Senador Roberto Rocha assegura conclusão da obra da Biblioteca Central da UFMA

Em recente visita à Universidade Federal do Maranhão, ocorrida nesta sexta-feira, 28, o senador Roberto Rocha assegurou o seu empenho para garantir recursos que possibilitem a conclusão da obra da Biblioteca Central da Universidade.
Iniciada durante uma gestão anterior do professor Natalino Salgado, como reitor da UFMA, a obra está parada há quatro anos.

A obra de conclusão, de acordo com o senador, também será uma obra de modernização da biblioteca, com a aquisição modernos aparelhamentos, com sala de videoconferência, auditório, anfiteatro e equipamentos tecnológicos que possibilitem uma evolução para biblioteca digital.

Segundo Roberto Rocha os recursos para a obra poderão vir do Ministério da Educação. “Só vamos aguardar o orçamento da união abrir para buscar recursos que venham finalizar esse importante obra”, garantiu o senador, que além da visita a Biblioteca central, também esteve reunido com pró-reitores, assessores e representantes dos Campi dos municípios.

De acordo com o reitor Natalino Salgado, a visita do senador Roberto Rocha a UFMA foi muito proveitosa. “Temos recebido parlamentares em nossa Cidade Universitária, mas o senador Roberto Rocha tradicionalmente, no exercício do seu mandato, muito tem ajudado a nossa universidade. Expusemos nossas demandas ao senador, visitamos instalações importantes, entre elas o prédio da Biblioteca Central, sobre o qual ele ficou sensibilizado”, declarou o reitor.
De acordo com reitor, quase 100% da estrutura da Biblioteca está pronta, falta pouco para o acabamento. Segundo levantamento feito na obra, com cerca de seis milhões de reais a obra poderá ser concluída.

Vereador Pastor Max não quer ficar ‘MAL VISTO’ pelos evangélicos de Codó

Alvo de críticas nas redes sociais, o Vereador Pastor Max (PTdoB), um dos defensores do prefeito Francisco Nagib na Câmara Municipal, esclarece que foi mal interpretado sobre seu nome em abadá do bloco cornofolia, bloco do prefeito.

Na noite de ontem (22), às 23:hrs min, o edil enviou uma nota de esclarecimento ao blog, uma nota de esclarecimento, onde esclarece que o seu nome foi divulgado nos abadás não foi feito por ele e sim pelo Prefeito Nagib. O edil diz ainda que o gestor teve a melhor das intenções honradas aos edis.

Ainda repercute nas redes a nota de esclarecimento do vereador. Segundo os internautas, o prefeito queimou o nome do edil e acham que ele está com medo das críticas dos irmãos da igreja.

Está ficando patente que a maior preocupação do vereador é ficar ‘mal visto’ pelos irmãos evangélicos de Codó.

Em Chapadinha, governador Flávio Dino participa de Convenção Anual das Assembleias de Deus

O governador Flávio Dino participou nesta terça-feira (12), da 78ª Convenção Anual das Assembleias de Deus (CEADEMA), na cidade de Chapadinha.

A CEADEMA completa neste ano 83 anos de sua fundação. O encontro anual começou na segunda (11) e vai até sexta (15). Estes 83 anos compõem uma trajetória repleta de atividades evangelísticas, pastorais e administrativas junto às igrejas Assembleias de Deus no Maranhão.

“Estou aqui mais uma vez neste evento muito tradicional, mostrando a força da Assembleia de Deus no nosso Estado. Agradeço gentilmente o convite e a oportunidade de estar aqui”, afirmou o governador.

Flávio Dino recebeu homenagem da Capelania da Polícia Militar, que completou 24 anos recentemente. O governador ressaltou que a Assembleia de Deus tem um papel muito importante nas Capelanias, contribuindo com a segurança pública no Estado.

O pastor Pedro Aldi Damasceno, presidente da CEADEMA, disse que recebeu “com grande alegria o governador e toda a sua comitiva” em Chapadinha. “Estamos abertos para ouvi-lo”, acrescentou.

O prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, disse que é uma “satisfação receber o governador num evento grandioso como este”.

Fonte: ma.gov.br

PT faz representação criminal contra a Globo no caso FIFA

O Partido dos Trabalhadores decidiu apresentar à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, Representação Criminal para que seja apurada oficialmente a notícia de que a Rede Globo praticou crimes em série, valendo-se de empresas e bancos em paraísos fiscais, para obter vantagens ilícitas na compra de direitos de transmissão de torneios internacionais de futebol.

A representação tem base nos depoimentos do empresário argentino Alejandro Burzaco à corte de Nova Iorque. O delator coloca a Rede Globo no centro do escândalo da FIFA mencionando pagamento de propinas de US$ 15 milhões a dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol, da Conmebol e da Fifa.

O delator citou nomes, valores, locais de encontro, contratos, configurando sem dúvida os chamados “indícios robustos” de prática criminosa, expressão que os comentaristas da Globo gostam de utilizar, de forma leviana, para se referir às acusações por delações contra o PT e contra Lula.

É inexplicável para o Brasil que o escândalo da FIFA seja investigado judicialmente nos Estados Unidos, na Suíça, na França e em outros países, há três anos, e tudo o que temos aqui seja uma suposta “investigação interna” em que a Globo tenha apurado em silêncio e absolvido a si mesma.

O monopólio da Globo na transmissão de torneios nacionais e internacionais, supostamente obtido por meios ilícitos, faz um tremendo mal ao futebol brasileiro, uma paixão nacional que mobiliza milhões de torcedores e impulsiona grandes negócios, especialmente nos setores de publicidade e comunicações.

Atuando como dona da bola, a Globo impõe seus interesses comerciais, estipulando datas e horários de jogos, prejudiciais aos atletas, aos clubes e ao público; determinando quais partidas e de quais clubes serão transmitidas e quais serão ignoradas; interferindo diretamente nas decisões das federações estaduais e da Confederação Brasileira de Futebol.

O Ministério Público, que apresentou seis denúncias contra Lula com base exclusivamente em notícias de jornal jamais confirmadas ou provadas, que se mobiliza para investigar a morte do cachorro da ex-presidenta Dilma, não pode ficar inerte diante de fatos que realmente escandalizam a sociedade.

Temos certeza de que a abertura dessa necessária investigação terá efeito pedagógico para a Rede Globo e a mídia que a segue. Em primeiro lugar, porque será respeitado o princípio da presunção da inocência, que a Globo sistematicamente atropela ao acusar, julgar e condenar Lula e o PT.

Também será adotado certamente o equilíbrio editorial. Os argumentos da defesa e as eventuais provas de inocência da Globo não serão censurados no “Jornal Nacional”, diferentemente do que ocorre em relação ao PT, Lula e Dilma, que tiveram até a prisão pedida em editoriais e artigos de sua rede.

A Globo aprenderá também que, no devido processo legal, quem acusa tem de provar e ninguém pode ser condenado com base apenas em delações premiadas.

E talvez aprenda, finalmente, que deve prestar contas de seus negócios à Justiça e de suas decisões editoriais ao público, pois, mesmo sendo uma empresa privada, opera, comercializa e lucra muito por meio de uma concessão que pertence ao país e não à família Marinho.

O PT considera que a investigação oficial do escândalo FIFA no Brasil é essencial para combater o crime e a impunidade, além de ser um gesto fundamental para devolver o futebol ao povo brasileiro.

Brasília, 16 de novembro de 2017

Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

Fonte: http://www.pt.org.br