Nair Portela completa dois anos de gestão na UFMA

Comentários 0

SÃO LUÍS – Nesta segunda-feira, 13, a Reitora Nair Portela completa 2 anos de gestão à frente da Universidade Federal do Maranhão. Desde que ela assumiu o mandato, em 2015, diversas dificuldades foram encontradas, e a maior de todas refere-se à crise financeira pela qual todas as universidades federais têm passado nos últimos anos.

Mesmo com esses percalços, a reitora Nair Portela conduz a Universidade com responsabilidade, no intuito de manter sempre em destaque o slogan da sua gestão: “Consolidar avanços e vencer desafios”, desafios esses que são muitos, porém, com respeito, ética e compromisso, tem conseguido vencer.

A exemplo da Graduação, que nestes dois anos de gestão teve uma melhoria considerável nos conceitos do Enade, além da realização do Fórum Interinstitucional das Licenciaturas, do Fórum de Gestão Acadêmica, com ênfase no estágio, que reuniu os coordenadores de estágio dos cursos, e hoje todos os estagiários estão assegurados. A UFMA também realiza diálogo democrático com os diretores de centro, coordenadores de curso, para pensar de forma coletiva a Universidade. Ao longo desses dois anos, foram criados os cursos de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia da Computação, Engenharia Ambiental e Sanitária, todos no câmpus de São Luís; Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenharia Ambiental, em Balsas; Ciências Naturais – Biologia, no câmpus de Bacabal; e o curso de Pedagogia, no câmpus de Codó, além do curso de Engenharia Aeroespacial, em São Luís, que tem previsão para iniciar em 2018.

Além disso, a UFMA assinou um convênio com a Secretaria Municipal de Saúde, para estágios na área de saúde, e manteve um diálogo constante para resolver as pendências do curso de Medicina dos câmpus de Imperatriz e Pinheiro, que, com trabalho em equipe, estão sendo solucionadas. É importante ressaltar também a continuidade das ações de formação continuada de professores no âmbito do Pnaic com mais de 18.000 professores envolvidos.

Na extensão, a Universidade participou do Projeto Rondon, da operação Bacuri, com a elaboração de propostas e desenvolvimento de atividades em quatro municípios do Maranhão, e atendeu mais de 2.400 pessoas. A UFMA também integrou os comitês de valorização da pessoa idosa, arbovirose, responsabilidade social da área Itaqui-Bacanga e de acessibilidade do CCSo. Foram realizadas, ainda na extensão, ações de enfrentamento ao Aedes aegypti: Fora Zika, Dengue, Chikungunya, com atividades desenvolvidas na Cidade Universitário Dom Delgado e nos Câmpus do Continente. A Pró-Reitoria de Extensão ainda realizou o Seminário Itinerante de Extensão, nos câmpus de Pinheiro e São Bernardo, que reuniu um público de aproximadamente 60 participantes.

Nesses dois anos de gestão, a UFMA também realizou o VI Fórum de Extensão Universitária, com o tema “Fortalecimento da Extensão Universitária no Estado do Maranhão”, lançou editais de bolsas de Extensão e do PIBIT, além do edital de Fluxo contínuo para institucionalização das ações de extensão. Atualmente, o Departamento de Extensão possui 17 programas, 445 projetos e 70 cursos ou eventos. Foi inaugurada também a Cinemateca, localizada no DAC; realizou-se o Festival Maranhense de Coros, o concerto UFMA 50 anos, o projeto Cinema em Todo Lugar, o Mostre sua Cara (oito edições realizadas), de agosto a dezembro de 2016; o Cinê Guarnicê, que teve oito sessões, no período de janeiro a novembro de 2016; a Mostra Especial Guarnicê 40 anos, realizada em novembro de 2016; foi realizada a a Reabertura da Galeria Antônio Almeida, na sede do DAC; a Universidade também teve papel importante na realização da 10ª Feira de Livros de São Luís.

Entre tantas ações que foram realizadas na extensão, ao longo desses dois anos de gestão da professora Nair Portela, cabe destacar ainda a realização do Dia do Empreendedorismo e da Inovação, a aprovação da resolução que cria o Programa de Incubação de empresas na Universidade Federal do Maranhão, a realização do Seminário de Iniciação Tecnológica e Inovação – SEMITI, apoio aos alunos da Universidade no desenvolvimento de projetos e modelos de negócio, como o edital de Startups da Fapema, entre outras ações. A UFMA, por meio do Departamento de Empreendedorismo e Inovação-DEMI-PROEXCE, em parceria com o Sebrae-MA, realizou a primeira edição do Sebrae Experience, com o objetivo de despertar o espírito empreendedor dos estudantes.

Na Assistência Estudantil, o sistema de atendimento ao estudante foi aprimorado, com ampliação à assistência e ao atendimento ao estudante, incentivo às atividades psicopedagógicas, sócioeducativas e culturais e permanência e democratização do acesso ao ensino superior. Entre tantas ações, há um destaque especial para diversos eventos que a pró-reitoria de assistência estudantil realizou durante esses dois anos de gestão da professora Nair Portela, como o Setembro Amarelo, prevenção ao suicídio, o I Encontro de Integração de Técnicos-Referência dos câmpus do Continente, I Encontro de Assistência Estudantil do Maranhão, e, por último, o I Ciclo de Debates sobre Saúde Mental no Ensino Superior no Maranhão. Atualmente, a UFMA assiste mais de 14 mil estudantes em todos os nove câmpus.

Foram muitas as atividades para dois anos de gestão, mas elas não param por aí. Na Pró-Reitoria de Recursos Humanos, foi realizado o concurso público com a participação de mais de 24 mil inscritos, enquanto que na Pró-Reitoria de Gestão e Finanças, mesmo diante da crise que assola as instituições, as contas estão em dias, sem atrasos, o que indica a responsabilidade financeira com os recursos disponíveis. A PROGF também atualizou, em parceria com o Núcleo de Tecnologia da Informação, o Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (SIPAC), dinamizando e agilizando os processos, sem que haja a necessidade de impressão ou deslocamento do servidor para movimentar o processo, ou seja, atualmente, ele funciona exclusivamente on-line, reduzindo, então, o consumo excessivo de papel.

O Núcleo de Tecnologia da Informação também inovou em recursos, como a criação o e lançamento do aplicativo UFMA Mobile, a utilização de videoconferências para realizar reuniões, defesas de monografias, dissertações e teses, economizando, então, na emissão de diárias e passagens, além da atualização e implantação de novos módulos dos sistemas integrados, como o SIGAA, voltado para estudantes e professores e o SIGRH, voltado para os servidores da Instituição.

Na infraestrutura, a UFMA restaurou e requalificou o prédio do Palacete Gentil Braga, reformou o laboratório de TV do curso de Comunicação Social, entregou a primeira etapa do planetário, climatizou as salas do CCH, CCET e CCSo, construiu o laboratório do curso de Design, urbanizou e ampliou o laboratório do bacharelado interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, além de obras que foram realizadas e que ainda estão em execução nos câmpus do continente.

As ações e atividades da UFMA não param por aí, ainda há muito a ser feito, muitos avanços para consolidar e desafios para ultrapassar. A reitoria Nair Portela sente-se feliz por ter feito tantas ações, em todos os segmentos da Universidade, em meio a tantos problemas socioeconômicos por que passa o país e que tem influenciado diretamente as instituições públicas de ensino superior.

Revisão: Jáder Cavalcante

 

Os comentários estão desativados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com