Blog do Leonardo Alves - Compromisso com o Leitor!

Vereador Pastor Max repudia os ataques ao Conselho de Pastores em Codó

Nas últimas semanas o Conselho de Pastores de Codó tem sido vítima de ataques orquestrados por parte da imprensa que faz oposição ao governo municipal. O motivo dos ataques seria em razão da publicação de uma matéria que informava que o conselho abria mão de uma possível candidatura própria para apoiar o prefeito Francisco Nagib. Em seu discurso da semana na Câmara Municipal, o vereador Pastor Max contestou e deixou seu repúdio as declarações e acusações da mídia oposicionista.

“Gostaria de deixar bem claro para esses pseudojornalistas que o Conselho de Pastores de Codó é uma entidade séria, importante, composta por homens de bem e totalmente apolítico, conforme preconiza seu Estatuto Social. Portanto, como instituição não pode declarar apoio formal ou informal a nenhum candidato. Entretanto, entre seus membros, como em todo o universo evangélico, existem as mais diversas opiniões políticas, ideológicas e opções partidárias, o que é um direito que temos em nosso Estado Democrático e de Direito que deveria ser respeitado para que de fato a democracia se consolide”, declarou o edil.

O vereador também esclareceu sobre a conversa do prefeito com alguns membros do conselho. “O que todos temos em comum é a pregação da palavra de Deus. É bom que se diga que o Prefeito conversou sim individualmente com alguns pastores e que tinha um compromisso político com o Pr. Carlos, Pr. Fernando e todos os pastores que foram extremamente importantes para sua eleição e o ajudaram. Agora ele está apenas reconhecendo e cumprindo um compromisso, trazendo novamente essas lideranças importantes”.

Imprensa de oposição cria desinformação

O parlamentar lamentou e rejeitou com veemência a postura desrespeitosa, distorcida da verdade e tendenciosa com que a imprensa oposicionista colocou os fatos, criando confusão na comunicação com público. “Sabemos que os gritos de “Crucifica-o” são motivados, muitas vezes, por pessoas mal intencionadas, pagas, subornadas para fazer isso. Levando mais alguns a fazer julgamentos precipitados. Isso já é exceder a liberdade de imprensa, é criminoso. Ouvi um áudio de um rapaz que é assessor de comunicação de um pré-candidato, tentando de todas as formas propagar a mentira, o ódio e a intolerância e atacando sem pudor a vida pessoal de pessoas que só tem lutado pelo bem de vidas e famílias da nossa cidade através do evangelho. Com certeza é a mando do candidato dele agredir os pastores condenando até mesmo ao inferno”

Falta de credibilidade dos oportunistas

Indignado com o jogo de oportunismo e tentativa de chantagem por parte de alguns que se auto intitulam comunicadores em Codó, o vereador afirmou que tais indivíduos usam a chamada liberdade de expressão para atingir sem ética a vida pessoal e política de qualquer pessoa que eles considerem seus desafetos ou que não façam os agrados que exigem. “Tentaram criar uma série de factóides, desmerecendo a Marcha para Jesus e seus participantes, ofendendo o Conselho de Pastores a minha pessoa. Mas a população sabe discernir o joio do trigo. Sabe que esses pseudojornalistas só vivem de barganhar e não tem

personalidade e nem posição fixa e muito menos credibilidade alguma. Mesmo assim não posso deixar que fique assim, acionaremos na justiça essa turma, porque não aceitaremos esse tipo de factóides e nem achincalhamento do nosso nome. Mas continuaremos firmes, focados e lutando realmente por aquilo que interessa nosso povo e deixando para a justiça dos homens e de Deus a punição que eles merecem”.

Codó segue em frente progredindo

Em suas considerações finais, o vereador Pastor Max deixou claro que, apesar de todas as tentativas desesperadas da oposição tentar desmerecer o governo municipal e muitas das instituições codoenses, a administração Mais Avanço, Mais Conquistas segue em frente, realizando obras, implementando políticas públicas e fazendo a cidade progredir e se desenvolver.

“Continuarei com nosso trabalho sério e honesto. Fortalecendo as políticas públicas que acreditamos ser importantes. Todos aqui sabem da nossa luta e atuação em favor das crianças e adolescentes do nosso município. Inclusive com autoria de vários projetos de leis que hoje servem de parâmetro para muitas ações, como por exemplo a Lei Márcia dos Santos, contra a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes. Da mesma forma, nossa atuação na área da educação tem deixado grandes conquistas como a Lei que criou a FLIC – Feira Literária de Codó, que este ano já realizou a sua terceira edição com uma estrutura de qualidade e uma rica programação envolvendo nossas escolas, alunos e professores”.

Ascom

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

error: Content is protected !!