarmos aqui conduzindo esses problemas tão difíceis, com paciência e competência. Espero que outras medidas importantes como essa sejam aprovadas aqui”, disse a deputada Helena Duailibe (SD).

Othelino disse que a sessão remota visa evitar o encontro presencial dos deputados e garantir a segurança de todos contra o coronavírus

Othelino disse que a sessão remota visa evitar o encontro presencial dos deputados e garantir a segurança de todos contra o coronavírus

Inovação e Comunicação

Segundo o diretor de Comunicação da Assembleia, jornalista Edwin Jinkings, com a sessão remota, a Alema cumpre o seu papel de levar informações seguras ao público, fazendo uso de todas as mídias e tecnologias das quais dispõe. “Assim, permitimos à população acompanhar o trabalho desenvolvido na Assembleia pelos nossos mais diversos veículos, seja pela TV, rádio ou redes sociais. Dessa forma, também seguimos as determinações estabelecidas pelas medidas protetivas contra o novo coronavírus, no sentido de evitar aglomerações na Casa”, afirmou.

Para Bráulio Martins, que coordena a Mesa Diretora da Alema, a solução tecnológica vem contribuir com esse processo no qual os deputados precisam manter as atividades da Casa nesse momento de restrições sanitárias. “A nova modalidade vai viabilizar a discussão e a votação de matérias por vídeo e áudio entre os parlamentares, de forma online, fazendo com que não precisem se deslocar à Assembleia”, explicou o diretor da Mesa Diretora da Assembleia”. disse.

O diretor de Tecnologia e Informação da Assembleia, Paulo Marcelus, explicou que a comunicação por áudio e vídeo entre os participantes da sessão foi feita por meio da plataforma de videoconferência Zoom, a mesma utilizada em outras Casas Legislativas e no Senado Federal.

“É um aplicativo de videoconferência que oferece a melhor qualidade de imagem e áudio e o compartilhamento de tela disponível no mercado. Além disso, é um meio muito seguro por onde os deputados poderão votar e discutir matérias”, disse.

A sessão também foi transmitida, ao vivo, pela TV Assembleia, no canal aberto digital 51.2, e pela TVN, canal 17, assim como pelo site www.al.ma.leg.br/tv, facebook e pela rádio web, www.radioalema.com.