Ministério da Saúde apresenta ações para aquisição de medicamentos para intubação

Foram entregues 862,5 mil unidades para o atendimento emergencial das demandas da rede pública de estados e municípios
O Ministério da Saúde apresentou nesta terça-feira (25/08) as estratégias que estão sendo realizadas junto com outros órgãos, como Receita Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), para aquisição de medicamentos de intubação orotraqueal para tratamento de pacientes graves da Covid-19. São sete iniciativas para equalizar estoques.
Com as ações, o Ministério da Saúde conseguiu evitar o desabastecimento prolongado nos estados. Uma das ações, a Operação Uruguai, conseguiu requisitar o excedente produzido dos medicamentos no país vizinho. “Em quatro dias, conseguimos abastecer as regiões do sul e parte do estado do Mato Grosso do Sul”, afirmou o secretário da Atenção Especializada à Saúde (SAES) do Ministério da Saúde, Luiz Otavio Franco Duarte.

Outra iniciativa da pasta da Saúde junto com outros órgãos é a requisição de informação. Foi feito um acordo de cooperação para equalizar, em tempo real, o estoque daqueles estabelecimentos e, com isso, fazer o abastecimento em tempo hábil dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, existe o Pregão Eletrônico nos quais participaram 48 entes federativos entre estados e capitais do País. “Demos mais celeridade na aquisição e equidade nos preços. Os estados conseguem ser abastecidos em 48 horas”, destacou o secretário Franco Duarte.

Até o momento, foram feitas mais de 15 requisições administrativas. Já foram entregues 862,5 mil unidades para o atendimento emergencial das demandas da rede pública de estados e municípios. O produto foi adquirido, após diálogo com a indústria farmacêutica e sem comprometer as aquisições pela rede privada.

De acordo com o Luiz Otavio Franco Duarte, os gestores locais estão com todas as ferramentas para avaliar a melhor estratégia de compra. “Essas ferramentas ficarão como legado para o País”, complementa.

Para alinhar as estratégias de vendas e distribuição dos medicamentos, o Ministério da Saúde informa as indústrias, semanalmente, o Consumo Médio Mensal e os estoques em dias de coberturas por medicamentos por estado.

Comunicação Social do Ministério da Saúde