Prefeitura de São Luís segue com a vacinação contra a Covid-19 em acamados

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), segue com a vacinação contra a Covid-19 para idosos, pessoas acamadas e com dificuldade de locomoção. Nesta sexta-feira (9), as equipes de imunização da Semus fizeram a aplicação da 1ª e 2ª dose da vacina nos bairros Vila Embratel, Anjo da Guarda, Coroadinho e Caratatiua.

O secretário da Semus, Joel Nunes, destaca que a vacinação deste público-alvo, tem sido realizada desde o início da campanha de vacinação, e integra uma das principais ações da gestão do prefeito Eduardo Braide.

“A vacinação deste público-alvo é uma das estratégias pensadas pela Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Eduardo Braide, para atender exclusivamente aqueles idosos ou pessoas que possuem alguma comorbidade ou dificuldades de locomoção e que, por esse motivo, não têm condições de se dirigir a um dos pontos de vacinação do município”, reforçou o secretário.

Até o momento, as equipes de vacinação domiciliares da Semus já aplicaram 1.974 vacinas – referentes à 1ª dose e 1.437 imunizantes – de 2ª doses, em pessoas acamadas em diversos bairros da capital maranhense. Estão recebendo as vacinas em casa, pessoas que já estão cadastradas na plataforma #VacinaSãoLuís e solicitaram o atendimento domiciliar, devido ao fato de não terem condições de se deslocar até os locais de vacinação.

Aos 80 anos, Algecira Pereira Ramos, moradora do Coroadinho, foi vacinada em casa com a 2ª dose da vacina contra a Covid-19. Com dificuldades de locomoção e deficiência mental, ela recebeu com alegria a equipe de vacinadores.

“Eu acho muito importante esta ação. E a minha mãe já está de idade, então seria muito difícil ter que levar ela nos pontos de vacinação nessas condições ou ter que enfrentar filas. Por isso, eu agradeço muito a vacina ter chegado até aqui, ficamos muito feliz”, disse Selma Barros Rios, filha da idosa. Após a aplicação das doses, as enfermeiras e técnicas de enfermagem da Semus reforçam as orientações para o monitoramento dos sintomas pós-vacina, que são muito importantes para garantir a imunização esperada. Ao todo, cinco equipes da Semus foram mobilizadas para realizar a vacinação domiciliar.

Entre os principais cuidados, está a utilização de compressas frias no local de aplicação para alívio de possível dor e inflamação; não aplicar qualquer produto sobre o local de vacinação como cremes, pomadas e outros, bem como não fazer curativos. Além disso, não ingerir bebida alcoólica nas próximas 72 horas e em caso de febre alta, fazer uso de um antitérmico.

José Joaquim Soares, de 64 anos, também foi um dos idosos acamados que recebeu a 2ª dose da vacina contra o novo coronavírus. O idoso, que tem dificuldades de locomoção devido a uma queda, recebeu a dose dos vacinadores com muita comodidade e segurança em sua casa, no bairro Coroadinho.

Em todas as residências, as equipes de vacinadores da Semus têm sido recebidas com muita alegria pelos familiares e pacientes.

“Eu fico muito feliz com o carinho das pessoas em todas essas ações coordenadas pela gestão do prefeito Eduardo Braide. Nós estamos vacinando pessoas que realmente necessitam de um cuidado, atenção e desse acompanhamento diário. É uma grande satisfação para todos nós da Saúde estar podendo contribuir com esse momento”, afirma Antônia Silva da Silva, enfermeira da Semus.

O idoso Virissímo Muniz, de 94 anos, morador do Caratatiua, recebeu, pela primeira vez, a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. Com alegria, a companheira dele, Ana Maria Muniz, reforçou a importância da vacinação contra o novo coronavírus e agradeceu à equipe de vacinadores pela comodidade e segurança durante a aplicação.

“Fico muito feliz que a vacina tenha chegado até aqui. Meu esposo, infelizmente, não tem condições de se deslocar até o local de vacinação e por isso, nunca conseguimos levar ele para se vacinar. Mas, com a vacinação chegando até a nossa casa, é uma esperança para dias melhores. Agradeço muito à Deus e à Prefeitura por isso”, disse.

Redação Agência SECOM