" /> Blog do Leonardo Alves
Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor

Deputados evangélicos falam mais de Deus do que católicos

Os deputados evangélicos fazem mais menção a Deus e mencionam mais termos religiosos do que os parlamentares católicos, fazendo menção a crença a cada 1.322 palavras.

levantamento foi realizado pelo Metrópoles para a série Poder e Fé, que analisou o comportamento dos políticos em relação a religião durante quatro meses.

Parlamentares católicos citam Deus a cada 5.525 palavras proferidas em seus discursos, Jesus é citado a cada 32.089 palavras pelos católicos e a cada 6.700 palavras pelos evangélicos.

A palavra “Bíblia”, por sua vez, é citada uma vez a cada 7,2 mil palavras pelos evangélicos e uma a cada 333 mil pelos católicos.

Segundo o Metrópoles Dados, o levantamento foi feito a partir da API da Câmara dos Deputados dos discursos feitos em 2019.

 

Gospel Prime

Pastor volta a vida após coração parar por 15 minutos

O pastor Christopher Wickland, 47 anos, da Igreja Pentecostal Living Word, em Fareham, Hampshire (Inglaterra), não tem dúvidas de que está vivo graças a um milagre, fruto da oração de seus filhos.

Pai de cinco, ele estava com três deles no parque de trampolins Flip Out, localizado em Londres, quando começou a passar mal. Wickland foi para o vestiário se trocar, vomitou e desmaiou.

A equipe do local começou a socorre-lo, mas seu coração parou de funcionar. Um desfibrilador foi utilizado, mas as quatro tentativas de reanimá-lo não funcionaram.

Uma ambulância levou 15 minutos para chegar e neste momento o pastor voltou à semi-consciência, sendo levado às pressas para a UTI do Hospital St. Mary.

Enquanto isso a esposa do pastor, Tracey, 45 anos, foi informada sobre o ocorrido, estando ciente que ele morreu por 15 minutos e que seu coração voltou a bater, porém com possibilidades dele sofrer danos cerebrais e cardíacos, caso sobrevivesse.

Ela não teve dúvidas do que faria: chamou os filhos, os membros da igreja, familiares e amigos para orarem pelo pastor.

“Coloquei no Facebook e foi incrível porque centenas de pessoas de todo o mundo entraram em contato comigo e me disseram que estavam orando por Chris”, disse ela ao Mail Online.

O pastor ficou por 48 horas em coma induzido, até que acordou e se recuperou no hospital, ganhando alta.

 

Gospel Prime

SOCIOAMBIENTAL | TJMA e UFMA alinham parceria para instalação de laboratório de certificação sustentável de obras do Judiciário

O Tribunal de Justiça do Maranhão e a Universidade Federal do Maranhão alinharam providências para instalação do Laboratório de Edificações e Eficiência Energética, que terá como uma de suas atividades a certificação das obras de reforma e construção do Judiciário maranhense. O encaminhamento da iniciativa ocorreu num encontro que reuniu o presidente do TJMA, desembargador Joaquim Figueiredo, o presidente da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável (CGPL), Jorge Rachid, o reitor da UFMA, Natalino Salgado, e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade, Fernando Carvalho Silva.

Na prática, o TJMA evitará o custo com a contratação de terceiros para ter uma obra certificada como sustentável, a exemplo da reutilização de água, acessibilidade, energia fotovoltaica e eólica, entre outras iniciativas que contribuam para o desenvolvimento sustentável.

O Programa “Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho”, que já vem sendo realizado pelo TJMA em parceria com a UFMA, também foi pauta da reunião. O programa foi iniciado como um projeto, em 2016, pelo Núcleo Socioambiental e pela Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal.

A proposta é oferecer aos servidores do Judiciário maranhense atendimento nas áreas de fisioterapia, psicologia, educação física, nutrição e eletrocardiograma.

Em 2019 foram atendidas 26 comarcas e a sede da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ). O desembargador Joaquim Figueiredo ampliou o atendimento do programa para as comarcas do interior. “O programa é importante porque o TJMA trabalha em caráter de prevenção da saúde física e emocional dos servidores”, explicou o desembargador Joaquim Figueiredo.

O presidente do TJMA também demonstrou entusiasmo com a nova iniciativa em parceria com a UFMA. “Hoje tenho a felicidade de manter essa parceria com a Universidade Federal do Maranhão no sentido de dar maior ênfase, inclusive com a criação do laboratório, que já está em estudo”, acrescentou.

Já o reitor da UFMA destacou a importância de novos laços entre as duas instituições. “A Universidade e o Tribunal são duas instituições que estão a serviço da sociedade, da comunidade e cada uma colaborando com a outra. Viemos estreitar essa parceria em prol da sociedade”, comentou Natalino Salgado.

O presidente da CGPL, desembargador Jorge Rachid, demonstrou satisfação com a visita do reitor Natalino Salgado e do pró-reitor Fernando Carvalho Silva, o que definiu como a coroação do programa de qualidade de vida e o início de um novo projeto com ideias e inovações na questão tecnológica do meio ambiente.

“É importantíssima a parceria com a Universidade. O reitor Natalino Salgado já deu sinal verde e sentimos que vai dar certo”, concluiu Jorge Rachid.

Participaram da reunião, Mário Lobão (diretor Geral do TJMA), Joelma Nascimento do Núcleo de Gestão Socioambiental  e Patryckson Santos,  da diretoria de Engenharia do Tribunal de Justiça do Maranhão.

 

PJMA

HGM de Codó realiza primeira etapa do 1º Mutirão de Cirurgias de Hérnias

O Hospital Geral Municipal de Codó realizou entre os dias 22 e 23 de janeiro a primeira etapa do projeto Operação Carnaval HGM/1º Mutirão de Cirurgias de Hérnias. No dia 22, quarta-feira, foi realizada a triagem de pacientes, e no dia 23, quinta-feira, centenas de pessoas passaram pelo procedimento cirúrgico. A iniciativa, realizada pelo prefeito Francisco Nagib e pelo médico Dr. Junior, tem o objetivo de diminuir a fila de espera para esse tipo de procedimento no município.

Cerca de cem pacientes já passaram pela triagem e vinte cirurgias de hérnia já foram realizadas na primeira etapa do mutirão. De acordo com o Diretor do HGM, médico Dr. Junior, além do mutirão de cirurgias de hérnia, outros atendimentos em saúde foram realizados na primeira etapa da Operação Carnaval Mutirão de Cirurgias de Hérnias.

“Dos cem pacientes que passaram pela triagem, vinte já realizaram suas cirurgias. Os outros casos precisamos fazer mais exames. Os casos de hérnias mais complexas ainda passarão por cirurgia na próxima fase. Também foram realizados atendimentos de pré-natal de alto risco, com consultas obstétricas especializadas, ultrassom das gestantes, além das avaliações de risco cirúrgico, com médico cardiologista. Tudo também realizado durante o mutirão”, explicou Dr. Júnior.

Próxima etapa dia 29 e 30 de janeiro

O diretor do HGM ainda informou que na próxima etapa do mutirão não haverá triagem, mas sim a conclusão de atendimentos e cirurgias dos pacientes que já passaram pela triagem na primeira etapa. Para o prefeito Francisco Nagib, que foi ao HGM visitar os pacientes, a ação irá alcança um grande número de pessoas que precisam da cirurgia, com mais celeridade, sem filas e com mais conforto.

Mesmo se aproximando o período de carnaval e os investimentos na área de cultura e lazer, continuamos forte com os investimentos e ações em todas as áreas. A Operação Carnaval HGM/1º Mutirão de Cirurgias de Hérnias é uma dessas ações, que são muito importantes pra nós, pois estamos proporcionando as pessoas que mais precisam as condições realizar seus exames e cirurgias, com mais agilidade, conforto e toda segurança. E novas etapas do mutirão virão, resolvendo esse problema de saúde de mais pessoas, além de outros procedimentos que estão sendo realizado durante o mutirão, como, por exemplo, pré-natal de alto risco e ultrassom das gestantes. Estamos muito felizes com o resultado, pois nossa maior preocupação e missão é cuidar bem das pessoas”, concluiu i prefeito Nagib.

Ascom – PMC

MPF pede à Justiça suspensão do Sisu, Fies e Prouni por erros no Enem

O MPF (Ministério Público Federal) pediu à Justiça a suspensão das inscrições no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) por causa dos erros na divulgação de notas do Enem.
A Procuradoria também pede que os calendários do Prouni (Programa Universidade para Todos) e do Fies (Financiamento Estudantil) sejam alterados –os dois programas também usam as notas do exame.
O MPF demanda que o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) realize nova conferência das notas dos candidatos. A ação foi apresentada nesta sexta-feira (24) à Justiça Federal em Minas Gerais, estado da maior parte dos candidatos com erros na correção da prova reconhecidos pelo governo.

Após comemorar o que seria a melhor edição da história do Enem, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, informou sábado (18) que participantes receberam notas erradas. 
O MEC (Ministério da Educação) disse que o problema atingiu 5.974 participantes, que tiveram as notas alteradas. Mas 172 mil candidatos encaminharam mensagens ao Inep com queixas sobre o desempenho.
Caso sejam descumpridas as medidas, o MPF pede que seja aplicada uma multa diária no valor de R$ 10 milhões.

A Procuradoria-Geral Federal (PGF), órgão da Advocacia-Geral da União, atua em 18 processos relativos ao caso. Já houve duas liminares concedidas e três ações foram indeferidas. Esta, no entanto, é a primeira ação civil pública registrada.
O MPF já havia recomendado ao MEC a suspensão do Sisu.

A ação solicita medida de urgência diante dos danos irreversíveis que podem ser causados aos estudantes –visto que as inscrições para o Sisu foram iniciadas na terça-feira (21) e vão até domingo (26).
O MPF argumenta que o Inep, após identificar falhas, fez uma análise sem considerar todas as reclamações recebidas.
“Não se podendo olvidar que esse número poderia ser bem maior, já que expressivo número de candidatos encaminharam seus pedidos a despeito da inexistência de comunicação oficial, do curto prazo e de se tratar de situação ocorrida em final de semana”, diz o documento.

O Inep garante que todos os 3,9 milhões de participantes tiveram seus resultados revisados. 

Fonte: Folhapress

Prefeitura de Coroatá vai torrar quase R$ 1 milhão com alimentos não perecíveis

A empresa J P Milhomem Distribuidora Eireili , que fica localizada na cidade de Imperatriz, faturou um contrato milionário com a Prefeitura de Coroatá.

O proprietário Jose Pedro Milhomem Veiga de Sousa vai fatura alto com o fornecimento de alimentícios perecíveis e não perecíveis. O contrato foi firmado através da secretaria Municipal de Educação, comandada pelo secretário Eldo de Melo Viana.

O valor do contrato firmado que a prefeitura vai pagar é de R$ 963.726,00 (Novecentos e sessenta e três mil, setecentos e vinte e seis reais). O valor deverá ser pago até 31 de dezembro de 2020, conforme publicado no diário oficial.



 

netoferreira

Maranhão está entre os estados que podem ter surto de dengue em 2020

Em 2019, foram mais de 2,5 mil casos de dengue, zika e chikungunya notificados no estado. G1 listou as formas de contágio, tratamento e prevenção das doenças, confira.

O Maranhão registrou mais de 2,5 mil casos de dengue, chikungunya e zika vírus em municípios do estado em 2019, de acordo com o relatório da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Desse número, mais de dois mil casos foram somente de dengue.

O último boletim epidemiológico apontou que houve um aumento de 164,3% nos casos de dengue em 2019 no estado. Os registros mostram que cresceu em 125% os casos de zika vírus, com 61 casos e 9,30% dos de chikungunya, com 348 notificações.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Maranhão é um dos estados que poderão ter surto de dengue em 2020. No ano passado, foram registrados mais de 1 milhão de casos de dengue, com 782 mortes, o que representou um aumento de 488% em relação a 2018.

Mapa mostra estados do país que poderão ter surto de dengue em 2020 — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

Mapa mostra estados do país que poderão ter surto de dengue em 2020 — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

Caso confirmado

Em 20 dias, já foi registrado o primeiro caso suspeito de morte por dengue hemorrágica em São Luís. A vítima, Maria Raimunda Sampaio Castro de 52 anos, chegou a ser levada duas vezes para a Unidade Mista do bairro Coroadinho, mas segundo a família, não recebeu atendimento adequado. A SES investiga o caso.

Dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) apontam que as condições climáticas são as principais responsáveis pela proliferação do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão das doenças.

Por conta do início do período chuvoso no Maranhão, as autoridades de saúde estão em alerta para o surgimento de novos casos das doenças, já segundo o Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), foi registrado um índice de 255,2 milímetros de chuva na capital em 15 dias, uma média histórica para todo o mês de janeiro.

A Prefeitura de São Luís iniciou nessa semana a capacitação de profissionais de saúde para acolhimento dos pacientes com suspeita de dengue na capital. Agentes comunitários de saúde já estão realizando um trabalho de conscientização e prevenção da doença, visitando bairros que apontam altos índices de casos da dengue, zika e chikungunya.

Agentes de saúde realizam trabalho de prevenção em bairros de São Luís (MA) — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Luís

Agentes de saúde realizam trabalho de prevenção em bairros de São Luís (MA) — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Luís

Dengue

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti por meio de quatro sorotipos o vírus (1, 2, 3 e 4) que estão em circulação no país. A intensidade de circulação é alternada e os surtos da doença costumam ocorrer quando há mudança na circulação. Existem dois tipos de dengue, a comum e a hemorrágica que é o tipo mais forte da doença.

Segundo o boletim médico do Ministério da Saúde, entre os principais sintomas estão febre alta (acima de 38º), dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo.

O diagnóstico é feito por um médico por meio de exames laboratoriais. Caso apresente algum desses sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequado. O Sistema Único de Saúde (SES) oferece tratamento gratuito para a doença.

Zika vírus e Chikungunya

A zika também é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, por meio de relação sexual e em mulheres gestantes, infecção atinge os fetos que podem nascer com microcefalia. Entre os sintomas estão vermelhidão e coceira pelo corpo, febre baixa, conjuntivite sem secreção, dor nas juntas e dor de cabeça.

O tratamento é feito com uso de analgésicos, antitérmicos e outros medicamentos que estão disponíveis pelo SUS, para controle da febre e dor, segundo o Ministério da Saúde. No caso das sequelas mais graves, o paciente recebe acompanhamento médico e os pacientes são tratados em centros especializados, como os de reabilitação (CERS).

Zika continua a causar casos de microcefalia, alertam médicos

Zika continua a causar casos de microcefalia, alertam médicos

Após a transmissão da doença pelo mosquito Aedes aegypti, o paciente com Chikungunya pode sentir febre, dor de cabeça, mal estar, sintomas semelhantes aos da dengue e do zika vírus. A diferença entre as doenças é intensa dor nos joelhos, cotovelos e tornozelos, entre dois a 12 dias da picada do inseto.

Alguns pacientes podem desenvolver um quadro crônico com dores que podem durar anos ou meses. Pacientes com a doença também são tratados com recomendação médica. Em caso de sequelas mais graves, os médicos podem orientar os pacientes a fazer fisioterapia. Os diagnósticos das duas doenças são feitos por meio de exames laboratoriais.

Prevenção

Para combater a infestação do mosquito transmissor, além do suporte das autoridades, o cidadão também pode eliminar os focos ao adotar as estratégias de combate ao mosquito. Veja abaixo:

  • Colocar areia nos vasos de planta ao invés de água. Nos que tiverem água, limpar bem com uma escova e sabão, só tirar a água não adianta;
  • Não jogar lixo e entulho em locais sem coleta;
  • Limpar calhas d’água;
  • Não deixar água parada em garrafas, tampas, baldes, bacias, pneus;
  • Tampar a caixa d’água;
  • Uso de repelentes;
  • Colocar água sanitária nos ralos.

G1

Sindicato cobra reajuste salarial dos servidores públicos municipais

REAJUSTE DE 12, 84%.

Logo bem no início do ano o SINTSERM encaminhou ofício para a administração cobrando o reajuste salarial tanto para os professores quanto para todos os demais servidores públicos municipais, no entanto, até o momento não obtivemos nenhum retorno nem posicionamento parte do prefeito. Continuamos no aguardo e prontos para fazermos o enfrentamento caso tenhamos mais este direito negado pelo município. Estamos também atentos e vigilantes quanto ao andamento do PL dos precatórios aprovado na Câmara, assim como ao início do ano letivo e a realização do concurso público. De acordo com o desenvolvimento dessas ações, o mês de fevereiro promete ser de muitas LUTAS, portanto companheiros(as) devemos estar sempre prontos, dispostos e preparados para o embate e mobilizações.

SINTSERM – CODÓ.

Campanha do governo federal pela abstinência sexual começa em fevereiro

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos deverá lançar em fevereiro a primeira campanha para promover a abstinência sexual através da cultura de “escolhi esperar”.

A campanha de marketing deve chegar às ruas no dia 3 de fevereiro, com a temática da “iniciação sexual não precoce”, desenhada em conjunto com o Ministério da Saúde e com foco nas redes sociais.

O público-alvo da campanha será da faixa de 10 a 18 anos, com base em estudos científicos voltados para as campanhas de prevenção contra a gravidez na adolescência.

Não está previsto a disposição das campanhas para televisão e rádio, mas isso dependeria da possibilidade de o Ministério da Saúde arcar com os custos.

Segundo a secretária nacional de família, Angela Granga Martins a pasta avalia atualmente modelos de políticas “de escolhi esperar, de retardar a relação sexual”.

A pasta promoveu em dezembro do ano passado, na Câmara dos Deputados, um seminário que contou com a participação do pastor Nelson Neto Jr., fundador do movimento chamado “Eu Escolhi Esperar”.

 

Gospel Prime

error: Content is protected !!