PRF prende condutor que manteve afilhada refém para manter relações sexuais

Na tarde de sábado (04) uma equipe Polícia Rodoviária Federal (PRF) compareceu ao km 568 da BR 226, no município de Porto Franco, após receber denúncia de que um homem manteve refém a própria afilhada, de 13 anos, na tentativa de manter conjunção carnal com a menor. A equipe saiu da BR-010 e se deslocou o local, momento em que abordou o veículo do acusado, uma picape Fiat/Strada Adventure, de cor vermelha, e o prendeu.

Conforme apurado, o envolvido teria prometido um celular à menor e a chamou para ir comprá-lo em São João do Paraíso-MA, mas ao invés disso dirigiu-se rumo à cidade de Porto Franco contra a vontade da adolescente, sendo que nesse percurso ele teria tocado as partes íntimas da adolescente e prometeu a ela dinheiro, caso ela tivesse relações sexuais com ele.

Em seguida, ele se dirigiu até a BR 226 onde, nas proximidades do km 568, a menor conseguiu descer da picape e pedir ajuda para um rapaz que passava em uma motocicleta, que a levou até a Unidade Operacional da PRF em Porto Franco. A vítima declarou que o acusado é seu padrinho e que teria dito que a levaria para tomar banho no rio Tocantins, mas ela não quis.

Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, ocorrência de Estupro de vulnerável. O acusado foi localizado por volta das 16h20 em uma estrada vicinal próximo à BR 226. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil em Estreito, junto com o veículo Fiat/Strada Adventure vermelho. A menor ficou sob responsabilidade do Conselho Tutelar de Porto Franco.

 

Neto Ferreira