COLETIVO NÚCLEO – CODÓ vai ter Masculinidades como tema central de sua segunda Live Solidária

Em julho no Especial “FALA MULHER PRETA” realizado há pouco mais de 15 dias, o Coletivo Núcleo de Codó se concentrou nas temáticas sobre o feminino. Agora em agosto será a vez de pensar os homens na live “OBORÓS: Masculinidades” dia 28 de agosto às 19 horas.

Perguntamos aos coordenadores.
– Quem são os convidados da noite?”

Eles nos responderam:

– Raimundo Moreira – líder quilombola e eduacador; Francialdo de Oliveira – trancista e liderança do povo de terreiro; Flavin Viana – cantor, humorista e influencer e Big Bleck – Mc e juventude de terreiro. Além de Eugênio Mamute – graduado de capoeira; o cantor, ator e humorista Diel; Júnior Alvez – cantor e pesquisador das afroreligiosidades; e o grupo Crespos Cacheados – coletivo negro de Caxias.

Todos representantes da comunidade afromaranhense que irão debater a criação dada aos homens, o duplo preconceito que afeta homens negros homossexuais, a associação da imagem do homem negro a criminalidade/vícios/violência mostrando também como a comunidade negra é diversa em experiência, aparências e opiniões.

Rodrigo Muniz e Raimundo Quilombo,jovens lideranças negras em Codó e Vargem Grande, respectivamente serão os responsáveis por conduzir o bate papo e as apresentações culturais.

São parceiros do ciclo de lives solidárias idealizadas e produzidas pelo Coletivo Núcleo o Blog do Acélio, RibeiraNet, RS Studio Produções, Pastoral Afro, TV Quilombo, Secretaria de Educação, Secretaria de Governo e Sintserm.

O grupo também prepara sorteio de brindes e já adianta como participar:

“Sobre os brindes é preciso que durante transmissão no Canal do YouTube Blog Do Acelio as pessoas participem com a #homempreto nos comentários e informe também seu nome completo para a identificação correta dos ganhadores e ganhadoras. Já arrecadamos minikits escolares, camisas de grife quilombola, cupons para concorrer ssorteio de ingresso, e também kit de personalizados.”

Por se tratar de live solidária, completa informando como proceder:

“No nosso material de divulgação você encontra o PIX é pode fazer doações a qualquer momento. O que for arrecadado será utilizado para organizar os próximos eventos e dar autonomia ao trabalho desenvolvido pelo grupo.”

Se você não conheço o trabalho educativo cultural do Coletivo Núcleo Codó confira as lives COLETIVO NÚCLEO – 5 ANOS e Especial “FALA, MULHER PRETA!” disponíveis no canal do YouTube Blog Do Acélio.