Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Aprovado projeto de Felipe dos Pneus que torna livre o acesso de ‘personal trainers’ às academias

O projeto que dá livre acesso de personal trainers às academias em todo o Maranhão, de autoria do deputado estadual Felipe dos Pneus (PRTB), deve virar lei nos próximos dias. A matéria 071/2019 foi aprovada por unanimidade na sessão plenária desta quarta-feira (22) e seguirá para sanção goernamental. 

Em discurso, Felipe dos Pneus parabenizou os educadores físicos pela vitória conquistada. “Essa é uma luta de anos e que, finalmente, se tornará lei, com a aprovação deste projeto nesta Casa, o que significa ampliar o acesso desses profissionais às academias em todo o Maranhão. Agradeço a eles por terem lutado comigo, certo de que, a partir de agora, os consumidores terão garantido o seu direito, já que os estabelecimentos não poderão cobrar, além da mensalidade, ao aluno que estiver acompanhado de seu personal”.

O parlamentar lembrou que a iniciativa decorre do projeto do vereador de São Luis, Paulo Victor (PTC), aprovado dia 29 de março deste ano. Ele também mencionou o apoio do deputado federal Gil Cutrim (PDT), que levou a pauta à Brasília. “Esse projeto de lei já foi aprovado, também, em três estados brasileiros. A ideia é valorizar esses profissionais”.

Para o educador físico Alan Bandeira, do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Maranhão (Sinproefma), é uma vitória comemorada por toda a classe. “Agradecemos e reconhecemos a luta do deputado Felipe dos Pneus. É um ganho para nós, educadores físicos, e que incentivará mais pessoas a iniciar uma atividade física para a melhoria de sua qualidade de vida”.

O deputado Roberto Costa (MDB) destacou que a aprovação faz justiça a esse sistema das academias no Maranhão. “O projeto do deputado Felipe dos Pneus torna-se muito amplo, porque atinge todo o nosso estado e uma problemática que impedia o personal de trabalhar e acompanhar seu aluno em outras academias. Vai facilitar a vida de muita gente que, antes, precisava se submeter a essa restrição por parte desses estabelecimentos. Quero parabenizá-lo por ter ampliado esse direito a todos os maranhenses”.

 

Assecom

Categoria: Notícias
error: Content is protected !!