Expedito Carneiro tem mandato cassado na Câmara Municipal de Codó

Já foi encerrada a votação de cassação de mandato do ex-presidente da Câmara Municipal de Codó,  Expedito CARNEIRO.

Nunca na história do parlamento codoense houve um mandato cassado.

Foram  três pontos da denúncia  votados nominalmente (ou seja, cada vereador foi chamado para dizer como votava).

A primeira a votar foi a vereadora Cleane Pinho que disse “SIM” à cassação, nas três vezes que foi chamada, assim como também ocorreu com seus colegas na ordem abaixo:

O segundo a ser chamado a votar foi Domingos Reis que pediu o direito de discursar por 15 minutos, admitido em processos administrativos desta natureza.

Apontou como principal erro da Comissão Processante o fato de Expedito não ter sido notificado para se defender, nem provado que teria esgotado todas as possibilidades segundo o Código de Processo Civil.

“São três denúncias, eu voto pela absolvição do vereador Expedito Carneiro”, concluiu Dominguinhos.

André Jansen _ “Sim”

Chaguinha da Câmara – “O meu voto é a favor da cassação ”

Iltamar Muniz – “Sim”

Júnior Oliveira – “Não posso ser conivente com crime, voto SIM”

Maria Paz – ‘eu voto SIM, voto favorável ”

Pastor Max – “É cortar na carne? É cortar (…) meu voto é sim, pode continuar o processo”

Milson Sousa da Silva “Da Gabriela” – “Sou relator, dei meu voto dentro da Comissão e repito aqui publicamente,  voto SIM”

PEDRO SANTOS – (disctuindo pontos do processo) 19h48mim. VOTOU NÃO À CASSAÇÃO.

Ivan da Colônia- ” o meu voto é SIM”

LEONEL FILHO – “Teremos três votações,  voto SIM “.

Na última das 3 votações,  Leonel defendeu que Expedito não se defendeu porque não quis. “Como alegar que não houve chance de defesa, jamais”, disse em discurso

Raimundo Nonato Sampaio Pimenta- ” por entender que é um ato desleal, desumano, eu voto CONTRA a cassação,  voto NÃO ”

Rômulo Vasconcelos – (defendendo que Expedito teve, sim, chance de se defender, 19h56min). VOTOU SIM

Rodrigo Figueiredo- NÃO,  à cassação

Valdeck Frota (o último) – (usando a tribuna, às 20h iniciou).

“EU estou com documentos que toda a população deveria ter (…) eu não quero o mal de Expedito,  mas aquele que deve precisa pagar (…) se tudo isso aqui for verdade, pecou pra Deus (…) VOTO FAVORÁVEL À  CASSAÇÃO DO MANDATO DO VEREADOR EXPEDITO CARNEIRO “, disse Valdeck, voto dele encerrado às 20h13min.

Blog do Acélio