PROMOTOR DE JUSTIÇA abre procedimento para fiscalizar providências da Secretaria de Saúde de Codó no combate das arboviroses

O Ministério Público Estadual, por seu Representante Legal,  Promotor de Justiça de Codó, Carlos Augusto Soares, instaurou procedimento administrativo nesta sexta-feira (22) com o objetivo de fiscalizar quais são as estratégias/providências adotadas pelo Município de Codó, voltadas ao combate, controle, prevenção e manejo clínico das arboviroses no atual contexto da pandemia da COVID-19.

O promotor requisitou ao Secretário Municipal de Saúde, em 48 horas, a Elaboração do Plano Municipal de Prevenção e Contingência das arboviroses, bem como Nota Técnica pela área competente, referente a Rede Assistencial Municipal de Saúde,  a fim de garantir acesso e manejo clínico adequado e em tempo oportuno para os casos suspeitos e/ou confirmados da arbovirose (vírus da dengue, Zika  vírus, febre chikungunya e febre amarela).

Confira a portaria na íntegra: