Fabiana Anastácio morre aos 45 anos, de Covid-19 – cantora gospel era hipertensa, diabética e obesa

O novo coronavírus fez mais uma vítima na classe artística: a cantora gospel Fabiana Anastácio. Ela faleceu na manhã desta quinta-feira (4), em São Paulo.
Natural de Santo André, na região metropolitana da capital paulista, Fabiana estaria internada há uma semana, em decorrência da Covid-19, de acordo a rede social da artista. Ela era hipertensa e diabética.
A cantora ficou aguardando, por sete dias, vaga de UTI numa unidade pública, enquanto a família fazia uma campanha de arrecadação para custear despesas.
Filha de um pastor e de uma maestrina, Fabiana tinha 45 anos e era pastora da Assembleia de Deus, em Santo André. O marido e também pastor Rúben Nascimento teria também testado positivo para Covid-19 e se recuperado. Ele chegou a convocar uma campanha de oração e jejum na segunda-feira (1).
 Nas redes sociais, a comoção pela morte da cantora foi grande. “Hoje nosso coração amanheceu de luto pela perda de uma grande cantora do meio gospel (…). Deixo aqui essa humilde homenagem pra uma pessoa que eu sempre admirei e que adorava ao senhor com seus louvores  (…) . Descanse em paz amada”, escreveu uma fã.
Hoje em dia

Em Balsas, assaltante devolve celular à vítima por “estar apaixonado”

A Polícia Civil registrou um caso de um assaltante que resolveu devolver um celular que havia roubado da vítima. O caso ocorreu no último fim de semana em Balsas, na região sul do Maranhão.

Duas vítimas voltavam de um supermercado quando foram abordadas pelo jovem, que conseguiu levar um dos celulares das garotas.

A vítima registrou o caso na delegacia, mas quando voltou para casa descobriu que o celular foi devolvido para sua mãe. O motivo, segundo o delegado Fagno Vieira, é que o assaltante já tinha interesse amoroso na jovem e estaria arrependido pelo que fez a ela.

“Durante o assalto, ele reconheceu a moça [vítima] e mostrou arrependimento. Ele resolveu ir até a casa da moça, conversou com a mãe dela, e disse que devolveu o aparelho porque era uma menina por quem ele estava apaixonado”, disse o delegado.

Mesmo com o arrependimento, o delegado Fagno afirmou que o crime persiste, será investigado e o suspeito será responsabilizado pelo caso.

 

Neto Ferreira

Secretaria de turismo aumenta número de vagas para cursos EAD

Devido ao grande número de inscritos e de candidatos em lista de espera, a Secretaria de Estado do Turismo do Maranhão (Setur-MA) resolveu aumentar o número de vagas ofertadas para os cursos a distância de Boas Práticas para Manipulação de Alimentos (20 horas), Estratégias de Atendimento no Turismo (20 horas), Vendas Inteligentes para Artesãos (20 horas) e Vendas Inteligentes para Bares e Restaurantes (16 horas).

A medida acrescentou mais 20 vagas em cada um dos quatro cursos livres oferecidos gratuitamente para artesãos, estudantes universitários, professores e profissionais do setor de alimentação público e privado, além do segmento turístico no estado, que antes estavam divididas em quatro turmas com 40 vagas, que acabaram em dois dias.

O secretário estadual de turismo, Catulé Júnior destacou a iniciativa e disse que a medida de aumentar o número de vagas dos cursos tem o objetivo de ampliar as ações e o empenho do governo do estado em qualificar a mão de obra do trade turístico local.

“Queremos atender mais pessoas e tornar a seleção mais democrática. Infelizmente não temos como atender todos nesses primeiros cursos mas mês que vem abriremos mais vagas. Nós estruturamos a oferta desses cursos nesse momento de crise como forma também de adequar esses profissionais a essa nova realidade sanitária que se configura”, destacou o secretário.

As inscrições para os cursos livres encerram no dia 15 de junho e podem ser realizadas por meio do site www.maisqualificaturismoead.com.br. Ao acessar o site, o candidato será direcionado para a página de inscrição, bastando escolher o curso de sua preferência e preencher a ficha de inscrição.

O início das aulas será no dia 20 de junho, sendo ministradas com interação online entre alunos e instrutor através de fóruns, desafios e chat via plataforma, sem nenhum encontro presencial, com conteúdo disponibilizados por meio da plataforma de aprendizagem Moodle, onde os alunos poderão acessar as videoaulas, slides em formato PDF e materiais de apoio como sites, blogs e indicações de vídeos.

Os cursos online, preparados pela equipe técnica da Setur para uma edição especial do “Mais Qualificação e Turismo EAD”, possuem uma proposta de metodologia flexível, que permite ao aluno a comodidade de estudar de onde estiver, a qualquer hora e por meio das mais variadas tecnologias. O aluno só poderá acessar a plataforma e os conteúdos do curso, após o processo de seleção, por meio de um cadastro de usuário e senha fornecidos pela equipe técnica da secretaria.

A seleção dos candidatos deverá atender a critérios de acordo com o público alvo de cada curso. No final do curso, os alunos serão submetidos a uma avaliação e, logo após, poderão acessar por meio de um link o certificado digital de conclusão do curso.

 

Governo do Maranhão

Governador defende investimentos em obras públicas e infraestrutura como caminho para crise econômica

“Não há dúvidas de que estados e municípios devem ser veículos de realização de obras, obras com velocidade, que garantam emprego e trabalho para milhões de pessoas, inclusive para as empresas. Um programa robusto de obras públicas é essencial para saída de uma crise dessa dimensão”, disse o governador Flávio Dino nesta quarta-feira (3), em videoconferência com professores do Instituto de Economia da Unicamp.

Ao falar sobre a dimensão econômica do federalismo, o governador defende que é necessário encontrar caminhos de financiamento não só do setor privado, mediante crédito, mas também de efeitos positivos decorrentes do conjunto das atividades econômicas. “Não há margem de dúvida de que o setor público tem papel decisivo. E isso se refere ao segmento de bancos públicos, não só na dimensão do fomento das atividades privadas, mas também no sentido de encontrar formas de financiamento de investimentos que alavanquem os setores que são intensivos no emprego de mão-de obra e que podem redundar no crescimento do PIB, como por exemplo, a construção civil”, afirmou o governador.

Durante o debate, Flávio Dino defendeu que os estados que podem, devem tomar crédito das várias instituições, como bancos públicos, Banco do Brasil, BNDES, para serem veículos rápidos na realização de obras públicas. “Investir nas áreas fundamentais, como pavimentação de estradas, infraestrutura viária, programas habitacionais, funciona como uma espécie de locomotiva para impulsionar uma retomada econômica, com o objetivo de reduzir os danos derivados de problemas anteriores de dimensão estrutural, agudizados com a crise do coronavírus”, finalizou Dino.

Além do legado econômico, o governador citou outras duas dimensões da forma federativa que já estão configuradas como positivas: a dimensão orgânica, que é a dimensão democrática e a dimensão prestacional, com o papel fundamental do SUS, que se mostrou essencial no momento da crise sanitária decorrente do coronavírus no país.

 

Ascom

Othelino Neto promulga lei que suspende parcelas de empréstimos consignados para servidores públicos e iniciativa privada

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), promulgou, nesta quinta-feira (4), a Lei 11.274/20, referente ao Projeto de Lei 100/2020, de autoria da deputada Helena Duailibe (Solidariedade) e coautoria do deputado Adriano Sarney (PV), que dispõe sobre a suspensão, por 90 dias, do desconto salarial das parcelas de empréstimos consignados em folha de pagamento de aposentados, servidores públicos e empregados da iniciativa privada.

A lei abrange ainda parcelas de financiamentos, cartões de crédito e operações de arrendamento mercantil concedidos por instituições financeiras e descontados dos salários. A lei já está em vigor.

“Promulgamos hoje a lei que suspende o desconto dos empréstimos consignados em folha dos servidores públicos, aposentados e empregados da iniciativa privada. Importante iniciativa, que dará um fôlego para muitos trabalhadores neste momento delicado, economicamente, provocado pela pandemia do novo coronavírus”, declarou Othelino Neto em suas redes sociais.

Após a promulgação, durante uma live em sua conta oficial no Instagram, o chefe do Legislativo estadual esclareceu dúvidas dos internautas e destacou a importância da lei. “Muita gente nos cobrou porque é uma medida que tem realmente um impacto muito grande no equilíbrio das finanças das famílias. Neste momento no qual todos passam por dificuldade, essa lei é mais uma iniciativa da Assembleia, que usa sua prerrogativa de legislar para superarmos as dificuldades por conta dessa crise sanitária”, pontuou Othelino, acrescentando ainda que o Parlamento Estadual tem priorizado matérias voltadas ao enfrentamento da Covid-19, superando as diferenças político-partidárias em benefício do bem comum.

Segundo a deputada Helena Duailibe, a suspensão das parcelas ajudará muitas famílias neste momento de pandemia. “Sabemos o quanto é preciso gastar com alimentação e medicação para se ter uma saúde e equilíbrio para enfrentar esse vírus. A promulgação dessa lei mostra que nós, deputados, reconhecemos essa causa justa, que vai ao encontro dos anseios daqueles que estão precisando de um reforço financeiro para cobrir despesas extras ou para suprir alguém da família que foi demitido”, ressaltou.

Helena Duailibe é autora do projeto realizado em coautoria com o deputado Adriano

Coautor do projeto que originou a lei, o deputado Adriano também destacou a relevância da iniciativa. “Fico feliz por ter contribuído com a elaboração desse projeto que vai ajudar muito aqueles que, de alguma forma, tiveram prejuízos com a pandemia. Com esta lei em vigor, muitas famílias irão passar por essa pandemia com um recurso a mais, diante dessa crise, não só de saúde, mas também socioeconômica”, ressaltou, agradecendo, ainda, ao presidente Othelino pelo ato de promulgação da lei.

Emenda

Aprovada por unanimidade pelo plenário do Legislativo estadual, durante sessão remota, a lei conta com a emenda do deputado César Pires (PV), acrescentando o benefício para a iniciativa privada.  “É de extrema importância que os trabalhadores da iniciativa privada, tão afetados economicamente pela pandemia, possam contar com esse benefício. Uma medida urgente que foi promulgada pelo presidente Othelino Neto, por reconhecer sua grande relevância”, declarou César Pires.

Deputado César Pires apresentou emenda ao projeto acrescentando o benefício para a iniciativa privada

Desconto

A lei trata da suspensão do desconto salarial das parcelas de empréstimos, financiamentos, cartões de crédito e operações de arrendamento mercantil concedidos por instituições financeiras e sociedades de arrendamento mercantil, consignados em folha de pagamento de servidores públicos, empregados da iniciativa privada e aposentados pelo Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria.

Facilidade

A lei exige que, ao fim do estado emergência pública, as instituições financeiras conveniadas deverão oferecer condições facilitadas para o pagamento das parcelas vencidas durante o período de suspensão, assegurando o parcelamento do valor em atraso em, no mínimo, 12 meses.

A matéria estabelece ainda que, para fins de parcelamento do valor total das parcelas em atraso, o limite de comprometimento da renda do servidor ou empregado poderá ser ampliado em até 6%, na forma do regulamento. Prevê ainda que as instituições financeiras deverão abster-se de inscrever em cadastros negativos os nomes dos servidores, aposentados e empregados públicos ou privados beneficiados, pelo prazo de até um ano após o término do estado de emergência.

 

Agência Assembleia