Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

SONHO REALIZADO: Professora Milagres defende Dissertação de Mestrado no Paraguai

A professora codoense Maria dos Milagres, defendeu nesta terça-feira (15), tese Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação na Universidad de Desarrolo Sustentable em Assunção – Paraguai. A tese teve como título: “A Formação Continuada de Professores da Educação Infantil: Uma análise de sua contribuição para a prática pedagógica na creche José Robson Gonçalves Rolim no município de Codó-MA”.

A defesa de mestrado faz parte do Programa de Pós- graduação Stricto Sensu.

“É com muito orgulho que, em primeiro lugar agradeço a Deus por mais uma conquista na minha vida e compartilho minha alegria, e meus agradecimentos a todos os amigos e amigas que estavam na torcida por mim. Agora MESTRA EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO, APROVADA NOTA 9,5 permaneço aqui até 21/01 para resolver os trâmites do Doutorado. Tão logo confirmar minha matrícula no Doutorado retornarei levando meu sonho na bagagem. Milagres Pereira Professora Ms. Em Educação, só eu sei o que passei pra chegar até aqui. Obrigada meu Deus, Obrigada Família”, escreveu a mestra Maria dos Milagres nas redes sociais.

Parabenizamos a professora Milagres e desejamos mais sucesso em sua bela trajetória.

PM INTERCEPTA GRANDE QUANTIDADE DE DROGA QUE IRIA ABASTECER A CIDADE DE CODÓ

Na madrugada de hoje (15/01), por volta das 2h, o Serviço de Inteligência do 17º BPM efetuou a prisão de dois suspeitos de tráfico e apreendeu uma grande quantidade de drogas.

A equipe de policiais militares montou uma operação no sentido de interceptar os dois indivíduos que, segundo informe, haviam deixado a cidade de Codó no dia 11 de janeiro de 2019 em direção ao estado de São Paulo para buscar drogas, e que os mesmos retornariam na madrugada do dia 15 de janeiro de posse da referida droga.

Com base nisso, os indivíduos começaram a ser monitorados a partir do Povoado Independência, município de Peritoró, até o Povoado Km 17, Codó-Ma, onde os dois suspeitos desembarcaram do ônibus, momento em que foi realizado a abordagem policial e efetuado a prisão em flagrante dos dois suspeitos.

Foram encontrados cerca de 24kg de uma substância prensada semelhante a maconha, na mala de Antonio Damasceno Brandão foi encontrado aproximadamente 14 kg e na de Antonio Joilson foi encontrado uma quantia de 10kg e uma balança de precisão.

Os indivíduos foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Polícia e encontram-se à disposição da Justiça.

Assecom 17° BPM

Advogado envolvido em acidente fatal com vítima na MA–026 se apresenta na Delegacia Regional de Polícia 

Carro do advogado/Foto: Reprodução de WhatsApp

O advogado José Walterby Nunes Silva, 41 anos de idade, que se envolveu em um acidente com vítima fatal, sábado (12), na MA -026, que liga os Municípios de Timbiras a Codó, se apresentou ontem (14) na delegacia de Polícia Civil de Codó, acompanhado de seu advogado, Dr. Dione dos Santos Rodrigues.

No acidente morreu o senhor Sebastião Marinho Falcão Filho, conhecido como “Preto”, 41 anos de idade, que estava em uma motocicleta. Dr. Walterby Silva, que conduzia o carro, um Corsa Classic, capotou e caiu dentro de um lago com os pneus pra cima, e, segundo ele, por pouco não morreu afogado, sendo socorrido por um parente da vítima, que até então não sabia da morte do mesmo.

Motocicleta da vítima/Foto: Reprodução de WhatsApp

Após sua apresentação na Delegacia de Polícia Civil de Codó, o advogado conversou com o repórter Sena Freitas, e contou como tudo teria acontecido.

Segundo informações do Dr. Walterby Silva, seu advogado e amigo, Dr. Dione dos Santos Rodrigues, vai procurar os familiares para dar uma moto nova, montar o processo DPVAT, além de realizar o processo de aposentadoria da viúva e ainda estará disponível para outro tipo de ajuda que se fizer necessária.

Blog do Sandro Vagner

Governo pretende unificar documentos em base digital

O diretor do Denatran, Márcio Alves, o ministro da Cidades, Alexandre Baldy e a diretora do Serpro, Glória Guimarães lançam a nova CNH digital.

O governo federal vai retomar iniciativas passadas para criar uma base digital que unifique documentos diversos como Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho, Título de Eleitor e Certificado de Reservista. A ideia é que um cadastro, com registro de biometria, possa ser acionado pelo cidadão em qualquer lugar, inclusive pelo celular.

CNH digital – José Cruz/Agência Brasil

Para desenvolver o projeto, um grupo de trabalho (GT) foi criado reunindo os ministros Sergio Moro, da Justiça, Paulo Guedes, da Economia, Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência.

A primeira reunião do GT, com a participação de funcionários do Serviço Federal de Precessamento de Dados (Serpro), ocorreu hoje na sede do Ministério da Justiça, em Brasília.

Conforme Marcos Pontes, a iniciativa “vai facilitar muito a vida do cidadão”. O trabalho começa com a verificação das informações disponíveis na Justiça Eleitoral, a possibilidade de alimentar um banco de dados com mais informações e com a biometria.

Pontes reconheceu o trabalho que já foi feito por outros governos “desde 1997”, mas assinalou a disposição de avançar e ter resultados ainda este ano “Tem que tercomeço, meio e fim. Agora a gente tem oportunidade de finalizar esse projeto. Utilizar o que já foi feito sim, mas melhorar também o que temos até agora”.

Agência Brasil

Mãe flagra filho com folhas na boca para não gritar em suposto estupro

A Polícia Civil do Piauí investiga um suposto caso de estupro contra um menino de três anos de idade, em uma chácara na BR-343, na cidade de Floriano, no interior do estado. O suspeito é o padrasto da vítima, um ajudante de pedreiro de 24 anos, que ainda não foi localizado. De acordo com o delegado Marcelo Leal, da Gerência de Polícia do Interior (GPI), a suposta violência sexual foi flagrada pela mãe da criança.

“A mãe relatou que estava lavando roupa, chamou pelo filho e o ex-companheiro respondeu. Ela achou algo estranho, quando foi atrás, encontrou o padrastro e o filho nus. Então começou a gritar e ele fugiu”, explica o delegado Marcelo Leal.

(Foto: Reprodução: JC24horas)

Em um vídeo publicado no site JC24horas, a mãe da criança [que não terá o nome revelado para preservar a imagem da vítima] chorou ao relatar o suposto caso e disse que encontrou o filho com “a boca cheia de folhas”.

“Quando eu chego, topo como meu filho nu e ele nu atrás do meu filho e ainda teve a coragem de dizer: desculpas. Eu saí correndo desesperada para a casa da minha irmã. Nunca desconfiei de nada disso dele […] ele tava nu e ajoelhado atrás do meu filho, encheu a boca do meu filho de folhas pra ele não gritar. Fui para a delegacia e fiz o boletim de ocorrência”, relatou a mãe no site JC24horas.

Ao Cidadeverde.com, a mãe relatou que o suspeito teria levado a criança para uma casa abandonada situada ao lado da residência onde moravam. Os dois mantinham um relacionamento amoroso há três anos e têm um filho de um ano.

“O meu filho de três anos não morava com a gente, só o de um ano que é filho dele. Não suspeitei nada em relação ao filho pequeno”, reitera.

Segundo a mãe, exames comprovaram que o filho possui lesões nas partes íntimas.

“Ele está muito agitado e vamos levá-lo ao psicólogo. Coração de mãe não se engana. Me deu uma coisa para ir atrás, saber o que estava acontecendo e me deparei com uma cena horrível”, desabafa a mãe que relatou também que o suspeito teria retornado ao imóvel na noite de domingo (13) e arrombado os cadeados.

Até o momento, o suspeito não foi preso.

 Cidade Verde

Bolsonaro prevê assinar nesta terça-feira decreto que flexibiliza posse de armas

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) prevê assinar na manhã desta terça-feira (15) o decreto que flexibiliza a posse de armas no Brasil. De acordo com a assessoria da Casa Civil, o texto será publicado em edição extra do Diário Oficial da União de terça. A assinatura será feita em cerimônia do Palácio do Planalto por Bolsonaro e que contará com a presença de ministros e de integrantes da bancada da bala.

Segundo relatos feitos à reportagem, o texto estava em fase final de aprovação técnica desde a tarde de sexta-feira (11). A flexibilização do porte de armas é uma promessa de campanha de Bolsonaro. Poucos dias antes de assumir a presidência, ele usou as redes sociais para informar que usaria um decreto para modificar as regras.

Entre os pontos que o texto deve alterar estão o período exigido para renovação da posse e a discricionariedade. A ideia é ampliar de 5 para 10 a validade e retirar a exigência de autorização feita por um delegado da Polícia Federal. A posse de armas atualmente no Brasil é regulamentada pela lei federal 10.826, de 2003, conhecida como o Estatuto do Desarmamento.

De acordo com ela, são necessárias algumas condições para que um cidadão tenha uma arma em casa, como por exemplo ser maior de 25 anos, ter ocupação lícita e residência certa, não ter sido condenado ou responder a inquérito ou processo criminal, comprovar a capacidade técnica e psicológica para o uso do equipamento e declarar a efetiva necessidade da arma.

Hoje a declaração de necessidade é feita pela Polícia Federal, que pode recusar o registro se entender que não há motivos de posse para o solicitante. Segundo especialistas, uma pessoa que mora em um local ermo, afastado de delegacias e batalhões de polícia, ou alguém ameaçado, por exemplo, tem mais chances de conseguir a autorização. O rigor com a comprovação da necessidade também pode variar de acordo com o estado e a cultura local.

Caçadores, colecionadores e atiradores desportivos também podem ter a posse de armas, mas o registro é realizado pelo Exército e segue critérios específicos para cada categoria. Para atiradores, por exemplo, é preciso comprovar a participação em clubes de tiro e competições.

A posse, de acordo com a lei, significa que o proprietário pode manter a arma apenas no interior da sua casa ou no seu local de trabalho, desde que seja o responsável legal pelo estabelecimento.

No Estatuto do Desarmamento estava prevista a realização de um referendo, em 2005, para que a população respondesse à seguinte pergunta: “O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”. Com 63,94% dos votos válidos, o “não” ganhou. Com isso, o comércio permaneceu legal no país.

PORTE

Já o porte é proibido para os cidadãos brasileiros, exceto para membros de Forças Armadas, polícias, guardas, agentes penitenciários e empresas de segurança privada, entre outros. É preciso demonstrar a necessidade do porte por exercício de atividade profissional de risco.

Quando uma pessoa tem o registro de porte ela está autorizada a transportar e carregar a arma consigo, fora de casa ou do local de trabalho. É proibido para os cidadãos brasileiros, exceto para membros das Forças Armadas, polícias, guardas, agentes penitenciários, empresas de segurança privada, entre outros. É preciso demonstrar a necessidade do porte por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física.

O porte é vinculado ao registro da arma. Isso significa que uma pessoa com porte não pode andar com qualquer arma, mas com aquela para qual obteve a autorização. Também pode ser temporário e restrito a determinado território.

O decreto presidencial que regula o Estatuto do Desarmamento diz que “o titular de porte de arma de fogo para defesa pessoal […] não poderá conduzi-la ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais públicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, agências bancárias ou outros locais onde haja aglomeração de pessoas em virtude de eventos de qualquer natureza”.

Isso, contudo, é estabelecido por decreto, e pode ser mudado pelo presidente sem necessidade de autorização do Congresso (leia mais abaixo).
Segundo o estatuto, o porte é revogado caso o portador seja detido ou abordado “em estado de embriaguez ou sob efeito de substâncias químicas ou alucinógenas”.

COMÉRCIO E REGRAS

Apesar dos limites atuais, cerca de seis armas são vendidas por hora no mercado civil nacional, segundo dados do Exército obtidos via lei de acesso à informação pelo Instituto Sou da Paz. Neste ano, até 22 de agosto, haviam sido vendidas 34.731 armas no total.

Além das vendas recentes, o número de novas licenças para pessoas físicas, concedidas pela Polícia Federal, tem crescido consistentemente nos últimos anos. Passou de 3.029, em 2004, para 33.031, em 2017.

O número de novos registros para colecionadores, caçadores e atiradores desportivos, dados pelo Exército, também subiu. Em 2012, foram 27.549 e, em 2017, 57.886. No total, hoje, são mais de meio milhão de armas nas mãos de civis: 619.604.

Cidade Verde

17°BPM RECUPERA DOIS CELULARES E EFETUA PRISÃO DE ASSALTANTE

O Serviço de Inteligência do 17° BPM recebeu denúncia que na sexta, dia 11, havia ocorrido um assalto em uma lanchonete da Rua Marques Rodrigues, Centro, por volta das 20:00 hrs.

Os policiais militares ao averiguarem as câmeras das proximidades do local, no sábado, identificaram o indivíduo de nome Charler Jordan, 24 anos, sendo efetuada sua prisão, por volta das 16:00 hrs, e com o mesmo foi encontrado os 02(dois) celulares tomados de assalto no estabelecimento.

Asscom 17° BPM

Polícia Militar monta barreira no Povoado Km 17, distrito de Codó

Policiais militares do 17º Batalhão realizam constantemente a “Operação Saturação” que visa intensificar a presença da PM com revistas e abordagens no município de Codó, especificamente em toda circunscrição do Povoado Km 17, MA 026.

A operação está sendo realizada durante todos os dias da semana, pois a orientação do comando é que a PM não fique estática no Posto Km 17, mas realizando rondas e abordagens na circunscrição que engloba todo o povoado. Envolve homens da Força Tática, Serviço de Inteligência e do Patrulhamento de Moto do 17º batalhão de Polícia Militar de Codó.

Condutores, passageiros e transeuntes, assim como Documentos do condutor, do veículo, revistas de passageiros são alvos no intuito de encontrar armas e drogas. As ações de ostensividade irão continuar para combater e prevenir crimes na zona rural de Codó.

Ascom

error: Content is protected !!