Polícia Federal combate funcionamento irregular de cerâmica em Caxias

Na manhã de hoje, a Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal e a Agência Nacional de Mineração, realizou trabalho visando combater o funcionamento irregular de cerâmica na cidade de Caxias/MA, identificado em diligências preliminares realizadas. Durante fiscalização, foram confirmados pontos de extração de argila sem título autorizativo válido e a utilização do material para a fabricação de tijolos para venda. Ainda no local, contando com auxílio de fiscais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Defesa Civil de Caxias/MA, a Polícia Federal apreendeu aproximadamente 90 m³ (noventa metros cúbicos) de madeira originária de espécies nativas sem o respectivo documento de origem florestal. O responsável pela cerâmica foi conduzido à DPF/CXA/MA para lavratura do auto de prisão em flagrante como incurso nos crimes de extração de recursos minerais sem licença (art. 55 da Lei 9.605/1998 – Lei de Crimes Ambientais), usurpação de bem da União (art. 2º, inciso I, da Lei 8.176/1991) e depósito de produto de origem florestal sem licença válida (art. 46, parágrafo único, da Lei 9.605/1998 – Lei de Crimes Ambientais).

One thought on “Polícia Federal combate funcionamento irregular de cerâmica em Caxias

Comments are closed.