Em Assembleia Extraordinária, sindicato rejeita propostas do governo e decide pelo retorno às aulas

Em Assembléia extraordinária realizada nesta segunda-feira dia 10 de fevereiro pelo SINTSERM-CODÓ, professores da rede pública municipal de ensino deliberaram pelo retorno às suas escolas já na terça dia 11/02. Diante das propostas apresentadas pela secretaria de educação, todas foram recusadas pela categoria que entenderam as mesmas como uma afronta e desrespeito para com os profissionais já que não eliminariam os finais de semana letivos, além de comprometer e ferir o direito do professor que é o recesso escolar e/ou férias do mês de julho. A decisão será comunicada à secretaria de educação, sendo que nesta terça-feira dia 11/02 acontece mais um ato de repúdio ao atraso das aulas com a participação de professores e a exposição de faixas na sessão da câmara de vereadores.

 

À diretoria