Coletivo Núcleo e Companhia de Artes TeAfro recebem recursos da Lei Aldir Blanc do auxílio emergencial cultural

O Coletivo Núcleo e a Companhia de Artes TeAfro foram contempladas pelo edital emergencial de apoio à cultura “Lei Aldir Blanc”.

Além disso, a coordenação geral dos grupos, na pessoa de Dácia Abreu, foi reconhecida mestre em cultura afrobrasileira. De cada uma das premiações será retirado 15% do valor total para a empresa Estilo Afro que cedeu, mediante contrato, o seu CNPJ para que pudéssemos concorrer. Os prêmios do Coletivo e da TeAfro ficaram guardados em conta poupança do Banco do Brasil e serão utilizados na reestruturação dos nossos grupos culturais para a retomada das atividades assim que a pandemia de COVID-19 permitir. Lembrando que as crianças e jovens que compõe nossas entidades convivem diretamente com seus avós , um dos grupos de risco para o coronavírus.

Esperamos que a vacinação aconteça ainda no primeiro semestre de 2021 e que isso permita que nosso reencontro possa ser realizado logo.

Desejamos a todos um fechamento de ciclo seguro e em família. Nos encontramos em 2021.

TEXTO ENVIADO

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos HTML :

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>