Governo do Maranhão implanta campos produtivos em comunidades quilombolas de Peritoró

O Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Igualdade Racial (SEIR), representado pelo secretário Gerson Pinheiro, participou, na sexta-feira (3), da entrega oficial de cinco hectares de campos produtivos para as comunidades quilombolas de Santa Maria, Lago Grande, Sossego e São Bento do Juvenal, na cidade de Peritoró.

Os campos produtivos foram implantados pela SEIR em parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp). Toda a produção que está sendo cultivada será comercializada junto aos órgãos governamentais através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e também pela Feira do Produtor local.

“A parceria com a Sagrima e a Agerp é muito importante, e foi fundamental para o melhor desenvolvimento desse projeto, que visa a implantação de dezenas de campos produtivos por todo o Maranhão, através do programa Maranhão Quilombola. Nossa equipe da SEIR é incansável no acompanhamento das comunidades rurais quilombolas. Estamos avançando e vamos avançar cada vez mais. O papel do Estado é cuidar de todos, de cuidar principalmente daqueles que precisam de ajuda; esta é a tarefa e a missão do governo Flávio Dino, e estamos honrando esse compromisso”, destacou o secretário Gerson Pinheiro.

A solenidade contou ainda com as presenças do prefeito municipal Dr Josué Júnior; secretário Municipal de Igualdade Racial, Neto Barros; secretário de Agricultura, Sandro Montenegro; vereadores, lideranças e o coordenador Estadual do Programa Maranhão Quilombola, Mauro Marques. Para o prefeito Dr. Josué Júnior, as políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do Maranhão têm fortalecido as comunidades quilombolas.

“Antes as pessoas tinham vergonha de ser quilombolas, devido à falta de atenção do poder público. Hoje, graças ao governador Flávio Dino, ser quilombola é sinônimo de orgulho, pois, agora, chegam escolas, campos produtivos, máquinas, sementes…ações que beneficiem essa população tão importante para a nossa sociedade, e que hoje é vista e bem cuidada”, afirmou.

Além da implantação dos campos, as comunidades, estão recebendo toda a capacitação para a inclusão da produção no programa Selo Quilombos do Maranhão, o que garantirá o escoamento para outros mercados, com atestado de origem e qualidade.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos HTML :

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>