Governo apresenta a empresas o programa ‘Jovem Aprendiz’

Comentários 0

Governo apresenta a empresas o programa ‘Jovem Aprendiz’

Jovem Aprendiz

As Secretarias de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), Trabalho e Economia Solidária (Setres) e Juventude (Seejuv) apresentaram, nesta segunda-feira (30), o Programa ‘Jovem Aprendiz’ a empresas instaladas no Maranhão. A iniciativa é um importante passo nas políticas de inserção de jovens no mercado de trabalho.

Durante a apresentação, o secretário adjunto de Indústria e Comércio, Expedito Júnior, ressaltou a importância da inclusão de jovens em empresas instaladas no estado. “Um dos compromissos do governador Flávio Dino é gerar oportunidades para a população. Com esse trabalho conjunto, estamos dialogando com as empresas e, por meio do Comitê [de Monitoramento], vamos acompanhar a inserção desses jovens”, disse.

O Programa ‘Jovem Aprendiz’ faz parte das ações do Comitê de Monitoramento de Obediência a Lei de Aprendizagem no âmbito do Programa ‘Mais Empresas’, instituído em 2016, que tem o objetivo de acompanhar, avaliar e fiscalizar o cumprimento do Artigo 22 da Lei Estadual n° 10.259 de 16 de junho de 2015, que instituiu o ‘Mais Empresas’, no que se refere à Lei de Aprendizagem (Lei Federal nº 10.097 de 19 de dezembro de 2000).

Os trabalhos reforçam o compromisso do Governo do Maranhão em desenvolver ações conjuntas voltadas ao desenvolvimento econômico, social e com a inclusão de jovens nas empresas que recebem benefício fiscal, por intermédio do programa ‘Mais Empresas’. Para Nilce Cardozo, secretária adjunta de Trabalho e Economia Solidária, a ação do comitê, com foco na juventude, fortalece a inserção dos jovens no mercado de trabalho. “Mostrar essa iniciativa do Governo para o empresariado, é fundamental. O comitê com o trabalho das três secretarias é o embrião para a discussão de desenvolvimento e geração de trabalho”, afirmou.

“O Comitê de Monitoramento de Obediência ao Cumprimento da Lei da Aprendizagem é fundamental para engajar as empresas na contratação de jovens e que seguramente refletirá em melhores indicadores da empregabilidade comprometida com novas oportunidades de trabalho decente e renda para a juventude”, ponderou o secretário adjunto da Seejuv, Paulo Romão.

Gestores da Seinc, Setres e Seejuv já discutem o cronograma de visitas educativas nos empreendimentos que recebem benefícios do ‘Mais Empresas’, com o intuito de realizar fiscalizações relativas ao cumprimento da Lei do Jovem Aprendiz. Todo o trabalho será acompanhando e avaliado e depois serão expostos no Conselho Deliberativo do ‘Mais Empresas’, que administra o programa.

Os comentários estão desativados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com