Em dois dias, webinários sobre BUSCA ATIVA ESCOLAR reúnem mais de 10 mil pessoas

Os webinários sobre a “Busca Ativa Escolar em crises e emergências” promovidos na quarta-feira (17) e quinta-feira (18), pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), contaram com participação de um grande público. Mais de 10 mil pessoas, entre professores das redes públicas municipal e estadual, coordenadores, pedagógicos, dirigentes municipais e internautas dos diversos municípios maranhenses assistiram ao debate. Em média, foram cerca de 6 mil pessoas assistindo, simultaneamente, no primeiro dia, e mais de 4 mil pessoas participando no segundo dia de evento, ambos transmitidos pelo canal YouTube da Seduc.

No segundo dia, o debate teve a participação da especialista Nacional em Busca Ativa Escolar, Daniella Rocha; do especialista em Educação e Proteção à Criança no Maranhão, Ângelo Damas; do oficial de Educação do Território Amazônico, Sidney Vasconcelos; do presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA), Marcony Pinheiro. O evento contou também com a participação das intérpretes de Libras, Geisa Guerly, Georgelya Montalvane e Sílvia Maria Rodrigues, entre outros participantes. A mediação do webinário ficou a cargo da supervisora da Seduc, Fernanda Soares Ferraz.O presidente da Undime-MA, Marcony Pinheiro, expressou satisfação pela iniciativa da Seduc na realização dos webinários, para auxiliar na busca ativa escolar. Para Pinheiro, o momento pandêmico diminuiu o vínculo do estudante com a escola e a parceria entre os órgãos para estreitar essa relação novamente tem caráter fundamental nesse processo.

“Eu quero parabenizar a Seduc, pela iniciativa. Foram dois dias de webinários que fortaleceram o trabalho no acompanhamento de estudantes. A busca ativa escolar veio com a parceria do UNICEF, da Undime, Seduc, Fundação Lemann, do Instituto Airton Senna, todos juntos na busca de alternativas para trazer o aluno para a escola, nesse novo modelo de educação de forma emergencial. A educação, apesar de todo esse contexto que estamos vivendo, não pode parar, ela precisa se remodelar, e que possamos estar preparados para isso”, destacou.

Durante o Webinário, discutiu-se o tema “Busca Ativa Escolar em crises e emergências”, adaptada ao contexto da pandemia, para que estados e municípios possam enfrentar o abandono e evasão escolar agravados pelo coronavírus, e também se fez abordagem sobre a reabertura segura das escolas, além do bom exemplo do município Bom Jesus das Selvas, sobre busca ativa, que foi apresentado durante o evento.

O webinário também teve boa aceitação do público, que elogiou o nível dos participantes no debate. “Essas palestras nos encorajam, porque nos ajudam a pensar em possíveis soluções, para melhorar o nosso trabalho pedagógico, desta forma nos sentimos mais motivados”, destacou Suzy Lima. Sobre o Webinário, Lucilene Costa expressou: “Momentos como este são de fundamental importância porque estamos vivendo uma situação atípica. É necessário buscar informações estratégicas que auxiliem o fazer pedagógico”, ressaltou.

Os representantes do UNICEF apresentaram diversas possibilidades para auxiliar na busca ativa de estudantes, observando as especificidades de cada município e seguindo todos os protocolos de biossegurança para possibilitar que o vínculo dos estudantes com a escola seja garantido e o seu acompanhamento seja realizado. Uma campanha de mobilização para ajudar no processo da busca é uma dessas possibilidades. Sobre a campanha, Sydney Vasconcelos destacou alguns pontos importantes.

“O objetivo da campanha é fazer com que cada município, cada estado, possa garantir que com todos esses momentos as pessoas envolvidas façam uso de materiais de comunicação, em áudio, vídeo, foto, para que consigam mobilizar, engajar outras pessoas em torno dessa frase que todo mundo já conhece, que é fora da escola não pode. É importante fazer com que a busca ativa esteja presente, enquanto estratégia, para garantir o acesso do estudante à escola, mesmo que a escola esteja hoje sem as aulas presenciais”, defendeu.

Na região da Amazônia Legal, o Maranhão confirmou 100% dos gestores, recém-eleitos para os 217 municípios do Estado, na estratégia da Busca Ativa Escolar. A formação online dos educadores fortalece a implementação dessas estratégias no âmbito municipal e estadual e enaltece as ações do Governo do Estado na luta por uma educação justa e de qualidade para todos.

Fonte: Seduc
Texto: Antônio Figueredo
Fotos: Divulgação