Em nota, Igreja Presbiteriana afirma que não apoia partidos

A Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) divulgou nota contrariando a atitude do pastor Emerson Patriota, da denominação em Londrina, que usou a estrutura da igreja para pedir assinaturas em apoio ao Aliança pelo Brasil, como mostrou o Gospel Prime.

Membros do Supremo Concílio, órgão máximo da denominação, ficaram incomodados com o comportamento do pastor e a IPB divulgou nota afirmando que a instituição “não é apolítica”, mas que “em nenhum momento apresentou ou apresenta apoio a qualquer partido político.”

“Em resolução de sua reunião ordinária em 1990, o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil orienta seus concílios em geral que evitem apoio ostensivo a partidos políticos e que as igrejas não cedam seus templos ou locais de culto a Deus para debates ou apresentações de cunho político”, diz a nota.

A nota foi divulgada a pedido do presidente do Supremo Concílio presbiteriano, reverendo Roberto Brasileiro Silva, após a igreja ser pressionada por membros que reprovaram o comportamento do pastor Emerson Patriota.

A denominação entendeu que a atitude do líder feriu o princípio da liberdade individual dos fiéis para escolher políticos.

Um vídeo mostra o pastor anunciando a presença de um ônibus de apoio a sigla, um ato considerado crime eleitoral e que será investigado pelo Ministério Público. O pastor afirma que está “fazendo um apoio” para a formação do partido.

 

Gospel Prime