UFMA: Curso de Enfermagem de Imperatriz é considerado muito bom em avaliação do Ministério da Educação

IMPERATRIZ – Após dez anos, o curso de Enfermagem do Câmpus de Imperatriz foi reconhecido positivamente mais uma vez pelo Ministério de Educação (MEC): o curso obteve a nota 4, superior à avaliação de 2010, que foi 3, em uma escala de 1 a 5. O MEC analisou três dimensões in loco: a didático-pedagógica, o corpo docente e as instalações físicas, cuja avaliação faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), criado em 2004 pelo MEC com a finalidade de manter um padrão de qualidade da educação superior do Brasil, tanto pública quanto privada.

A coordenadora do curso de Enfermagem, professora Roberta de Araújo e Silva, afirma que, de forma geral, o curso alcançou o conceito de um curso de excelente qualidade, e que a nota 4,32 é fruto do trabalho, empenho e da dedicação em equipe. “A melhor lição que ficou foi a união de todos em prol do bem comum. Foi uma mobilização de todo o corpo docente, especialmente o corpo docente estruturante, colegiado do curso. Também foi uma mobilização dos discentes, especialmente os líderes de turma, os centros acadêmicos, técnicos de laboratório, técnicos administrativos, com o apoio também da direção, da subprefeitura, setores da biblioteca, da assistência estudantil, então foi um trabalho coletivo que valeu a pena porque nós conseguimos de fato evidenciar a qualidade do nosso trabalho, com uma avaliação que reflete dentro dos critérios de boa qualidade”, comentou.

Roberta ainda falou do orgulho que sente ao estar à frente liderando e guiando os discentes. “Como coordenadora, eu me senti muito honrada e orgulhosa em fazer parte desse processo, em poder estar à frente liderando esse grupo de trabalho, coordenando e buscando sempre o melhor que a gente tem a oferecer para os nossos alunos e para nossa sociedade”, concluiu.

O estudante Marcelo Leite, representante da 24ª turma de Enfermagem, falou sobre a relevância de o curso ser destaque e bem avaliado pelo MEC. “A importância é o reconhecimento da qualidade de ensino do nosso curso. Prova que temos um corpo docente qualificado, formando profissionais competentes para o mercado de trabalho. Se o curso progride, é porque o ensino funciona e que os investimentos são necessários, já que é por meio dos resultados que mostramos nossa competência”, afirma.

O curso de Enfermagem da UFMA de Imperatriz formou 446 alunos durante os 12 anos de existência do Curso, 18 turmas ao todo. Atualmente, possui 380 alunos ativos, estando na sua 29º turma. O procurador Educacional Institucional, Romildo Sampaio, ressaltou o trabalho em equipe desempenhado para a atualização do curso e do desenvolvimento da estrutura.

“Essa nota é fruto das próprias melhorias no âmbito do curso considerando as três dimensões avaliadas. O projeto político-pedagógico foi atualizado, à luz da nova legislação para os cursos da área de saúde e das legislações específicas do curso de Enfermagem, houve uma melhoria substancial na titulação do corpo docente, gerando uma melhoria na produção científica e tecnológica do curso, e a infraestrutura também teve melhora. Acho que tudo isso contribuiu, além daquilo que já estamos fazendo conjuntamente com a coordenação do curso, docentes, alunos, técnicos, Pró-Reitoria de Ensino e Procuradoria”, exaltou.

Ascom