Primo mata o outro com espeto em suposta briga por droga

Uma briga familiar terminou com a morte de um jovem no bairro Primavera, zona Norte de Teresina. O caso aconteceu por volta das 21h dessa segunda-feira (09). Anderson Pereira de Sousa, 19 anos, morreu com perfurações feitas com espeto no quintal da casa onde morava. O suspeito do crime é um primo da vítima, identificado apenas como Alexandre. 

Um familiar, que prefere não se identificar, conta que os dois primos sempre tiveram problemas de relacionamento e discutiam constantemente. Segundo ele, a briga na noite de ontem teria sido motivada por drogas. “Um dizia que ia matar o outro”, conta. 

Os golpes de espeto perfuraram a região do peito e braço de Anderson, que ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Após o crime, o suspeito fugiu e até a manhã de hoje (10) ainda não havia sido preso. 

Vizinhos contam que a família da vítima e do suspeito sempre foi desestruturada. A mãe de Alexandre, inclusive, morreu há alguns anos assassinada por um desafeto do filho. Os tiros, que seriam para ele, acabaram atingindo a mulher.

 

Cidade Verde