Juventude do MDB repudia ato de Dino contra Conselho Estadual de Juventude e práticas fraudulentas da UJS

NOTA DE REPÚDIO DA JUVENTUDE AO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

A Juventude Estadual do MDB, vem público, externar seu repúdio ao trato antirrepublicano e desrespeitoso do Governador Flávio Dino de desarticular os movimentos de juventude da sociedade civil filiados ao histórico Fórum Estadual de Juventude do Maranhão (FEJMA) que no dia 30 agosto de 2015 na casa do Maranhão- (São Luís), na sua 15° Reunião Ordinária, que na oportunidade e na presença de diversas autoridades a contar da Secretária Extraordinária de Juventude do Estado – Tatiana Pereira e do atual Senador Weverton Rocha (PDT), dentre outros, elegeu 15 entidades titulares e 15 entidades suplentes para compor o CEJOVEM – Conselho Estadual de Juventude, pela sociedade civil, conforme previa a Lei Estadual nº. 8.451 de 06 de setembro de 2006.

Ocorre que, após todo o processo legítimo e democrático, o Governador Comunista do Maranhão – Flávio Dino, não deu posse aos Conselheiros eleitos, e para a surpresa de todos, encaminhou nas barganhas da madrugada para a Assembleia Legislativa, projeto de lei em caráter de urgência que altera o processo eleitoral do CEJOVEM, no afã de possibilitar que os jovens ligados a UJS aparelhados no seu governo, conduzisse o processo e assim pudessem assumir e controlar um conselho de todas as juventudes do Maranhão.

Seguindo as atrocidades do seu capitão-chefe, os deputados da base governista, maioria na Assembleia, aprovaram no dia 03/07/2019 o PL n°130/2016, que altera a lei n° 8.451, que dispõe sobre o CEJOVEM, alterando o processo de escolhas das entidades e vinculando de forma direta o processo eleitoral e o CEJOVEM à Secretaria de Estado da Juventude, tirando assim, a autonomia da sociedade civil, por meio do Fórum Estadual de Juventude, eleger seus próprios representantes.

Aprovada a lei e seguindo as práticas fraudulentas adotadas pela UJS (juventude do governador) na eleições da UNE e UBES, o processo de eleição se deu em “ação relâmpago” demonstrado no Edital nº 008/2019-SEEJUV datando apenas um dia para inscrição e divulgação de entidades escritas, pedido de recurso e divulgação de resultado final com entidades habilitadas (qual seja, dia 03/08/2019) e o dia seguinte (04/08/2019) para realização da assembleia de eleição e publicação do resultado das entidades eleitas. Ficou claro que o processo foi montado para esvaziar a sociedade civil organizada no Fórum Estadual de Juventude, alterar a Lei Estadual n° 8.451, mudando as regras do jogo para que de forma incoerente e absurda o governo realize a eleição da sociedade civil estabelecendo um dia de inscrição e o dia seguinte para eleição de um Conselho de direitos num estado com 217 municípios.

São práticas merecedoras do mais elevado repúdio da juventude maranhense e que demonstra a práticas ditatoriais e esdrúxulas de um governo comunista de aparências republicanas e práticas repugnantes.

Governador Flávio Dino, respeite a juventude. Vai ter RESISTÊNCIA!

Juventude Estadual do MDB/MA.

error: CONTEÚDO PROTEGIDO!